Porto Velho (RO) quarta-feira, 23 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Tiziu anuncia que Raupp vai relatar dívida do Beron no Senado Federal


A partir de agora, cabe ao senador Valdir Raupp (PMDB) a relatoria do processo que trata sobre a dívida do Banco do Estado de Rondônia (Beron) com o governo federal e que tramita no Senado da república. O anúncio foi feito pelo deputado Tiziu Jidalias (PMDB), na sessão plenária da manhã desta quinta-feira (17.05), na Assembléia Legislativa. “Essa dívida foi contraída pela intervenção federal que assumiu o banco, fazendo com que hoje o Estado seja obrigado a pagar R$ 15 milhões por mês, além de já haver pago cerca de R$ 1,2 bilhões e ainda deve o equivalente a R$ 1,4 bilhão”, destacou.

De maneira pontuada, Tiziu Jidalias explicou que a dívida do Beron era de R$ 65 milhões, mas que chegou logo aos R$ 512 milhões com a intervenção federal na direção da instituição bancária rondoniense. “Hoje, o Estado paga R$ 15 milhões por mês. Isso não pode continuar porque Rondônia está num beco sem saída e a dívida apenas aumenta, tornando-se impagável. Por conta disso, conclamo esta assembléia Legislativa para abraçar essa causa, já que a bancada do PMDB no Senado entrou nessa luta para encontrar a melhor solução para o caso”.

Tiziu falou também que na reunião que participou em Brasília foram apresentados resultados positivos sobre o ‘Caso Beron’. Ele disse que no encontro estiveram presentes o governador Cassol, os senadores Valdir Raupp e Expedito Júnior, além do deputado Luizinho Goebel. “Nessa ocasião, o senador Romero Jucá entregou o processo a Valdir Raupp para que, a partir de agora, relate a matéria. O senador rondoniense não quer a anistia da dívida, mas o pagamento justo de uma conta que foi contraída pelos interventores que assumiram o Beron naquela oportunidade. A dívida não é nossa”.

O deputado Professor Dantas (PT), em aparte, comparou a dívida do Beron com a dívida externa brasileira. “Pelo que já foi pago, cerca de R$ 1,2 bilhão, tudo leva a crer que não será paga nunca: apenas aumenta. Hoje, ela já está na casa dos R$ 1,4 bilhão e se não houver uma solução para o caso, vamos continuar pagando os R$ 15 milhões mensalmente, deixando de investir em áreas importantes para o desenvolvimento do Estado”.

Tiziu Jidalias disse acreditar no progresso de Rondônia e observou que os R$ 15 milhões/mês darão para comprar todo mês 375 ambulâncias, ou 455 viaturas policiais, ou 12500 computadores ou construir 38 escolas-pólos e, ao tempo que convidou todos a recepcionar o senador Valdir Raupp nesta sexta-feira, disse que “Rondônia precisa se livrar dessa dívida. Defendo também a transposição dos servidores estaduais para o quadro federal. Com isso, haverá mais dinheiro para se investir bem mais em obras importantes para o desenvolvimento de Rondônia”.

Mais Sobre Política

Comissão de Educação da ALE discute tabela do piso do magistério com secretário da Seduc

Comissão de Educação da ALE discute tabela do piso do magistério com secretário da Seduc

A Comissão de Educação e Cultura (CEC), da Assembleia Legislativa, se reuniu na manhã desta quarta-feira (23), para deliberar projetos e também disc

Polícia Federal deflagrou a Operação Grand Bazaar, que  investiga fraude em fundos de pensão

Polícia Federal deflagrou a Operação Grand Bazaar, que investiga fraude em fundos de pensão

Por determinação do Supremo Tribunal Federal, a Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (21) a Operação Grand Bazaar, visando desarticular um “esquema cri

Ministério Público realiza reunião sobre os bairros Conceição e Flamboyant após intervenção de Cristiane Lopes

Ministério Público realiza reunião sobre os bairros Conceição e Flamboyant após intervenção de Cristiane Lopes

Após a vereadora Cristiane Lopes (PP) ir até o Ministério Público Estadual (MP/RO), para relatar os problemas das obras de pavimentação dos bairros Fl

Mariana Carvalho apresenta declaração sobre cobertura universal de saúde em assembleia da União Interparlamentar

Mariana Carvalho apresenta declaração sobre cobertura universal de saúde em assembleia da União Interparlamentar

Mais de 1700 parlamentares e parceiros da ONU e da sociedade civil de todo o mundo estão reunidos em Belgrado, na Sérvia, onde acontece a 141ª Assembl