Porto Velho (RO) segunda-feira, 23 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Semáforos do centro da capital facilitarão fluxo veículos


 
A prefeitura de Porto Velho implantou esta semana nas principais avenidas da região central da cidade, o projeto “Onda Verde”, cujo objetivo é facilitar o fluxo de veículos e evitar congestionamentos e acidentes. De acordo com o projeto, ao respeitar o limite de velocidade das vias, o motorista encontrará todos os semáforos abertos no trecho entre as Avenidas Jorge Teixeira e Rogério Weber.

O secretário municipal de trânsito, Itamar Ferreira, explicou que o sistema foi implantado inicialmente nas Avenidas Sete de Setembro, Dom Pedro II, Carlos Gomes e Marechal Deodoro, onde o fluxo é maior, principalmente nos horários de pico. Até o final de dezembro, a Onda Verde também chegará à BR-319 (antiga Jorge Teixeira), Avenidas Calama e Rio Madeira.

De acordo com Itamar Ferreira, após vários estudos e análises técnicas (pesquisa volumétrica), a Semtran sincronizou os semáforos para que o trânsito possa fluir com mais rapidez e segurança. “A mudança também vai resultar em economia de tempo e de combustível para os condutores, evitando acidentes e congestionamentos, além de poluir bem menos o nosso meio ambiente”, avaliou.

A diretora do departamento de engenharia de tráfego da Semtran, Mirtes Silva, disse que a velocidade nas vias onde funciona a Onda Verde é de 40 a 50 quilômetros por hora. “Da Rua Rogério Weber até a Brasília, o condutor que trafegar a 40 quilômetros por hora pela Sete de Setembro irá pegar todos os sinais abertos. Da Rua Brasília até a Av. Jorge Teixeira, a velocidade deverá ser ampliada para 50 quilômetros”, exemplificou a engenheira.

Para que o sistema funcione de forma adequada, Itamar Ferreira informa que os condutores deverão obedecer o limite de velocidade nas vias públicas. Placas informativas estão sendo instaladas nos semáforos para orientar e conscientizar os motoristas.

Central de controle

Itamar Ferreira destacou o apoio e o empenho do prefeito Roberto Sobrinho na modernização dos semáforos, abertura de ruas e implantação de novas medidas para disciplinar e tornar o trânsito mais humano, a exemplo do corredor exclusivo para ônibus na Avenida Sete de Setembro. Ele adiantou que uma Central de Controle Operacional (CCO) está sendo montada no prédio da Semtran para monitorar o fluxo de veículos nas principais avenidas durante os horários de pico.

Conforme o secretário, o monitoramento por meio de câmeras instaladas em pontos estratégicos, irá permitir intervenção rápida do município nos locais onde o tempo dos semáforos poderá ser reajustado e adequado às condições da via pública. A Central de Controle Operacional entrará em funcionamento no início do próximo ano.

Fonte: Augusto José
 

Mais Sobre Política

Presidente Laerte Gomes anuncia R$ 800 mil para construção de UBS durante visita ao frigorífico Rio Beef

Presidente Laerte Gomes anuncia R$ 800 mil para construção de UBS durante visita ao frigorífico Rio Beef

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Laerte Gomes (PSDB), visitou na manhã desta sexta-feira as instalações do frigorífico Rio Beef e an

Vereadora Cristiane Lopes cobra solução para os problemas do Transporte Coletivo

Vereadora Cristiane Lopes cobra solução para os problemas do Transporte Coletivo

Desde o início do seu mandato, a vereadora Cristiane Lopes (PP) tem cobrado uma solução definitiva para os problemas do Transporte Coletivo da Cap

Presidente Laerte Gomes e governador Marcos Rocha visitam obras do Anel Viário de Ji-Paraná

Presidente Laerte Gomes e governador Marcos Rocha visitam obras do Anel Viário de Ji-Paraná

O presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB) e o governador Marcos Rocha (PSL) visitaram nesta quarta-feira (18) o canteiro de obras

Deputado Cirone Deiró disse que abertura de CPI para fiscalizar Energisa responde clamor da sociedade

Deputado Cirone Deiró disse que abertura de CPI para fiscalizar Energisa responde clamor da sociedade

“A Energisa submeteu os rondonienses a uma crise energética sem precedentes. Os prejuízos estão sendo contabilizados em todos os segmentos da econom