Porto Velho (RO) segunda-feira, 18 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Política

Sistema de integração “Leva Eu” bate recorde de utilização


O sistema "Leva Eu" de integração entre linhas de ônibus da capital, bateu recorde de utilização em agosto com 131 mil integrações. A informação é do secretário municipal de Transportes, Cláudio Carvalho, satisfeito com a evolução do sistema que hoje permite mais de duas mil combinações entre as 53 linhas que servem Porto Velho. Há casos de integração nos sentidos "ida com ida" e "volta com volta", o que no início do sistema era impensável, reforçou Carvalho. A integração tem crescido conforme o volume de adesões ao cartão, o número de linhas ainda não atendidas pelo sistema (que são muito poucas) e estão circunscritas a bairros geograficamente localizados no mesmo setor.

A introdução do cartão tem permitido, entre outras vantagens, o melhor gerenciamento e controle operacional dos transportes coletivos tanto por parte do órgão municipal fiscalizador, quanto das empresas operadoras; beneficia igualmente o usuário com a redução do tempo de embarque; inibe (por dispensar dinheiro) os assaltos e dá ao passageiro o direito de, se assaltado, requerer o bloqueio de seu cartão junto ao Sindicato das Empresas de Transportes (SET) e a transferência dos créditos para o cartão novo. Carvalho lembrou que o sucesso do cartão eletrônico está ocorrendo da mesma forma em Recife, Salvador, Maceió, Goiânia e Florianópolis. Também a informatização da Semtran está ensejando mais produtividade e mais rigor na fiscalização dos horários dos ônibus, um dos itens mais reclamados pela população.
 
Setor em crise
 
Cláudio Carvalho destacou a crise por que passa o setor de transporte coletivo no Brasil. Ele cita Brasília como exemplo, onde existe um dos piores serviços de transporte do país. Veículos velhos,  empresas que não cumprem horários e órgão fiscalizador que perdeu o controle do setor. Três itens são significativos na composição da planilha de custos das empresas: o preço dos combustíveis, o Índice de Passageiros por Quilômetro (IPK) e os salários da categoria. Para que os preços das passagens se estabilizem até uma frente de prefeitos foi criada e reivindica a diminuição dos impostos como o ICMS sobre os combustíveis e a compra de ônibus. Os estados do Amazonas, Goiás, Tocantins, Bahia e Pernambuco já isentaram ou reduziram o ICMS sobre óleo diesel. "É importante registrar ainda que o preço do diesel  na região Norte é o mais caro do país. Nós estamos atentos ao desenrolar da crise que infelizmente atinge também a nossa população. Dentro deste contexto, o cartão Leva Eu é uma boa alternativa, e o crescimento constante de sua utilização é a prova disto", arrematou o secretário.
 
Fonte: Ascom

Mais Sobre Política

Garçon cobra asfalto para atender hospitais Santa Marcelina e de Câncer

Lindomar Garçon cobra asfalto para atender necessidades dos hospitais Santa Marcelina e de Câncer

Porto Cai N’Água é reinaugurado pela prefeitura de PVH

Porto Cai N’Água é reinaugurado pela prefeitura de PVH

Terminal hidroviário foi reformado e já está em pleno funcionamento

Programa de Aposentadoria Incentivada é prorrogado por mais 30 dias

Podem aderir ao programa os servidores estatutários que não respondem a processo disciplinar e processo judicial

Membros de conselhos participam de seminário sobre o Fundeb realizado pelo TCE-RO

De acordo com a Escon, a capacitação, que é voltada para membros dos conselhos de educação e do Fundeb, foi ministrada também em Ariquemes