Porto Velho (RO) quarta-feira, 16 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Prefeitura já tem plano para ordenar expansão da capital


O Planejamento Estratégico da cidade de Porto Velho válido para os próximos anos poderá ter, entre outros recursos, R$ 130 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A informação é do arquiteto Cleon Ricardo dos Santos, consultor do BID na capital, durante  palestra realizada nesta quinta-feira (7) no auditório do Sinduscon, com a presença do prefeito Roberto Sobrinho e todo o seu secretariado para apresentação do Plano. Na primeira fase de implementação deverão ser investidos cerca de R$ 80 milhões, sendo R$ 40 milhões do BID e R$ 40 milhões como contrapartida da prefeitura. Além do BID, outras fontes de recursos estão sendo articuladas pela prefeitura. Neste sentido, o prefeito Roberto Sobrinho viaja a Brasília na próxima semana para apresentar o plano e buscar recursos.

O consultor do BID e a equipe técnica da Sempla, que trabalham o Plano Estratégico através da metodologia CPD (Condicionantes, deficiências e potencialidades), elegeram como prioridades os seguintes itens: Mobilidade Urbana, Organização Espacial, Recuperação Ambiental, Melhoria da Paisagem Urbana e Recuperação do Patrimônio Histórico. A mobilidade urbana compreende a pavimentação de vias, implantação de corredores para ônibus e ciclovias, regularização do estacionamento de veículos no centro da cidade, construção do anel viário e construção de viadutos na Br-364. A organização espacial trata de aumentar a densidade populacional nos bairros centrais e estimular a utilização dos terrenos urbanos vazios, a implantação de programas de lotes urbanizados e a consolidação dos centros comerciais  e de lazer nos bairros, a relocalização do Porto Graneleiro, a criação do Parque Beira-Rio e a construção de área industrial.

A recuperação ambiental prevê a implantação do Programa de Parques Lineares (drenagem de canais que atravessam PortoVelho), programa de arborização e criação do Horto Municipal. A melhoria da paisagem urbana será incrementada com a padronização das calçadas e apoio para construção de passeios públicos. Finalmente, a recuperação do patrimônio histórico, com a restauração da antiga Câmara Municipal, reforma do antigo Mercado Municipal e recuperação da Vila Candelária.

Roberto Sobrinho disse que o Plano Estratégico ora apresentado contempla apenas alguns aspectos da cidade "tendo em vista que precisamos considerar o endividamento do município, por isso,  tivemos que priorizar algumas áreas, sem deixar de pensar no município como um todo, tanto é, que estamos trabalhando em várias frentes para a viabilização de recursos. Uma delas é tentar a antecipação dos royaties que serão repassados à prefeitura com a construção das hidrelétricas, pois entendemos que é  preciso cuidar da cidade hoje para atender a demanda que virá no futuro", destacou Roberto.

Duas áreas cruciais apontadas pelo prefeito - água tratada e habitação - também fazem parte das ações articuladas pela prefeitura na busca de recursos. No que se refere à ampliação da rede de água tratada, o secretário municipal de Planejamento, Israel Xavier, informou que a prefeitura protocolou um documento junto a Casa Civil da Presidência da República solicitando recursos para investimento nesta área.

Ele explicou que nos municípios em que este serviço é prestado por uma empresa concessionária - em Porto Velho a Caerd - não há possibilidade de investimentos com recursos a fundo perdido,  como a prefeitura estava pleiteando, nem tampouco pelo Ministério da Saúde, "pois onde existem estas empresas concessionárias é de responsabilidade delas investir na ampliação da rede para atendimento à comunidade", esclareceu Israel. Mesmo assim, a prefeitura busca recursos por outras vias a exemplo das emendas parlamentares.
 
Fonte: ASCOM

Mais Sobre Política

ACRE: Eleições da Fieac é marcada por batalhas jurídicas entre candidatos na Justiça do Trabalho

ACRE: Eleições da Fieac é marcada por batalhas jurídicas entre candidatos na Justiça do Trabalho

O processo eleitoral na Federação das Indústrias do Estado do Acre (Fieac), cujo pleito ocorreu nesta segunda-feira (14), foi e está sendo marcado pel

Servidor e Deputado Federal Criticam o Fim do Ministério do Trabalho

Servidor e Deputado Federal Criticam o Fim do Ministério do Trabalho

O Fim do Ministério do Trabalho é Retrocesso, afirma o servidor público Brunno Oliveira.Criado pelo então Presidente Getúlio Vargas em 1930 chega a

Ouvidoria/TCE-RO recebe visita técnica do ouvidor-geral do Estado

Ouvidoria/TCE-RO recebe visita técnica do ouvidor-geral do Estado

Explanação sobre ações desenvolvidas pela Ouvidoria do Tribunal de Contas (TCE-RO) e a possibilidade da oferta de capacitação e orientação ao corpo fu

Deputada Marinha Raupp anuncia implantação do campus avançado do IFRO no Vale do Guaporé

Deputada Marinha Raupp anuncia implantação do campus avançado do IFRO no Vale do Guaporé

Decreto publicado pelo Ministério da Educação autoriza o funcionamento do Campus em São Miguel do Guaporé Cumprindo compromisso firmado com a deputada