Porto Velho (RO) quarta-feira, 19 de junho de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Supremo pede informações em HC de acusado na Operação Dominó


A ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, relatora do Habeas Corpus (HC) 89440, impetrado em favor do conselheiro do Tribunal de Contas de Rondônia Edilson de Souza Silva, despachou hoje solicitando informações ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e, em seguida, encaminhando o pedido para manifestação da Procuradoria Geral da República. O conselheiro foi preso durante a Operação Dominó, da Polícia Federal, que resultou na prisão de autoridades do Judiciário, Legislativo e Executivo estadual rondoniense.

Recém nomeado ao cargo de conselheiro do (TCE/RO), ele teria ligado para o presidente da Assembléia Legislativa, vulgo “Carlão”, a fim de agradecê-lo pela nomeação. Entretanto, a defesa conta que o conselheiro teria recebido, posteriormente, um telefonema de “Carlão” revelando que Edílson não atendia seus pedidos. “Logo, se não atende, não cometeu ilícito em favor do operador da quadrilha”, argumentam os advogados.

No HC, a defesa afirma que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou a prisão preventiva de Edílson nas dependências da Polícia Federal, em Brasília. Segundo os advogados, a fundamentação do STJ apenas conseguiu provar que a escuta telefônica da conversa entre o Edílson e “Carlão” verbalizava a gratidão pela nomeação.

Para eles, não há prova de participação do conselheiro na quadrilha que o inquérito da Polícia Federal aponta. Por isso, alegam falta de justa causa “para o procedimento constritivo contra o paciente”.

Por fim, a defesa pede para que Edilson seja excluído do inquérito policial, “por inexistir em nossa legislação penal a imputação de crime de ingratidão”.  Se não aceito o pedido, que o conselheiro seja colocado em liberdade, sob custódia do presidente do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia.

Fonte: STF

Mais Sobre Política

Projeto em análise no Senado susta decisão do STF que torna homofobia crime de racismo

Projeto em análise no Senado susta decisão do STF que torna homofobia crime de racismo

Cinco dias após decisão da Suprema Corte que equiparou a homofobia ao crime de racismo, o senador Marcos Rogério (DEM-RO) apresentou voto em separado

Ariquemes vai receber recurso do Ministério da Saúde para qualificar serviços do Samu

Ariquemes vai receber recurso do Ministério da Saúde para qualificar serviços do Samu

A partir de julho, Ariquemes passa a receber um reforço financeiro do Governo Federal para melhorar o atendimento móvel de urgência da rede pública de

Presidente Laerte Gomes apoia realização da 13ª Expomarques com emenda de R$ 80 mil

Presidente Laerte Gomes apoia realização da 13ª Expomarques com emenda de R$ 80 mil

O presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB), através de emenda parlamentar, viabilizou recurso de R$ 80 mil para a Associação dos Pr

Projeto de Follador cria parlamento que vai eleger 24 deputados mirins

Projeto de Follador cria parlamento que vai eleger 24 deputados mirins

Atendendo ao projeto de resolução apresentado pelo deputado Adelino Follador (DEM), a Assembleia Legislativa de Rondônia aprovou esta semana a criaç