Porto Velho (RO) sexta-feira, 20 de maio de 2022
×
Gente de Opinião

Política

Reinserção social muda a vida de reeducandos


Uma nova chance foi o que a jovem Vanderléia Mota, de 29 anos, precisou para pensar e refletir sobre sua vida. Malu como é mais conhecida, se envolveu com drogas ainda na adolescência e ao ser presa pela segunda vez, teve a chance de trabalhar e criar uma nova visão sobre sua vida.

Nascida em Cacoal, Vanderléia se mudou para São Miguel ainda criança. Ao perder a mãe aos 9 anos de idade, a pequena foi morar com os tios que a maltratavam. A partir daí sua história foi tomando rumos incertos. Saiu da casa dos tios aos 17 anos e sob má influência, e como forma mais fácil de se manter, Vanderléia começou a vender drogas. O dinheiro da venda sustentava Malu e seu irmão mais novo que morava com ela.

Aos 19 anos, Malu foi presa pela 1ª vez. “As coisas pioraram quando eu fui presa. Aprendi muita coisa errada lá dentro e foi aí que perdi o apoio da minha família de vez. Em vez de me ajudar eles me desprezaram”.

A jovem ficou menos de um ano presa e ao sair, continuou no caminho errado. “Quando eu sai, já fui vender drogas no mesmo dia. Eu não tinha, não sabia fazer nenhuma outra coisa. E quanto mais eu me envolvia com essas pessoas erradas, mais fundo eu fui entrando”.

Malu ficou quatro anos em liberdade até ser presa pela segunda vez. Em 2010, a polícia foi à sua casa com um mandato de busca e drogas foram encontradas. Desde então Malu cumpre pena no presídio de Cacoal.

A história poderia se repetir como da primeira vez, mas agora Malu teve novas chances. Desde setembro ela tem a oportunidade de trabalhar durante o dia e apenas dormir no presídio, o que tem dado um novo ânimo para sua vida.

Durante a semana Malu trabalha até as 18 horas, após esse horário e durante os finais de semana e feriados, ela permanece no presídio. A cada três dias trabalhados, Malu, assim como todos os reeducandos, ganham um dia de remissão de pena.

“Pra mim esta chance foi uma maravilha. Eu nunca me esforcei para trabalhar assim, e agora que estou vivenciando isso eu estou gostando. Isto já está fazendo a diferença na minha vida. Eu não quero mais saber de vida errada”, ressaltou.

Malu enfatiza que uma das coisas que mais gosta é poder viver uma nova realidade. “Desta forma eu tenho a chance de viver em meio a outras pessoas, e não só com presos e quem faz coisa errada. E isso me dá exemplo, quando a gente está em contato com pessoas de bem, a gente começa a ter outra visão das coisas. Antes a minha realidade era apenas uma, hoje eu vivencio outras coisas melhores.

Sobre a Unidade Avançada de Planejamento do Governo de Rondônia, em Cacoal, local onde trabalha, Malu fala da receptividade dos colegas e da nova chance que tem. “Aqui onde eu estou trabalhando eu não tenho do que reclamar, as pessoas me tratam bem, não me discriminam. Todas as pessoas tem que entender que muitas vezes se a gente erra, é porque não teve contato com o que era certo. Eu estou tendo outra chance e quero poder aproveitá-la da melhor forma”.

Em relação ao trabalho dos reeducandos, a assessora técnica da Unidade Avançada de Planejamento de Cacoal, Helena Pereira dos Santos, explicou. “O reeducando quando vem para cá, nós fazemos um trabalho com eles. São oferecidos cursos de capacitação em diversas áreas. Passamos as funções para eles e o reeducando recebe pelo seu trabalho”.

Em relação aos reeducandos, Helena concluiu. “Já são pelo menos 2 anos trabalhando com esse programa de reinserção social e nunca tivemos nenhum tipo de problema. Pelo contrário, essa aproximação dá um novo ânimo e uma nova experiência para eles”.

Fonte: Giliane Perin /Decom

Mais Sobre Política

Cafeicultura rondoniense é destaque no desenvolvimento do estado com geração de emprego e renda, afirmou Cirone Deiró

Cafeicultura rondoniense é destaque no desenvolvimento do estado com geração de emprego e renda, afirmou Cirone Deiró

“A comercialização da saca do café robusta beneficiado está em R$ 700 reais com uma produção estimada para a safra de 2022, de 2,49 milhões de sacas

Lideranças do cooperativismo lançam pré-candidatura de Salatiel Rodrigues a deputado federal

Lideranças do cooperativismo lançam pré-candidatura de Salatiel Rodrigues a deputado federal

Durante a Assembleia Geral Ordinária da OCB (AGO) que aconteceu no último dia 29, em Porto Velho, lideranças do cooperativismo do estado lançaram a

Vereador Fogaça indica compra de cinco ambulâncias para distritos de Porto Velho

Vereador Fogaça indica compra de cinco ambulâncias para distritos de Porto Velho

O vereador Everaldo Fogaça (Podemos) disse nesta terça-feira 17.05 que indicou à Prefeitura a compra de cinco ambulâncias para atendimento aos distrit

Saiba quais foram os projetos aprovados pela Assembleia Legislativa nas sessões de terça-feira

Saiba quais foram os projetos aprovados pela Assembleia Legislativa nas sessões de terça-feira

A Assembleia Legislativa de Rondônia aprovou uma proposta de emenda à Constituição, um Projeto de Lei Complementar e cinco Projetos de Lei Ordinária