Porto Velho (RO) domingo, 19 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política

UNE protocola manifesto sobre Hidrlétricas de Santo Antônio e Jirau


Manifesto protocolado pela direção da União Nacional dos Estudantes – UNE RO/AC, na Audiência Pública realizada pelo Ibama no distrito de Abunã, nesta quarta-feira, 29, sobre as Hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau:


UNIÃO NACIONAL DOS ESTUDANTES – UNE
Direção Rondônia/Acre

 Mais do que o órgão de representação dos estudantes universitários, a União Nacional dos Estudantes (UNE) é uma das principais organizações da sociedade civil brasileira, com uma bela história de lutas e conquistas ao lado do povo brasileiro. Estivemos presentes nos principais acontecimentos políticos, sociais e culturais do Brasil. Desde a luta pelo fim da ditadura do Estado Novo, atravessando a luta do desenvolvimento nacional, a exemplo da campanha do Petróleo, os anos de chumbo do regime militar, as Diretas Já e o impeachment do presidente Collor. Da mesma forma, foi um dos principais focos de resistência às privatizações e ao neoliberalismo que marcou a Era FHC.

Regionalmente também estivemos presentes em momentos importantes e decisivos de nossa história política, a exemplo do recente escândalo da corrupção envolvendo membros dos três Poderes, onde através de nossa atuação juntamente com outras entidades conseguimos mobilizar milhares de pessoas em torno de dessa causa.  
 
Dando continuidade a esse histórico de luta e ao nosso comprometimento com a sociedade rondoniense, a UNE não poderia deixar de estar inserida nos debates a respeito do Complexo do Madeira. Depois de participarmos ativamente de uma série de debates e estudos sobre o empreendimento, avaliando os pontos positivos e negativos, nos sentimos credenciados a dizer que tal empreendimento é de fundamental importância para o desenvolvimento do nosso Estado. Estado esse que nos apresenta na atual conjuntura uma realidade cruel para com o nosso povo, privando-os do acesso à educação, saúde, saneamento básico, emprego, segurança, cultura e lazer, coisas que a constituição nos assegura, porém não é executada. Ao pautarmos isso, não estamos representando interesses pessoais, e sim coletivos, diferentemente de algumas organizações, a exemplo das ONG's que na maioria delas são financiadas e patrocinadas por interesses econômicos internacionais que visam mais a privatização e internacionalização de nossas riquezas do que a preservação dela. Diante disso, tentam a todo custo desesperadamente evitar que uma grande oportunidade como esta que se apresenta de desenvolver o nosso Estado. 


OZANIR SILVA
DIRETOR REGIONAL RO/AC

Mais Sobre Política

Prefeitura cria linha especial de ônibus para atender público da Portoagro

Prefeitura cria linha especial de ônibus para atender público da Portoagro

Objetivo é facilitar o acesso das pessoas que não dispõem de transporte próprio para chegar ao evento

MP-RO  adere ao Programa Mulher Viver sem Violência

MP-RO adere ao Programa Mulher Viver sem Violência

O Ministério Público de Rondônia formalizou, nesta sexta-feira (16/08), a adesão ao Programa Mulher Viver sem Violência, desenvolvido pelo Governo Fed

Sinjor abre nesta segunda-feira quinzena de filiação e regularização

Sinjor abre nesta segunda-feira quinzena de filiação e regularização

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Rondônia (Sinjor) abre nesta segunda-feira, 20 de agosto, sua quinzena de recebimento de manife

TJ/RO acata por unanimidade denúncia contra deputado estadual

TJ/RO acata por unanimidade denúncia contra deputado estadual

Por unanimidade, os desembargadores das Câmaras Criminais Reunidas do Tribunal de Justiça de Rondônia receberam nesta sexta-feira (17), queixa-crime c