Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Rodoviária de Porto Velho cercada por narcotraficantes e drogados


Numa espécie de desafio à competência das forças policiais, narcotraficantes e viciados em drogas cercam a Estação Rodoviária de Porto Velho e praticam os mais variados crimes e delitos. Alguns grandes narcotraficantes, acostumados à impunidade, estão confiantes na impunidade. O motivo, em tese, seria a vigilância da Polícia Federal, desde o início da campanha eleitoral, direcionada a identificar tipicidades delituosas contra a lisura das eleições ou tentativas de manipulação de intenção de votos. Ante esta hipótese, estão a intensificar o narcotráfico, entre municípios localizados na fronteira entre Rondônia e a Bolívia. Para tanto estariam a operar em duas rotas alternativas: uma, entre Guajará Mirim e Porto Velho; outra, entre Porto Velho e municípios localizados na cognominada “Zona da Mata” e parte do “Cone Sul”.

Quanto aos chamados “boqueiros” e viciados, segundo fontes, a maioria passa o dia dentro de hotéis que funcionam sem alvarás, sem registro de hóspedes e onde os proprietários colaboram ou praticam omissão ou planejada conivência diante das ações delituosas rotineiras: “Nesse quadrilátero entre as avenidas Sete de Setembro, Carlos Gomes, Guanabara e Buenos Ayres existem quase uma dezena de hotéis que abrigam vendedores de drogas e viciados. Na Avenida Jorge Teixeira, ente a Sete de Setembro e a D. Pedro II, é fácil constatar a presença de traficantes, viciados e menores fazendo programas nos hotéis São Cristóvão e Era Dourada. Traficantes vendem droga dia e noite no bar denominado "Anaconda", uma espécie de vergonhoso lupanar instalado ao lado do hotel São Cristóvão, no mesmo trecho da Jorge Teixeira”, denunciou um comerciante à reportagem. “O resultado do intenso movimento de distribuidores e vendedores de drogas e viciados é o aumento dos arrombamentos, furtos e assaltos contra passageiros que precisam embarcar ou desembarcar na rodoviária, arruaças e os mais variados crimes. Eu acho que os narcotraficantes e os boqueiros são iguais aos urubus, os abutres”, disse um taxista.(A/J)
 
 

 

Mais Sobre Política

Ministério Público realiza reunião sobre os bairros Conceição e Flamboyant após intervenção de Cristiane Lopes

Ministério Público realiza reunião sobre os bairros Conceição e Flamboyant após intervenção de Cristiane Lopes

Após a vereadora Cristiane Lopes (PP) ir até o Ministério Público Estadual (MP/RO), para relatar os problemas das obras de pavimentação dos bairros Fl

Mariana Carvalho apresenta declaração sobre cobertura universal de saúde em assembleia da União Interparlamentar

Mariana Carvalho apresenta declaração sobre cobertura universal de saúde em assembleia da União Interparlamentar

Mais de 1700 parlamentares e parceiros da ONU e da sociedade civil de todo o mundo estão reunidos em Belgrado, na Sérvia, onde acontece a 141ª Assembl

Erro na tabela de vencimentos dos professores volta a ser discutido na Comissão de Educação

Erro na tabela de vencimentos dos professores volta a ser discutido na Comissão de Educação

A Comissão de Educação e Cultura (CEC), da Assembleia Legislativa, se reuniu na manhã desta quarta-feira (16), para deliberar projetos e voltou a di

Liderança na produção do cacau depende da vontade política, aponta debate

Liderança na produção do cacau depende da vontade política, aponta debate

A volta do protagonismo brasileiro na produção de cacau depende de mais investimentos em pesquisa e de ações como o fortalecimento da Comissão Executi