Porto Velho (RO) segunda-feira, 14 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

TRAGÉDIA NA TRAGÉDIA


"Deve-se prestar atenção ao alerta feito pelo presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, Roberto Busato, quando afirma que espera que o seu sucessor, na presidência do Conselho Federal da OAB, a quem transmitirá o cargo em 1º de fevereiro de 2007, "acompanhe e participe da reconstrução moral, política e institucional deste País, premissa básica para a realização do sonho de todos nós - a superação das desigualdades, a construção de um Brasil mais justo e próspero".

Busato fez o que chamou de uma primeira prestação de conta de seu mandato, iniciado em fevereiro de 2004, durante pronunciamento na abertura do Colégio de Presidentes de Conselhos Seccionais da OAB. O evento foi realizado na Sociedade de Estudos Múltiplos, Ecológica e de Artes (Semear), com a presença de toda a diretoria do Conselho Federal da OAB e presidentes de Seccionais da entidade nos Estados e Distrito Federal.

Em um discurso contundente, após relatar os grandes desafios e questões que enfrentou nesses dois anos, Busato sustentou, referindo-se à violência e aos freqüentes casos de corrupção: "O Brasil vive, hoje, uma tragédia dentro da tragédia, um escândalo dentro do escândalo, e o resultado aí está e nos desafia: precisamos manter a credibilidade da população em nossas instituições republicanas".

Nesse sentido, conclamou a sociedade brasileira a unir forças para reverter esse quadro e pregou a necessidade urgente de uma reforma política - por ele, considerada a mãe de todas as reformas - "para promover um ajustamento de idéias e ordem entre os homens de bem deste País que, felizmente existem, e podem ser encontrados em todos os partidos e instituições".

Lamentando que Brasil seja hoje um país do qual os brasileiros se envergonham diante de tantos desmandos, o presidente nacional da OAB disse que o País precisa voltar a acreditar em si mesmo. Numa crítica indireta à propaganda do governo Luiz Inácio Lula da Silva que se intitula "Brasil um País de todos", Roberto Busato concluiu sua fala salientando que o Brasil precisa ser "um País efetivamente de todos - não como slogan, mas como realidade efetiva".

Fonte: OAB

Mais Sobre Política

Comissão de Saúde distribui projetos e convoca titular da Sesau para prestar esclarecimentos sobre inúmeros problemas

Comissão de Saúde distribui projetos e convoca titular da Sesau para prestar esclarecimentos sobre inúmeros problemas

Na manhã desta terça-feira (8), a Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social da Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado Adailton Fu

CPI da Energisa define convocações e convites para ouvir denúncias contra empresa

CPI da Energisa define convocações e convites para ouvir denúncias contra empresa

Em reunião extraordinária nesta quinta-feira (3), a CPI criada pela Assembleia Legislativa de Rondônia para investigar abusos praticados pela Empres

Presidente Laerte Gomes sugere a doação de veículos do Governo para entidades filantrópicas

Presidente Laerte Gomes sugere a doação de veículos do Governo para entidades filantrópicas

O presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB) indicou ao Governo do Estado, a agilização de medidas administrativas e operacionais par

Mariana Carvalho apresentará relatório sobre saúde em Assembleia Mundial

Mariana Carvalho apresentará relatório sobre saúde em Assembleia Mundial

Pela primeira vez uma deputada brasileira é escolhida para relatar a resolução da União Interparlamentar (UIP), um organismo que reúne parlamentares d