Domingo, 19 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política

Rodoviária de Porto Velho cercada por narcotraficantes e drogados


Numa espécie de desafio à competência das forças policiais, narcotraficantes e viciados em drogas cercam a Estação Rodoviária de Porto Velho e praticam os mais variados crimes e delitos. Alguns grandes narcotraficantes, acostumados à impunidade, estão confiantes na impunidade. O motivo, em tese, seria a vigilância da Polícia Federal, desde o início da campanha eleitoral, direcionada a identificar tipicidades delituosas contra a lisura das eleições ou tentativas de manipulação de intenção de votos. Ante esta hipótese, estão a intensificar o narcotráfico, entre municípios localizados na fronteira entre Rondônia e a Bolívia. Para tanto estariam a operar em duas rotas alternativas: uma, entre Guajará Mirim e Porto Velho; outra, entre Porto Velho e municípios localizados na cognominada “Zona da Mata” e parte do “Cone Sul”.

Quanto aos chamados “boqueiros” e viciados, segundo fontes, a maioria passa o dia dentro de hotéis que funcionam sem alvarás, sem registro de hóspedes e onde os proprietários colaboram ou praticam omissão ou planejada conivência diante das ações delituosas rotineiras: “Nesse quadrilátero entre as avenidas Sete de Setembro, Carlos Gomes, Guanabara e Buenos Ayres existem quase uma dezena de hotéis que abrigam vendedores de drogas e viciados. Na Avenida Jorge Teixeira, ente a Sete de Setembro e a D. Pedro II, é fácil constatar a presença de traficantes, viciados e menores fazendo programas nos hotéis São Cristóvão e Era Dourada. Traficantes vendem droga dia e noite no bar denominado "Anaconda", uma espécie de vergonhoso lupanar instalado ao lado do hotel São Cristóvão, no mesmo trecho da Jorge Teixeira”, denunciou um comerciante à reportagem. “O resultado do intenso movimento de distribuidores e vendedores de drogas e viciados é o aumento dos arrombamentos, furtos e assaltos contra passageiros que precisam embarcar ou desembarcar na rodoviária, arruaças e os mais variados crimes. Eu acho que os narcotraficantes e os boqueiros são iguais aos urubus, os abutres”, disse um taxista.(A/J)
 
 

 

Gente de OpiniãoDomingo, 19 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Alero divulga programação na 11ª Rondônia Rural Show Internacional, em Ji-Paraná

Alero divulga programação na 11ª Rondônia Rural Show Internacional, em Ji-Paraná

A Assembleia Legislativa de Rondônia (Alero) estará presente na 11ª Rondônia Rural Show Internacional (RRSI) que acontece de 20 a 24 de maio, no Cen

Vereador Everaldo Fogaça tem requerimento aprovado para recuperação da ponte sobre o Rio das Garças em Porto Velho

Vereador Everaldo Fogaça tem requerimento aprovado para recuperação da ponte sobre o Rio das Garças em Porto Velho

Na sessão desta terça-feira da Câmara Municipal de Porto Velho, o vereador Everaldo Fogaça (PSD) teve seu requerimento aprovado pelos vereadores. O

Deputado Marcelo Cruz anuncia reajuste salarial para servidores da Alero

Deputado Marcelo Cruz anuncia reajuste salarial para servidores da Alero

O presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia (Alero), deputado estadual Marcelo Cruz (PRTB), anunciou nesta terça-feira (14) uma revisão anual

Dra. Taíssa visita comércios e fala sobre emenda de R$2 milhões para asfaltamento em Jacinópolis

Dra. Taíssa visita comércios e fala sobre emenda de R$2 milhões para asfaltamento em Jacinópolis

Moradores de Jacinópolis, distrito de Nova Mamoré, sofrem há anos com poeira e muita lama nas ruas. Os mais afetados são os comerciantes que precisa

Gente de Opinião Domingo, 19 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)