Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

PROFESSOR PROFISSÃO QUE MERECE MUITO MAIS


Desde quando chequei a esta terra e assumi o cargo de professor, sei o quanto é difícil permanecer nesta profissão.

Lembro-me muito bem das lutas à frente do Sintero, sindicato do qual fui presidente por dois mandatos (1997/200 e 2000/2003), visando a valorização profissional dos professores e professoras, bem como dos funcionários de escolas.

O desafio sempre foi muito grande para romper as barreiras da burocracia e praticar de maneira profunda a chamada valorização profissional.

Nesta data estou chamando a atenção das autoridades, através de outdoor, sobre a profissão de professor, que forma profissionais, e que por isso deveria merecer muito mais atenção.

Pode até parecer exagero, mas precisamos de uma regulamentação rigorosa da profissão de professor. Digo isso porque qualquer pessoa, mesmo que não possua a formação necessária, atua na condição de professor, o que pode causar sérios prejuízos à profissão, aos alunos e à sociedade, visto que pessoas não habilitadas estariam assumindo o lugar de um professor.

Por isso defendo a regulamentação urgente da profissão de professor, e junto com ela a fixação de um piso salarial profissional que realmente seja respeitado como piso, e não como teto salarial.

Além da regulamentação da profissão e da fixação do piso salarial, defendo a unificação da jornada de 30 horas semanais para todos os níveis.

E não é só isso: a profissão de professor precisa ser reconhecida como uma atividade desgastante, e por isso faz jus à aposentadoria especial sem vinculo de idade.

Um tempo para descanso, por menor que seja, é considerado fundamental no desempenho da atividade do professor. O professor necessita estar com a mente e corpo sãos para ministrar aulas de qualidade, para entender os problemas dos alunos e ajudar a encontrar soluções.

Hoje é comum encontrarmos professores estressados e com problemas de saúde. Essa situação justifica a concessão de uma licença especial, ainda não prevista em lei, de seis meses a cada dez anos de efetivo exercício de docência.

O professor trabalha com pessoas. Todos nós sabemos o quanto e difícil lidar com o ser humano, atender as diversidades de opiniões, trabalhar com crianças. Tudo isso exige dedicação do professor para que as crianças sejam bem educadas, sejam preparadas para a vida, para o mercado de trabalho, para o futuro.

Para que a educação não seja apenas discursos nas campanhas eleitorais, as autoridades constituídas pelo povo precisam praticar no exercício do mandato as seguintes propostas para os professores:

1.      Piso Salarial Profissional de R$ 1.500,00

2.      Jornada de Trabalho unificada de 30 horas.

3.      Aposentadoria especial sem vinculo de idade

4.      Redução da carga horária em sala de aula

5.      Licença especial de 6 meses a cada 10 anos de serviços

6.      Gratificação de vinculo exclusivo

7.      Gratificação pelo exercício da profissão.    

Jose Wildes de Brito

Professor e Vereador

Mais Sobre Política

Ministério Público realiza reunião sobre os bairros Conceição e Flamboyant após intervenção de Cristiane Lopes

Ministério Público realiza reunião sobre os bairros Conceição e Flamboyant após intervenção de Cristiane Lopes

Após a vereadora Cristiane Lopes (PP) ir até o Ministério Público Estadual (MP/RO), para relatar os problemas das obras de pavimentação dos bairros Fl

Mariana Carvalho apresenta declaração sobre cobertura universal de saúde em assembleia da União Interparlamentar

Mariana Carvalho apresenta declaração sobre cobertura universal de saúde em assembleia da União Interparlamentar

Mais de 1700 parlamentares e parceiros da ONU e da sociedade civil de todo o mundo estão reunidos em Belgrado, na Sérvia, onde acontece a 141ª Assembl

Erro na tabela de vencimentos dos professores volta a ser discutido na Comissão de Educação

Erro na tabela de vencimentos dos professores volta a ser discutido na Comissão de Educação

A Comissão de Educação e Cultura (CEC), da Assembleia Legislativa, se reuniu na manhã desta quarta-feira (16), para deliberar projetos e voltou a di

Liderança na produção do cacau depende da vontade política, aponta debate

Liderança na produção do cacau depende da vontade política, aponta debate

A volta do protagonismo brasileiro na produção de cacau depende de mais investimentos em pesquisa e de ações como o fortalecimento da Comissão Executi