Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

PSOL diz que vai denunciar concluios para aliciar eleitores



"Desmistificar o engodo obreiro e oportunista da administração petista de Roberto Sobrinho, denunciar o conluio eleitoral indecoroso Cassol-Garçom e desmascarar as demais candidaturas pseudo-oposicionistas, mas apenas legitimadoras do aliciamento generalizado de eleitores com uso de recursos públicos".

Garantindo que esta será uma das suas principais missões durante a campanha, a declaração é do pré-candidato a prefeito de Porto Velho pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), Adilson Siqueira, ao confirmar, nesta sexta-feira (27), a realização, no sábado (28), da convenção municipal eleitoral da legenda, a partir das 9h, na Câmara de Vereadores de Porto Velho, ocasião em que a agremiação definirá os candidatos com os quais disputará as eleições de outubro.

Conforme adiantou ainda Adilson Siqueira, pode estar comprometido o projeto de coligação entre seu partido e o PSTU (Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado), o que deve obrigar o PSOL a participar da disputa com chapa puro-sangue.

"Aliás, o motivo da crise no PSTU de Porto Velho reside em que a direção local desentendeu-se com a direção nacional por insistir em negociar um acordo eleitoral com legendas desautorizadas pelos nossos programas partidários", esclareceu o dirigente, ressalvando que o PSOL vai aguardar até o último minuto da convenção deste sábado por uma solução que possa vir da direção nacional do PSTU.

Caso isso ao ocorra, a chapa puro-sangue será inevitável. "E não pode ser de outro modo porque o PSOL subordina suas alianças ao programa aprovado nos congressos da agremiação e ao objetivo  estratégico de construção do socialismo, razão pela qual o partido não faz alianças com PSDB, DEM, PMDB, PT e nem com os demais partidos mensaleiros", explicou Siqueira, confirmando ainda que a chapa majoritária a ser homologada na convenção deste sábado poderá ser completada com a pré-candidatura a vice-prefeito do jornalista Marcelo Régis.

Quanto à disputa proporcional, Adilson Siqueira informou que, salvo desistências ainda não comunicadas ao Diretório municipal, o partido concorrerá às vagas da Câmara de Vereadores com as 24 candidaturas do limite permitido pela legislação.

Fonte: Paulo Queiroz

Mais Sobre Política

Ministério Público realiza reunião sobre os bairros Conceição e Flamboyant após intervenção de Cristiane Lopes

Ministério Público realiza reunião sobre os bairros Conceição e Flamboyant após intervenção de Cristiane Lopes

Após a vereadora Cristiane Lopes (PP) ir até o Ministério Público Estadual (MP/RO), para relatar os problemas das obras de pavimentação dos bairros Fl

Mariana Carvalho apresenta declaração sobre cobertura universal de saúde em assembleia da União Interparlamentar

Mariana Carvalho apresenta declaração sobre cobertura universal de saúde em assembleia da União Interparlamentar

Mais de 1700 parlamentares e parceiros da ONU e da sociedade civil de todo o mundo estão reunidos em Belgrado, na Sérvia, onde acontece a 141ª Assembl

Erro na tabela de vencimentos dos professores volta a ser discutido na Comissão de Educação

Erro na tabela de vencimentos dos professores volta a ser discutido na Comissão de Educação

A Comissão de Educação e Cultura (CEC), da Assembleia Legislativa, se reuniu na manhã desta quarta-feira (16), para deliberar projetos e voltou a di

Liderança na produção do cacau depende da vontade política, aponta debate

Liderança na produção do cacau depende da vontade política, aponta debate

A volta do protagonismo brasileiro na produção de cacau depende de mais investimentos em pesquisa e de ações como o fortalecimento da Comissão Executi