Porto Velho (RO) sexta-feira, 20 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Servidores apontam problemas da Segurança e Confúcio assume compromissos


 

Pela primeira vez na história todas as forças da Segurança Pública do Estado se reuniram em prol de uma causa comum. Mais de 300 pessoas, entre Policiais militares, agentes penitenciários, bombeiros militares, delegados civis, policiais civis e servidores do Detran – Departamento Estadual de Trânsito – se encontraram na noite de terça-feira (19), na sede do Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Rondônia (Sindsef), em Porto Velho, para ouvirem as propostas do candidato a governador, Confúcio Moura (PMDB), ocasião em que declararam apoio à candidatura do ex-prefeito de Ariquemes.

Depois de percorrer várias cidades do interior durante o dia, Confúcio Moura chegou, no início da noite, preparado para o encontro. De acordo com o candidato, desde o início oficial da campanha, em julho, ele vem percorrendo as 52 cidades do Estado e mantendo contatos e reuniões com representantes das forças de segurança rondonienses. “Desses encontros deu para traçar um panorama das necessidades de todas as categorias que atuam na Segurança Pública no Estado”, declarou Confúcio.

O candidato do PMDB disse que o seu plano de governo para o setor foi feito ouvindo todas as categorias e assumiu compromissos com elas.

POLÍCIA MILITAR – Confúcio disse que uma das expectativas dos policiais militares é a extinção das três classes as quais são submetidas os soldados PM quando ingressam na corporação. Trata-se de um mecanismo segundo o qual os soldados, mesmo exercendo rigorosamente o mesmo trabalho e assumindo as mesmas responsabilidades, recebem salários diferenciados em três níveis.

“A PM vai ter uma classe única, podem ficar sossegados. Tão logo os novos deputados estaduais assumam seus mandatos, o governo estará enviado à Assembléia Legislativa uma proposta para mudar isso”, disse Confúcio.

Ainda de acordo com Confúcio Moura, há promoções acumuladas por até 15 anos. “Há estados que trataram essa questão com muita responsabilidade e resolveram o problema. Não há mal nenhum em a gente copiar exemplos que deram certo. Por exemplo, o ex-governador de Minas Gerais, Aécio Neves, assumiu o Estado com seus policiais militares em estado de tensão por conta de promoções acumuladas. Em um ano ele resolveu o problema”.

“Em Rondônia, assim que assumirmos o governo, vamos buscar estabelecer um acordo com os deputados estaduais para resolvermos essa questão ainda no nosso primeiro ano de governo”, afirmou.

O candidato peemedebista se comprometeu ainda a resolver outras questões que ficaram pendentes com os policiais militares nos últimos anos, como uma política de gratificações, incentivo ao fardamento – hoje os policiais são obrigados a pagar pelas roupas obrigatórias utilizadas em serviço –, auxílio deslocamento e, principalmente, o seguro-acidente – hoje, se um policial sofrer um acidente de trânsito estando em serviço, é obrigado a pagar, do próprio bolso, os danos à viatura.

“Por fim, os policiais militares podem ficar sossegados em relação ao princípio de hierarquia e disciplina. Ninguém vai atropelar ninguém nem passar na frente de ninguém na hora das promoções por ser amigo do governador, como acontece hoje”, garantiu Confúcio.

AGENTES PENITENCIÁRIOS – Confúcio Moura garantiu que o loteamento político da Superintendência do Sistema Penitenciário de Rondônia vai acabar a partir de 1º de janeiro. “Quem vai comandar o Sistema Prisional serão vocês, agentes penitenciários, pois são vocês quem conhecem as necessidades do setor”, disse.

Para os policiais civis, Confúcio lembrou que as necessidades do setor passam por novas contratações para aumentar o efetivo, maior capacitação, a reinstalação da Academia de Polícia e, principalmente, a implantação de um plano de carreira com isonomia salarial, uma vez que existem discrepâncias que fazem com que profissionais idênticos recebam salários que variam de R$ 1,7 mil a R$ 6 mil. “Isso é ofensivo para um profissional”, disse Confúcio.

Em relação ao Detran, Confúcio Moura disse que os servidores do órgão, a exemplo da Polícia Civil, anseiam por um plano de carreira também com isonomia salarial. “Um fiscal de trânsito do Estado recebe menos de R$ 1 mil por mês, a metade do que Ariquemes paga para seus guardas municipais de trânsito. Eles querem adequação salarial de acordo com os agentes de trânsito, ou seja, um plano de carreira que lhes ofereçam uma perspectiva profissional a longo prazo. E o Estado pode fazer isso tranquilamente, afinal, o Detran é um órgão público muito rico, ele arrecada muito”, sentenciou.

SEGURANÇA PÚBLICA – Para Confúcio Moura, a população de Rondônia, principalmente das regiões de Porto Velho e Ariquemes – as mais violentas, de acordo com pesquisas –, quer um governo que possa dar uma resposta rápida à questão da violência. “Em pesquisa, constatamos que a demanda mais imediata das populações de Porto Velho e Ariquemes é a segurança, à frente, inclusive, da saúde e educação”, informou.

Confúcio disse que a “arrancada” que pretende dar na área de segurança passa pela valorização dos profissionais da área em todas as regiões do Estado. “Ninguém governa um Estado complexo como Rondônia Sozinho. Eu vou governar com os servidores. Vocês serão os meus parceiros e aliados. Em 2011 não vai se iniciar o meu governo, e sim o nosso governo, o governo de Confúcio Moura e dos servidores públicos de Rondônia”, concluiu.


Fonte: Ascom
 

Mais Sobre Política

Presidente Laerte Gomes e governador Marcos Rocha visitam obras do Anel Viário de Ji-Paraná

Presidente Laerte Gomes e governador Marcos Rocha visitam obras do Anel Viário de Ji-Paraná

O presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB) e o governador Marcos Rocha (PSL) visitaram nesta quarta-feira (18) o canteiro de obras

Deputado Cirone Deiró disse que abertura de CPI para fiscalizar Energisa responde clamor da sociedade

Deputado Cirone Deiró disse que abertura de CPI para fiscalizar Energisa responde clamor da sociedade

“A Energisa submeteu os rondonienses a uma crise energética sem precedentes. Os prejuízos estão sendo contabilizados em todos os segmentos da econom

Deputado Ismael Crispin visita escolas e convida alunos para participar dos concursos de redação e da escolha da Bandeira da Assembleia Legislativa

Deputado Ismael Crispin visita escolas e convida alunos para participar dos concursos de redação e da escolha da Bandeira da Assembleia Legislativa

Com o principal objetivo de divulgar e convidar a comunidade estudantil a participar do concurso de Redação da Assembleia Legislativa e da escolha d

ENERGISA: Projeto cria o Aviso-Prévio de 60 dias e dobra o valor da multa para a empresa

ENERGISA: Projeto cria o Aviso-Prévio de 60 dias e dobra o valor da multa para a empresa

Foi apresentado na Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia (17/09) um projeto de lei, idealizado pelo Servidor do TJ/RO, Brunno Oliveira, que ser