Porto Velho (RO) sexta-feira, 17 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política

Raupp diz que construção de hidrelétricas mudará perfil econômico


A construção das hidrelétricas de Jirau e Santo Antônio em Rondônia, a partir do aproveitamento das águas do rio Madeira vai mudar para sempre o perfil da região norte, elevando decisivamente o nível de vida das pessoas que vivem tanto no lado brasileiro como no lado boliviano. A declaração foi feita pelo líder do PMDB no Senado, Valdir Raupp(RO) durante sessão realizada nesta quinta-feira, em virtude   das informações  de que as autoridades bolivianas não aceitam  o relatório do IBAMA sobre possíveis impactos ambientais que as duas hidrelétricas causariam àquele país.

Acrescentou o líder peemedebista que além das duas hidrelétricas, o governo brasileiro planeja também outras duas, sendo uma binacional na fronteira entre Brasil/Bolívia e a outra no território boliviano, no rio Beni o que demonstra  uma vontade inequívoca  do nosso país em investir neste setor estratégico para as duas nações.

Raupp entende que não há “razões para que a Bolívia crie obstáculos à construção das usinas de Jirau e Santo Antonio que serão construídas totalmente em território nacional”. E prosseguiu, “não queremos que se repita, no caso das hidrelétricas, o tipo de impasse que ocorreu, no ano passado  com a Petrobras, na Bolívia”, disse.

Ele citou que o interesse boliviano no aproveitamento energético do rio Madeira é tão grande quanto o nosso e que ao final da construção das hidrelétricas, o rio Madeira  será integralmente navegável proporcionando a Bolívia – um país não-navegável – a grande vantagem  de ter uma saída para o Pacífico, pelo Peru, e para o Atlântico, pelo Brasil.

Ao finalizar o seu pronunciamento, o líder do PMDB afirmou que este assunto foi discutido com o presidente Evo Morales que esteve esta semana, em Brasília concluindo os entendimentos com o governo brasileiro sobre a questão do gás natural. As hidrelétricas no rio Madeira estiveram na agenda de negociações dos dois presidentes, ressaltou o senador Raupp, acrescentando que os rondonienses e os bolivianos “aguardam ansiosos o cumprimento das promessas de crescimento acelerado que o governo vem anunciando para o próximo quadriênio”.  

Mais Sobre Política

AROM retira, na Justiça, exigência que paralisa transporte escolar

AROM retira, na Justiça, exigência que paralisa transporte escolar

Em uma atuação inédita do movimento municipalista, a Associação Rondoniense de Municípios – AROM conquistou uma liminar favorável aos 52 municípios do

Dívida do extinto Banco do Estado de Rondônia é prolongada por 240 meses

Dívida do extinto Banco do Estado de Rondônia é prolongada por 240 meses

 Uma nova pactuação entre o governo de Rondônia e a União, tendo como interveniente o Banco do Brasil, foi assinada na tarde desta quarta-feira (15) p

Seminário vai discutir implantação do Patronato Penitenciário em Porto Velho

Seminário vai discutir implantação do Patronato Penitenciário em Porto Velho

O Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio do Centro de Apoio Operacional de Políticas Penitenciárias e Execução Penal (CAOP-PPEP), realiza