Porto Velho (RO) domingo, 11 de abril de 2021
×
Gente de Opinião

Política

Presidente de Associação de Pais e Alunos denuncia “demissões eleitoreiras” nas escolas estaduais de


O presidente da Associação de Pais e Alunos-APA da escola estadual Petrônio Barcelos, Paulo Sérgio Telles Rabelo fez no último dia 11 uma série de acusações contra integrantes da Secretaria de Estado da Educação-Seduc. Sem mencionar ou responsabilizar o governador Ivo Cassol ou ocupantes de cargos comissionados ou de confiança na Seduc, Rabelo declarou à reportagem, na presença de uma silenciosa testemunha: o vereador Zequinha Araújo (PSDC): "Sob alegação de que alguns diretores de escolas da rede estadual fizeram campanha eleitoral favorável à senadora Fátima Cleide (PT-RO) ou outros candidatos contrários à reeleição do governador Ivo Cassol, a Seduc iniciou uma "caça as bruxas", no mesmo estilo colocado em prática durante os penumbrosos anos Ditadura Militar. A diretora da escola Petrônio Barcelos, Maria das Graças Coelho, e mais outros vinte e quatro diretores de escolas, foram demitidos ou substituídos por pessoas a ocupantes de cargos políticos. Comenta-se que as demissões serão continuadas nos 52 municípios de Rondônia. Os alunos da escola Petrônio Barcelos estão revoltados. Se a demissão não for cancelada vou pedir imediato afastamento da APA.

A diretora demitida, Maria das Graças, disse à reportagem que estava há 19 anos exercendo cargos de vice-diretora e diretora da Petrônio Barcelos. "Fui nomeada para o cargo em 1987, na época do governo Jerônimo Santana. Estava há 14 anos na direção, eleita em votação direta por alunos e professores. Mas o governo Cassol cancelou as eleições de diretores e todos estão sendo nomeados através do QI (quem indica), ou seja, por indicações de políticos ou pelo critério de quem segue melhor a "cartilha" do governo", disse.

Maria das Graças confirmou: "na escola estudam um total de 1.400 alunos. Fui eleita, em 2004, com 95% do total de votos dos alunos e professores. Acho a demissão injusta, prejudicial aos alunos e à comunidade, mas não vou afirmar ou negar que estou sendo alvo de perseguição política", disse.

Dizendo-se "decepcionado", o presidente da APA, Rabelo, concluiu: "Também vou pedir afastamento do cargo porque não vou me curvar diante da nomeação de incompetentes. Quem quiser maiores explicações basta ligar no meu telefone: 3225 9340". Paulo Sérgio Telles Rabelo é sobrinho de um ex-secretário municipal: Gilberto Cavalcante Telles.

Rabelo confirmou à reportagem: além do dinheiro da merenda escolar e de outros repasses dos governos estadual e federal, a escola Petrônio Barcelos recebe, anualmente, mais de R$ 10 mil para a compra de "material permanente e material de consumo". Nos cheques, saques bancários e pagamentos constam assinaturas da professora Maria das Graças, Rabelo e de um "tesoureiro". A reportagem não conseguiu contato telefônico com o governador Ivo Cassol para conhecer a versão do governo estadual. Ficam, portanto, no campo das hipóteses, as respostas sobre os verdadeiros motivos das substituições de diretores de escolas estaduais e a "réplica" às acusações feitas por Rabelo e parcialmente confirmadas por Maria das Graças. Fontes do Tribunal de Contas informaram suspeitas de superfaturamento nas planilhas de custo e reforma de centenas de escolas e contratações ou nomeações de funcionários "fantasmas" na Seduc, uma secretaria que movimentar, por força constitucional, 25% de todo o Orçamento estadual.(A/J)


 

Mais Sobre Política

Deputado Laerte Gomes volta a criticar cartel de laticínios em Rondônia e defender produtores de leite

Deputado Laerte Gomes volta a criticar cartel de laticínios em Rondônia e defender produtores de leite

O deputado estadual Laerte Gomes (PSDB) voltou a criticar o cartel dos laticínios em Rondônia e declarar apoio aos produtores do estado que, segundo

Governança Digital agora é lei; Deputada Mariana Carvalho é uma das autoras

Governança Digital agora é lei; Deputada Mariana Carvalho é uma das autoras

Foi sancionada na última semana a Lei 14.129, que cria o Governo Digital, também chamado de GovTech. A norma é originária de propostas da Frente Dig

Assembleia Legislativa de Rondônia apresenta propostas para contratação de médicos formados no exterior

Assembleia Legislativa de Rondônia apresenta propostas para contratação de médicos formados no exterior

A Assembleia Legislativa decidiu pelo encaminhamento de três propostas para que médicos brasileiros formados no exterior possam ser contratados pelo