Porto Velho (RO) segunda-feira, 16 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Prefeitura discute proposta curricular para ensino na zona rural


 
Construir uma grade curricular com a “cara” do campo. Essa é a proposta do Terceiro Seminário de Educação do Campo realizado pela prefeitura de Porto Velho, no Teatro Banzeiros. O evento, coordenado pela Divisão de Ensino Rural, do Departamento de Educação, da Secretaria Municipal de Educação (Semed), foi aberto nesta quarta-feira, 17, pelo prefeito Roberto Sobrinho e encerra na sexta-feira, 19. A solenidade contou com a presença de professores e profissionais da educação da zona rural e dos 137 delegados eleitos nas fases preparatórias ao seminário ocorridas nos distritos de Extrema, São Carlos, Calama e Porto Velho.

Além do prefeito,participaram da abertura a secretária Fátima Ferreira (Educação); a chefe da Divisão de Ensino Rural da Semed, Maísa de Oliveira; a presidente do Conselho Municipal de Educação, Ieda Balieiro; e a vereadora e deputada estadual eleita, Epifânia Barbosa, ex-secretária municipal de Educação.

A secretária da Educação adiantou que o objetivo é a ampliação e qualificação da oferta de educação básica (anos iniciais) para as populações do campo, nas escolas da rede municipal de ensino. “De acordo com o Plano Nacional de Educação, a educação do campo será realizada através da oferta de informação inicial e continuada de profissionais da área, a garantia de condições de infraestrutura e transporte escolar, bem como de materiais e livros didáticos, equipamentos, laboratórios, biblioteca e áreas de lazer e desporto adequados ao projeto políticopedagógico e em conformidade com a realidade local e a diversidade das populações locais”, explicou.


Formação de profissionais

Os princípios que norteiam a proposta são: respeito à diversidade do campo, incentivo à formulação de projetos políticopedagógico específicos, desenvolvimento de políticas de formação de profissionais da educação, valorização da identidade da escola do campo e controle social da qualidade da educação escolar. Para o prefeito Roberto Sobrinho, a educação no campo tem características e necessidades próprias para o aluno do campo no seu espaço cultural, sem abrir mão de sua pluralidade como fonte de conhecimento em diversas áreas. “Essa proposta curricular tem que focar a realidade dos alunos, mas também não podemos esquecer de incluir na discussão, as novas ferramentas que surgem, principalmente no que diz respeito a informática, como é o caso da internet. Precisa-se chegar a um denominador comum de como esses alunos irão acessar a internet lá na zona rural”, sugeriu o prefeito.

Roberto Sobrinho fez ainda um breve balanço das ações da prefeitura na educação rural, como reforma e construção de escolas e qualificação dos profissionais da área. Ele citou ainda as Ordem de Serviço assinada na última sexta-feira, 12, para a reforma e ampliação da Escola Municipal Maria Jacira, no distrito de Nova Califórnia, as quadras esportivas que serão construídas em Vista Alegre do Abunã e Extrema. E aproveitou a ocasião para anunciar mais uma novidade. “Estou estudando a situação da escola de Fortaleza do Abunã para saber se é mais viável reformar ou construir um novo prédio”, revelou.

A chefe da Divisão de Ensino Rural da prefeitura de Porto Velho, Maísa de Oliveira, explicou que a construção da proposta curricular para o campo, iniciada em 2006, está sendo feita em conjunto com os educadores de todas as modalidades, segmentos, projetos, disciplinas e regiões da capital onde a educação do campo está presente. “Todos eles tiveram acesso à propostas apresentadas nas outras etapas e agora, nesses três dias eles se reunião para analisar cada uma e decidir o que permanece ou o que sai”, disse.

Ao final da solenidade de abertura, o prefeito Roberto Sobrinho, a secretária Fátima Ferreira e a vereadora Epifânia Barbosa foram homenageados pela coordenação do seminário com a entrega de uma cesta de verduras e frutas.

Fonte: Joel Elias
 

Mais Sobre Política

Biometria obrigatória encerrará no mês de setembro, em oito municípios de Rondônia

Biometria obrigatória encerrará no mês de setembro, em oito municípios de Rondônia

A Justiça Eleitoral em Rondônia encerrará, no mês de setembro de 2019, a última fase do processo de revisão biométrica do eleitorado do estado, com co

Cristiane Lopes fiscaliza demandas de Extrema e União Bandeirantes

Cristiane Lopes fiscaliza demandas de Extrema e União Bandeirantes

A vereadora Cristiane Lopes (PP) esteve nos Distritos de União Bandeirantes e Extrema para realizar o levantamento das demandas dos moradores das comu

Rondônia é o primeiro estado do Brasil a implementar Programa Criança Protegida

Rondônia é o primeiro estado do Brasil a implementar Programa Criança Protegida

Em busca de efetivar políticas públicas que, de fato, beneficiem a sociedade rondoniense, o governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, e a primeira

Assembleia Legislativa aprova lei que garante o piso nacional aos professores da rede estadual

Assembleia Legislativa aprova lei que garante o piso nacional aos professores da rede estadual

Em duas votações, a Assembleia Legislativa aprovou, por unanimidade, na sessão desta terça-feira (10), o Projeto de Lei Complementar 31/19, de autor