Porto Velho (RO) segunda-feira, 20 de setembro de 2021
×
Gente de Opinião

Política

ProJovem já formou 1200 mil alunos


O ProJovem, programa do governo federal gerenciado pelas prefeituras em todo o país, já realizou em Porto Velho três entradas (fases). Duas concluídas com a qualificação profissional de 1200 jovens. Através de medidas conjuntas das secretaria municipais de Educação (Semed), Ação Social (Semas) e Desenvolvimento Econômico e Social (Semes), visando a elevação da escolaridade dos jovens; a qualificação profissional; o planejamento e execução de ações comunitárias de interesse público; e a reinserção dos jovens na escola.

Na terça-feira (20) passada, por orientação do prefeito Roberto Sobrinho, o programa decidiu dar uma nova oportunidade para os faltosos da primeira e segunda entradas que, por qualquer motivo, tenham deixado de freqüentar as aulas e, ao mesmo tempo, convocar os jovens inscritos na quarta entrada. A qualificação profissional ocorre através da parceria da Prefeitura com o Centro de Educação Tecnológica e de Negócios de Rondônia (Cetene), organização não-governamental subordinada a Fundação Educacional, Tecnológica e Cultural da Amazônia, sob a orientação pedagógica de Marasella Del Carmen. O Cetene oferece aos jovens cursos denominados Arcos Ocupacionais com 200 horas de duração cada um e que se subdividem nas seguintes áreas: Construção e Reparos I para formação de pedreiros, ladrilheiros, pintores e gesseiros; Construção e Reparos II para formação de eletricistas de edificações, instaladores de linhas de telecomunicações, instaladores de sistemas eletroeletrônicos de segurança e mantenedores de edificações; Administração para formação de arquivistas, almoxarifes, auxiliares de escritório, contínuos e Office-boy; Metal-mecânico para formação de serralheiros, assistentes de vendas (automóveis e autopeças), auxiliares de promoção de vendas e auxiliares administrativos (lojas de veículos e auto-peças). Segundo o secretário José Carlos Gadelha (Semes), ao final dos cursos os jovens receberão certificação e estarão prontos para ingressar no mercado de trabalho. Gadelha observa que os Arcos estão dando aos alunos, noções para enfrentar a batalha pelo emprego, inclusive na elaboração de currículos, legislação trabalhista, competitividade, ética no ambiente de trabalho e empreendedorismo. Todos os participantes do programa recebem ajuda de custo de R$ 100 mensais, até a conclusão do curso.
 

Mais Sobre Política

Everaldo Fogaça ressalta trabalho da Prefeitura durante inauguração de nova unidade de saúde municipal

Everaldo Fogaça ressalta trabalho da Prefeitura durante inauguração de nova unidade de saúde municipal

O vereador Everaldo Fogaça (Republicanos) prestigiou nesta sexta-feira 17.09 a solenidade de entrega da unidade de saúde Ernandes Índio, localizado no

Jair Montes apresenta projeto que pretende incentivar a contratação de menor aprendiz na administração pública

Jair Montes apresenta projeto que pretende incentivar a contratação de menor aprendiz na administração pública

A indicação do deputado Estadual Jair Montes (Avante) ao Governador Marcos Rocha, é para que o mesmo adote a iniciativa de Projeto de Lei, instituin

Presidente Alex Redano discute modelo de faculdade estadual com deputados do Tocantins

Presidente Alex Redano discute modelo de faculdade estadual com deputados do Tocantins

Com a finalidade de trocar informações e experiências de gestão bem sucedidas, o presidente da Assembleia Legislativa, Alex Redano (Republicanos), s

Deputado Léo Moraes repudia quarentena para determinadas categorias

Deputado Léo Moraes repudia quarentena para determinadas categorias

A exigência de quarentena de quatro anos para algumas categorias profissionais concorrerem às eleições, medida aprovada pelo Plenário da Câmara dos