Sábado, 20 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política

Um ano da morte do poeta e jornalista “Bahia”


Hoje completa um ano do falecimento do escritor, poeta e jornalista José Ailton Ferreira, o popular "Bahia". Entre o final de 2004 e nos oito primeiros meses de 2005, quando o jornalista estava gravemente enfermo, em estado terminal, um falso publicitário usou o nome do jornalista "Bahia" para receber dinheiro do "Caixa-2" da Assembléia Legislativa de Rondônia, que, segundo fontes, era depositado numa conta na Caixa Econômica ou Banco do Brasil. A denúncia chegou ao conhecimento da Polícia Federal-PF no dia 17 de outubro de 2005. É previsível que a PF inicie os procedimentos para constatar eventual prática de mais um crime praticado por beneficiários do "rombo" de R$ 70 milhões nos cofres da "Casa do Povo".

Leia a íntegra matéria do jornalista Abelardo Jorge sobre "Bahia", publicada no jornal Alto Madeira, edição Nº 25.052, do dia 22 de setembro de 2005:
 
O adeus do poeta Bahia:
"Se o Meu Mundo Não Acabou, Conserte-o"

 
O escritor, jornalista e ex-Editor-Chefe do jornal Alto Madeira, José Ailton Ferreira, o popular "Bahia", morreu ontem (21/09/2005), às 15 horas, no Hospital 9 de Julho, em Porto Velho. Bahia sempre foi um incentivador da cultura. Foi um lutador. Um homem sem vícios. Franco. Sincero. Um inconformado com as "mazelas", desmandos, desgovernos pretéritos. Escrevia 16 horas todos os dias. Era vigilante. Nunca se acovardou. Não foi omisso. Jamais se associou aos bandidos e achacadores ou aos ladrões de dinheiro público. Não acumulou patrimônio, bens materiais. Vivia modestamente, com o parco salário de funcionário público. Enfrentou a doença e as filas do SUS com a mesma coragem e a consciência do dever cumprido. No dia 02 de novembro do ano passado (2005), anunciou a um colega (Abelardo Jorge) o título do seu último livro: "Se o Meu Mundo Não Acabou, Conserte-o". Bahia foi digno até a morte. Está sendo velado na Casa de Cultura Ivan Marrocos. Será enterrado hoje (22/09/2006), na capital de Rondônia, cidade que sempre amou e defendeu. Que a terra lhe seja leve...

Gente de OpiniãoSábado, 20 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Eleições 2024: Rayane do Agro - A Força do Campo para Porto Velho

Eleições 2024: Rayane do Agro - A Força do Campo para Porto Velho

Rayane Almeida dos Santos, também conhecida como Rayane do Agro, é uma pré-candidata a vereadora determinada a representar os valores familiares, a

Deputado Ribeiro do Sinpol afirma que Rondônia pode se tornar projeto piloto na Lei Orgânica Nacional da Polícia Civil

Deputado Ribeiro do Sinpol afirma que Rondônia pode se tornar projeto piloto na Lei Orgânica Nacional da Polícia Civil

Em audiência pública realizada na quinta-feira (19), na Assembleia Legislativa de Rondônia, o deputado Ribeiro do Sinpol (PRD), proponente da reuniã

Deputada Ieda Chaves destina emenda para programação alusiva ao Dia dos Povos Originários

Deputada Ieda Chaves destina emenda para programação alusiva ao Dia dos Povos Originários

Com a ideia de contribuir com momentos de lazer e diversão aos moradores de aldeias que residem nas terras na região de Nova Mamoré, a deputada esta

Assembleia Legislativa realiza Audiência Pública sobre a Lei Orgânica Nacional da Polícia Civil

Assembleia Legislativa realiza Audiência Pública sobre a Lei Orgânica Nacional da Polícia Civil

A Assembleia Legislativa de Rondônia (Alero) realiza na quinta-feira (18), a partir das 15h, Audiência Pública para tratar sobre a Lei Orgânica Naci

Gente de Opinião Sábado, 20 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)