Porto Velho (RO) sexta-feira, 17 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política

São Lucas cria bibliotecas comunitárias na Capital


Proporcionar condições para que comunidades carentes da Capital tenham acesso à leitura tem sido preocupação da Faculdade São Lucas. Através da Coordenação de Extensão (Coex), a Instituição pretende, nos próximos quatro anos, contribuir para a criação de cinco bibliotecas comunitárias na Capital, como parte do projeto de responsabilidade social da Faculdade.

Em dezembro passado, a Faculdade São Lucas fez a doação de três mil livros para o Centro Social Madre Mazarello, situado no bairro Pantanal, zona leste de Porto Velho. Os livros estão sendo utilizados pela comunidade, principalmente como subsídios de pesquisas para crianças e adolescentes de famílias carentes do bairro. Os livros foram obtidos durante a 1ª Gincana “Formando Cidadãos”, que mobilizou os acadêmicos da Instituição de Ensino Superior no Dia da Responsabilidade Social.

O Centro Social Madre Mazarello atende em torno de 300 crianças de 700 famílias cadastradas e, conforme a Irmã Arlene Brasil, os livros doados pela São Lucas são importantes para trabalhos de reforço e complementação escolar. Dentro da filosofia de atendimento à comunidade porto-velhense, a Faculdade São Lucas, através da Coordenação de Extensão, também fez a doação de mil livros para o acervo da Biblioteca Popular do Bairro Areal, que objetiva atender comunidades carentes residentes em bairros adjacentes, dentre os quais Cai n'Água, Triângulo e Baixa da União.

Com essa doação, a diretoria da Faculdade São Lucas contribui para que crianças, adolescentes e adultos tenham acesso facilitado à leitura e à pesquisa. É uma grande oportunidade que está sendo oferecida a muitas famílias carentes que habitam o bairro Areal e adjacências que não têm condições financeiras de adquirir livros para seus filhos, conforme salientou o professor Aleksander Palitot, um dos idealizadores do projeto. Ele destacou a iniciativa da Faculdade São Lucas, acrescentando que, além da área de leitura, a Biblioteca Popular também se propõe a atuar como reforço escolar para os alunos carentes.

Fonte: Chagas Pereira

Mais Sobre Política

AROM retira, na Justiça, exigência que paralisa transporte escolar

AROM retira, na Justiça, exigência que paralisa transporte escolar

Em uma atuação inédita do movimento municipalista, a Associação Rondoniense de Municípios – AROM conquistou uma liminar favorável aos 52 municípios do

Dívida do extinto Banco do Estado de Rondônia é prolongada por 240 meses

Dívida do extinto Banco do Estado de Rondônia é prolongada por 240 meses

 Uma nova pactuação entre o governo de Rondônia e a União, tendo como interveniente o Banco do Brasil, foi assinada na tarde desta quarta-feira (15) p

Seminário vai discutir implantação do Patronato Penitenciário em Porto Velho

Seminário vai discutir implantação do Patronato Penitenciário em Porto Velho

O Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio do Centro de Apoio Operacional de Políticas Penitenciárias e Execução Penal (CAOP-PPEP), realiza