Porto Velho (RO) quinta-feira, 17 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Roberto mostra equilíbrio em debate


Diante de uma platéia formada por acadêmicos da Ulbra e convidados, o prefeito Roberto Sobrinho, candidato á reeleição pela coligação “Trabalho de Novo com a Força do Povo”, mostrou equilíbrio, firmeza em suas propostas e respondeu a todos os questionamentos feitos durante o debate com os demais candidatos, realizado na noite de ontem (09/09), tendo como mediador o jornalista Léo Ladeia, e transmitido pela Record News.

Roberto chegou ao auditório da Ulbra por volta de 19:30 acompanhado do candidato a vice-prefeito, Emerson Castro e de assessores. Foi convidado a tomar assento à mesa, e na seqüência sorteada, fez a sua apresentação, enfatizando que a sua participação naquele evento estava pautada na ética e no respeito. A maioria dos outros candidatos, demonstrando falta de preparo e de ética, utilizou o tempo de apresentação para criticar o adversário.

A primeira pergunta feita a Roberto Sobrinho foi sobre os impactos das usinas hidrelétricas do Rio Madeira. O prefeito candidato à reeleição destacou o fator positivo das obras e disse a prefeitura vem trabalhando firme para amenizar os impactos negativos. “Já estabelecemos uma parceria com o governo federal, que tem liberado recursos para a ampliação das redes de água tratada e esgoto e para outras obras de infraestrutura; firmamos parceria com a iniciativa privada para a formação de mão-de-obra local para trabalhar nas obras; e também já teremos das construtoras uma contrapartida”, disse Roberto, antecipando que dessa parceria com as empresas responsáveis pela obra resultará a construção do Pronto Socorro Municipal.

Maternidade Municipal

Questionado sobre a Maternidade Municipal, por um candidato que demonstrou total falta de conhecimento, Roberto Sobrinho respondeu que muitos prefeitos tentaram fazer funcionar aquela unidade de saúde, mas somente a atual administração conseguiu. “Dois prefeitos que passaram tentaram fazer a maternidade. Chegaram a construir um prédio, mas ficou por vários anos abandonado. Quando fui eleito prefeito cumpri o que estava no nosso plano de governo. O prédio abandonado teve que ser praticamente refeito. Buscamos recursos junto ao governo federal, equipamos toda a maternidade com o que há de mais moderno, e contratamos os profissionais”, disse.

Regularização fundiária

Outro candidato, também mostrando despreparo e demonstrando ser contrário ao programa de regularização fundiária, questionou a validade das escrituras distribuídas pela prefeitura. Roberto Sobrinho desafiou o candidato a levar qualquer escritura entregue pela prefeitura ao cartório, para atestar a sua validade. “Estamos fazendo em Porto Velho o maior programa de regularização fundiária do país. Nessa primeira etapa estamos distribuindo mais de 15 mil escrituras. Infelizmente tem político mal-intencionado, que é contra o benefício, fazendo uso politiqueiro do projeto”, desabafou.

Enquanto candidatos de oposição perdiam tempo em tentar desqualificar o prefeito, inclusive trocando nome e com posturas inadequadas para quem pretende ganhar a confiança da população, Roberto Sobrinho falou de suas propostas, como os projetos dos viadutos para resolver parte dos problemas do trânsito da Capital, obras nos bairros e distritos, algumas já em andamento, como a revitalização do complexo da Estrada de Ferro Madeira Mamoré, a ampliação e melhoramento do atendimento nas policlínicas e postos de saúde, e a abertura e asfaltamento de novas ruas e avenidas.

Nas considerações finais, mais uma vez ficou patente a falta de proposta e o despreparo da maioria dos candidatos. Aberto o prazo de um minuto e 30 segundos, para cada candidato, alguns se limitaram a criticar a atual administração, sem apresentar soluções viáveis que atendam às necessidades da população.

Roberto Sobrinho agradeceu à Ulbra, à Record News e ao público presente, pela oportunidade de falar de suas propostas, e disse que a mudança iniciada em Porto Velho há quatro anos não pode parar. “Todo mundo lembra que quando assumimos a prefeitura a cidade estava parada. O principal problema era desemprego. Não havia problema de trânsito porque praticamente não havia movimento. Hoje Porto Velho tem vida e pede soluções concretas para os problemas. Chega de discursos vazios. O velho jeito de fazer política não pode voltar. Essa mudança não pode parar”, concluiu, sendo aplaudido pelo auditório.

Roberto mostra equilíbrio em debate - Gente de Opinião

Roberto mostra equilíbrio em debate - Gente de Opinião

Roberto mostra equilíbrio em debate - Gente de Opinião

Roberto mostra equilíbrio em debate - Gente de Opinião

Roberto mostra equilíbrio em debate - Gente de Opinião

Fonte: Adércio Dias
Fotos: Serginho/Gentedeopinão

Mais Sobre Política

Mariana Carvalho apresenta declaração sobre cobertura universal de saúde em assembleia da União Interparlamentar

Mariana Carvalho apresenta declaração sobre cobertura universal de saúde em assembleia da União Interparlamentar

Mais de 1700 parlamentares e parceiros da ONU e da sociedade civil de todo o mundo estão reunidos em Belgrado, na Sérvia, onde acontece a 141ª Assembl

Erro na tabela de vencimentos dos professores volta a ser discutido na Comissão de Educação

Erro na tabela de vencimentos dos professores volta a ser discutido na Comissão de Educação

A Comissão de Educação e Cultura (CEC), da Assembleia Legislativa, se reuniu na manhã desta quarta-feira (16), para deliberar projetos e voltou a di

Liderança na produção do cacau depende da vontade política, aponta debate

Liderança na produção do cacau depende da vontade política, aponta debate

A volta do protagonismo brasileiro na produção de cacau depende de mais investimentos em pesquisa e de ações como o fortalecimento da Comissão Executi

Projeto de Follador cria Passaporte Animal para trânsito em feiras e eventos

Projeto de Follador cria Passaporte Animal para trânsito em feiras e eventos

A exemplo da experiência de sucesso do Rio Grande do Sul, o deputado Adelino Follador apresentou nesta terça-feira (15) ao Plenário da Assembleia Le