Porto Velho (RO) sábado, 7 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Sintero desautoriza associação a tratar da ação da isonomia


 

Aproveitadores podem prejudicar pagamento da ação aos servidores federais do ex-território

A direção do Sintero alerta aos servidores federais do ex-território para o surgimento de aproveitadores que podem prejudicar o pagamento dos precatórios da ação da isonomia. O Sintero, autor da ação da isonomia dos federais, desautoriza qualquer associação a fazer reuniões ou se pronunciar acerca do processo, visto que todas as providências jurídicas foram tomadas visando à conclusão do pagamento dos precatórios.

Recentemente a direção do Sintero e os advogados da ação promoveram assembléias em todo o Estado para tratar do assunto. A presidente do Sintero, Claudir Mata, e os advogados Luiz Felipe Belmonte, Hélio Vieira e Orestes Muniz, repassaram todas as informações e tiraram todas as dúvidas dos servidores.

O alerta, segundo Claudir, é necessário porque quando se aproxima o período de pagamento da ação, é comum aparecerem aproveitadores de olho no dinheiro dos servidores.

A direção do Sintero alerta, principalmente, quanto ao surgimento de uma associação que traz advogados de outros Estados e vem promovendo reuniões com os servidores e divulgando inverdades sobre a ação. A referida associação não tem legitimidade para representar os servidores, não possui autorização para tratar da ação da isonomia, e atua com o nítido propósito de buscar adesões junto aos servidores para tirar proveito do pagamento dos precatórios.

Os servidores federais do ex-território já foram muito prejudicados por interferências externas na ação da isonomia. Ao criar mais esse tumulto no processo, a referida associação pode prejudicar e até suspender o pagamento dos precatórios, o que contraria a vontade dos servidores, visto que os precatórios já foram expedidos e existe a previsão de pagamento já no primeiro semestre de 2009.

Para os diretores do Sintero, a associação, sem representatividade, pode estar usando reuniões sobre a isonomia para filiar servidores federais. No entanto, o sindicato esclarece que os servidores não precisam se filiar a mais nenhuma associação, pois não depende dessas entidades o pagamento da ação. O surgimento de novas entidades em torno da ação da isonomia apenas prejudica ainda mais o andamento da ação, que já se arrasta há 20 anos.

“Nós queremos que todos os servidores federais recebam o que têm direito. No entanto, quanto mais tumultos forem gerados no processo, mais atrasa o pagamento. Não é o que queremos”, disse Claudir.

Fonte: Adércio Dias

Mais Sobre Política

Sessão Solene marcou a entrega da honraria a 30 homenageados, no Dia da Consciência Negra

Sessão Solene marcou a entrega da honraria a 30 homenageados, no Dia da Consciência Negra

O deputado Lazinho da Fetagro (PT) comandou na tarde desta quarta-feira (20), no auditório da Assembleia Legislativa, Sessão Solene para homenagear

Presidente Laerte Gomes ressalta importância da união entre os poderes para o cumprimento do Teto de Gastos de 2019

Presidente Laerte Gomes ressalta importância da união entre os poderes para o cumprimento do Teto de Gastos de 2019

Na tarde desta segunda-feira (18), o presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB), participou da reunião com o Colegiado Superior do Es

Adelino Follador parabeniza presidente Bolsonaro por obra na BR-319

Adelino Follador parabeniza presidente Bolsonaro por obra na BR-319

O deputado Adelino Follador (DEM) recebeu com alegria o anúncio feito pelo presidente Jair Bolsonaro (Sem partido), sobre o asfaltamento da BR-319,

Vencedores de concursos recebem premiação durante grande evento na Assembleia

Vencedores de concursos recebem premiação durante grande evento na Assembleia

Ao longo de 36 anos, a promulgação da Constituição Estadual de Rondônia foi lembrada de forma trivial pelos Poderes, mas no ano de 2019 a data de 6