Porto Velho (RO) domingo, 24 de janeiro de 2021
×
Gente de Opinião

Política

PRESIDENTE DA ASSEMBLÉIA FAZ VISITAS OFICIAIS AO TJ, TCE E MP


Trabalho harmônico, com respeito e independência. É dessa forma que o presidente da Assembléia Legislativa do Estado, Neodi Oliveira (PSDC), garante que vai conduzir a administração do Poder Legislativo de Rondônia. Ele fez essa afirmativa aos presidentes do Tribunal de Justiça, desembargador Péricles Moreira Chagas; do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Euller Potyguara Pereira de Mello; e ao Procurador-Geral de Justiça em exercício, Ivo Benitez, durante visitas oficiais que realizou ao Poder Constituído e as Instituições na manhã desta quarta-feira (07.02).

Após assumir a presidência da Assembléia Legislativa, Neodi Oliveira tem levado discurso no sentido de que haja independência entre todos os Poderes, mas que a interferência no papel constitucional de cada um não deve acontecer de maneira alguma. “Estamos vivendo um novo tempo. As diferenças acabaram. Temos que pensar no crescimento do Estado, esquecendo as divergências ocorridas até recentemente. Lutar pela harmonia entre os poderes com independência, acredito ser um dos principais objetivos da nossa gestão frente ao Legislativo, para o bem de Rondônia” falou o deputado-presidente do Legislativo.

No Tribunal de Contas, a conversa com o conselheiro Euller Potyguara durou cerca de 40 minutos. Os conselheiros José Gomes de Melo e Davi Dantas da Silva também participaram do encontro e falaram sobre o desejo de desenvolver trabalho conjunto com a Assembléia Legislativa.

O encontro no Ministério Público do Estado aconteceu na Procuradoria Geral de Justiça. Ivo Benitez, Procurador-Geral em exercício, recebeu o presidente da Assembléia Legislativa, Neodi Oliveira, e conversaram cerca de uma hora. Os procuradores de justiça Júlio César do Amara Thomé, corregedor-geral do MP, Gilberto Barbosa Batista dos Santos, José Carlos Vitachi e Abdiel Ramos Figueira, bem como os promotores de justiça Everson Pini e Heverton Aguiar também participaram do encontro.

Com o presidente do Tribunal de Justiça, Péricles Moreira Chagas, a conversa durou cerca de uma hora. O presidente Neodi Oliveira deixou bem claro que é hora de se viver novo tempo. “Estamos implantando um novo ritmo. É nova etapa. Queremos ser parceiros nessa nova caminhada”.

Neodi Oliveira, ao final dos encontros, garantiu que gostou bastante dos diálogos com os chefes do Poder Judiciário e das Instituições Tribunal de Contas e Ministério Público. “Há interesse geral para que o Estado volte a crescer. Ninguém quer alimentar divergências. A paz vai reinar daqui em diante”, previu o parlamentar.

Mais Sobre Política

Presidente Laerte Gomes cria Fundo Especial do Poder Legislativo de Complementação ao Fundo Financeiro do Iperon

Presidente Laerte Gomes cria Fundo Especial do Poder Legislativo de Complementação ao Fundo Financeiro do Iperon

Comandada pelo presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia, Laerte Gomes (PSDB) as duas sessões extraordinárias realizadas na manhã desta segun

Ismael Crispin apoia verba indenizatória para profissionais que atuam no tratamento da Covid-19

Ismael Crispin apoia verba indenizatória para profissionais que atuam no tratamento da Covid-19

Nesta segunda-feira (18), em sessão extraordinária na Assembleia Legislativa, o deputado Ismael Crispin (PSB) votou favorável ao projeto de autoria do

Sancionada lei do deputado Alex Silva que inclui o evento “Marcha para Jesus” no calendário cultural oficial do estado de Rondônia

Sancionada lei do deputado Alex Silva que inclui o evento “Marcha para Jesus” no calendário cultural oficial do estado de Rondônia

Na última terça-feira (12) foi sancionada pelo Governo de Rondônia e publicada no Diário Oficial, a Lei Nº 4.939, de autoria do Deputado Estadual Al

Cirone Deiró defende plano emergencial para o enfrentamento da Covid-19

Cirone Deiró defende plano emergencial para o enfrentamento da Covid-19

Em reunião com o secretário de saúde do estado, Fernando Máximo e o chefe da casa civil, Júnior Gonçalves, o deputado Cirone Deiró cobrou a execução d