Porto Velho (RO) sábado, 28 de maio de 2022
×
Gente de Opinião

Política

Prefeitura esclarece a suspensão do processo de licitação da terceira empresa de ônibus


Em entrevista coletiva à imprensa, na manhã de sexta-feira (17), o secretário Carlos Guttemberg, da Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (Semtran), esclareceu sobre os motivos da suspensão do processo licitatório para a entrada de uma terceira empresa de transporte coletivo em Porto Velho.
 
A Semtran recebeu alguns pedidos de esclarecimentos sobre o processo licitatório por parte de empresas e particulares e todos eles foram atendidos satisfatoriamente. Uma pessoa, porém, resolveu dirigir seus questionamentos diretamente ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) e isso gerou a suspensão do processo de licitação. Entre as solicitações de esclarecimentos listados na Tutela Inibitória encaminhada pelo TCE à Semtran e à Comissão Municipal de Licitação (CML) consta a questão do prazo do contrato. Segundo explicou o secretário, o município tem contrato para a prestação de serviços de transporte coletivo com três empresas. Uma das empresas cessou a prestação de serviços e a vaga propiciou a contratação de uma terceira empresa para atender à população. No contrato, o prazo previsto para a realização dos serviços é de um período de cinco anos. 
A sugestão da Prefeitura para a contratação da nova empresa é de que esse prazo seja estendido, uma vez que em cinco anos uma empresa não consegue obter retorno suficiente dos investimentos de instalação para a prestação dos serviços. Pareceu à Prefeitura que na licitação as empresas já instaladas na região pudessem levar vantagem. A proposta, então, prevê a diferenciação dos prazos para que a terceira empresa pudesse ter prazo mais extenso de operações em relação às outras duas que já operam. Quanto às demais, seus contratos poderiam igualmente ser revistos posteriormente, caso se mostrasse realmente necessário tal procedimento. Ao TCE, porém, pareceu ser mais correto que os prazos continuem estabelecidos em conformidade ao contrato vigente. 
 
Outro ponto sobre o qual foi pedido esclarecimento refere-se à questão de endereços das empresas. Há no edital do certame, no item 9.14.2, a obrigatoriedade da comprovação de local adequado para manobras, garagem e outros detalhes. Esse item está assim registrado no documento: “Apresentar compromisso formal de dispor, desde o início da operação, para uso exclusivo do sistema de transporte coletivo de passageiros de Porto Velho, de imóvel fechado, próprio ou alugado, para guarda, operação e manutenção dos veículos que compõem a frota alocada à concessão”. Embora pareça à prefeitura que a expressão “desde o início da operação” seja suficiente para esclarecer que essa obrigatoriedade se refere ao momento em que a empresa vencedora iniciar a prestação de serviços, o TCE entende que o texto não é bastante claro e possibilita a depreensão da obrigatoriedade de endereço atrelado ao momento da inscrição para o certame, o que inviabilizaria a participação de empresas que já não dispusessem dessa estrutura e não estivessem já radicadas na cidade. 
 
De acordo com Gutemberg, são seis os pedidos de esclarecimentos constantes na Tutela Inibitória, todo se referem a pontos que pareçam pouco claros no texto, o prazo para cumprimento da suspensão é de 5 dias e o prazo para que as informações sejam passadas e os pontos esclarecidos ao TCE é de quinze dias. A prefeitura já efetuou a suspensão do processo e o debate sobre os pontos levantados se iniciam na próxima semana, pelos técnicos da Prefeitura. “Vamos cumprir os prazos e em breve esperamos retomar o processo licitatório para a contratação de uma terceira empresa de transporte coletivo em nossa cidade. Isso é uma importante meta do nosso prefeito e uma urgente necessidade da população”, concluiu o secretário. 
 
Fonte: Renato Menghi

Mais Sobre Política

Presidente Alex Redano diz que Sessão Itinerante na Rondônia Rural Show aproxima o Legislativo da população

Presidente Alex Redano diz que Sessão Itinerante na Rondônia Rural Show aproxima o Legislativo da população

O presidente da Assembleia Legislativa, Alex Redano (Republicanos), disse que a realização da Sessão Itinerante em Ji-Paraná, durante a 9ª edição da

Comissão Geral da Assembleia discute desenvolvimento do agronegócio e o futuro da Rondônia Rural Show

Comissão Geral da Assembleia discute desenvolvimento do agronegócio e o futuro da Rondônia Rural Show

Durante a comissão geral em que foi transformada a Sessão Itinerante da Assembleia Legislativa nesta quinta-feira, 26, realizada durante a Rondônia

Proposta pelo deputado Laerte Gomes solenidade realizada na 9ª RRS outorga Medalhas do Mérito Legislativos a membros da PRF, PM e PC

Proposta pelo deputado Laerte Gomes solenidade realizada na 9ª RRS outorga Medalhas do Mérito Legislativos a membros da PRF, PM e PC

Durante a Sessão Itinerante da Assembleia Legislativa realizada na 9ª edição da Rondônia Rural Show Internacional 2022, nesta quinta-feira (26), no

Iniciada obra das novas passarelas na BR 364 com recursos indicados por Mariana Carvalho

Iniciada obra das novas passarelas na BR 364 com recursos indicados por Mariana Carvalho

Foi iniciada a obra de construção da primeira de seis passarelas que serão erguidas sobre a BR 364, no trecho urbano de Porto Velho. As novas traves