Domingo, 23 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política

Semed capacita professores sobre Educação Brasileira de Línguas


 
Visando cumprir o que prevê a Política de Educação Especial, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) de Porto Velho, através da Divisão de Educação Especial (Diees), realiza nesta quinta-feira (14), no auditório da Uniron/Unipec, o Curso de Libras – Língua Brasileira de Sinais. O que se busca com o evento é capacitar profissionais para garantir o acesso e a permanência dos alunos surdos no sistema regular de ensino de Porto Velho, promovendo, assim, uma educação de qualidade para todas as pessoas com necessidades educacionais especiais.

O Curso Básico de Libras – Língua Brasileira de Sinais inicia às 8 horas, com a palestra “A Identidade Surda no Contexto Escolar”. Depois, às 14 horas, haverá a oficina de corpo. No dia seguinte (15), ocorrerão mais oficinas, com temas importantes, como: “Aulas Práticas com Situações Vivenciais, Diálogos em Contexto e Fitas de Vídeo”, “Aulas com Noções das Peculiaridades que se Referem à Educação de Surdos” e a “Introdução à Gramática, Cultura e Identidade Surda e o Papel do Profissional Intérprete”, dentre outros.

“Pensar sobre a surdez requer penetrar no mundo do surdo e ouvir as mãos que, com alguns movimentos, nos dizem o que fazer para tornar possível o contato entre os mundos envolvidos; requer reconhecer a língua de sinais. Permita-se ouvir essas mãos, pois somente assim será possível mostrar aos surdos como eles podem ouvir o silêncio da palavra escrita”, diz o texto da contra-capa do folder que está sendo distribuído pelos técnicos do Departamento de Educação (DE) da Semed, de autoria da escritora e professora especialista na área, Ronice Quadro, na expectativa de uma grande participação dos professores das escolas das zonas urbana e rural e ribeirinha.

O que se busca, na verdade, na avaliação da diretora da Diees, Conceição de Maria, é a capacitação de profissionais para a construção de um sistema educacional inclusivo, que atenda e respeite a diversidade do alunado surdo e consolide a efetivação de escolas inclusivas, garantindo o acesso e a permanência dos alunos surdos no sistema regular de ensino da Capital. O evento atende o que determina a Política Nacional da Educação Especial, convalidado pela Semed, através de seu Planejamento Estratégico Participativo (PEP).

HISTÓRICO – A lei 10.436, de 2 de abril de 2002, regulamenta o ensino de Libras – Língua Brasileira de Sinais. O reconhecimento dessa língua legitima a atuação e a formação profissional de tradutores e intérpretes de Libras. Mais do que isso. Garante a obrigatoriedade do ensino da mesma na educação básica e no ensino superior, abrindo espaço para o debate sobre o sistema educacional das pessoas com surdez, suas formas ocorrências e socialização.

DETALHES – A Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS é reconhecida como meio legal de comunicação e expressão entre as comunidades de pessoas surdas no Brasil. Ganhou esse status porque surgiu naturalmente, assim como a língua portuguesa, e atualmente é de grande importância na comunicação no território brasileiro. Baseou-se primariamente na Língua de Sinais Francesa, apresentando semelhanças em relação a várias línguas de sinais européias e à norte-americana. Assim como as diversas línguas existentes, ela é composta por níveis lingüísticos como: fonologia, morfologia, sintaxe e semântica. Da mesma forma que nas línguas oral-auditivas existem palavras, nas línguas de sinais também existem itens lexicais, que recebem o nome de sinais. A única diferença é sua modalidade viso-espacial. Sendo assim, para se comunicar em LIBRAS não basta apenas conhecer os sinais; é necessário conhecer a sua gramática para combinar as frases, estabelecendo comunicação. Os sinais surgem da combinação de configurações de mão, movimentos, e de pontos de articulação – locais no espaço ou no corpo onde os sinais são feitos.

Fonte: Ascom

Gente de OpiniãoDomingo, 23 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Dr. Aparício Carvalho Assume Presidência Estadual do Republicanos em Rondônia

Dr. Aparício Carvalho Assume Presidência Estadual do Republicanos em Rondônia

Em uma reconfiguração significativa do partido Republicanos, o empresário, médico psiquiatra, ex-deputado federal e ex-vice-governador de Rondônia,

Sebrae quer impulsionar o empreendedorismo no estado estreitando a parceria com parlamentares rondonienses

Sebrae quer impulsionar o empreendedorismo no estado estreitando a parceria com parlamentares rondonienses

Inspirado pela fala dos parlamentares da bancada federal de Rondônia, durante a 11ª Rondônia Rural Show Internacional, o diretor-superintendente do

Cristiane Lopes Indica Emenda Parlamentar para a Reforma do Complexo Poliesportivo Deroche em Porto Velho

Cristiane Lopes Indica Emenda Parlamentar para a Reforma do Complexo Poliesportivo Deroche em Porto Velho

A deputada federal Cristiane Lopes (União Brasil) celebrou a conclusão do projeto que dará início aos trabalhos de reforma e requalificação do Compl

Asdec realiza 3° Torneio de Pesca Esportiva em Cacoal

Asdec realiza 3° Torneio de Pesca Esportiva em Cacoal

A Associação Desportiva e Ecológica dos Pescadores de Cacoal (Asdec) promove no próximo domingo (23) seu 3º Torneio de Pesca Esportiva. A competição

Gente de Opinião Domingo, 23 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)