Porto Velho (RO) sexta-feira, 17 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política

Prefeitura apresenta Projeto Emergencial para atender vítimas das enchentes


A prefeitura de Porto Velho apresentou o Projeto  Proteger que será desenvolvido por todas as secretarias municipais, num mutirão de assistência social aos desabrigados pelas enchentes nesta época de chuvas fortes.

O projeto foi apresentado oficialmente nesta terça feira, 09, em reunião com os representantes das secretarias de Assistência Social, Saúde, Serviços Públicos, Agricultura, Trânsito, Regularização Fundiária, Meio Ambiente, Emdur, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros. Eles fazem agora, parte de um comitê montado para trabalhar especificamente no atendimento aos desabrigados.

Durante os próximos quatro meses, o comitê de assistência vai atender a todas as famílias que tiverem necessidade de abrigos ou qualquer tipo de assistência, independente da condição social, conforme determina a Lei Orgânica do Município referente à Assistência Social.

A prefeitura está oferecendo dois tipos de abrigos: Os ginásios que alojam as famílias temporariamente e o auxilio moradia, em que a prefeitura paga o aluguel de um local durante um período até que a família tenha condições de retornar para sua casa.

O comitê também já está consultando a Procuradoria Geral do Município sobre a possibilidade de se criar um fundo para atender as necessidades das famílias desabrigadas neste período de inverno amazônico e que ocorre todos os anos.

As equipes que vão participar do Projeto Proteger vão ser treinadas através de palestras e oficinas para lidar com as diversas situações que aparecem num momento de crise.

O projeto também já definiu as áreas de maior risco nesta temporada de chuva, inclusive na região ribeirinha.  Segundo a secretária de Assistência Social, Benedita do Nascimento, a prioridade é atender as famílias em tudo o que for possível, do abrigo à alimentação. "A prefeitura de Porto Velho não tem medido esforços para atender a demanda das enchentes, os desmoronamentos  e as situações de risco social destas famílias atingidas pelas enchentes. O projeto Proteger também quer orientar as comunidades atingidas através de contato direto com as famílias, sobre o que fazer nestas situações para evitar maiores transtornos. Para isso  contamos com o apoio de todas as nossas secretarias e dos nossos parceiros como, as igrejas e centros comunitários",  finalizou Benedita.
 
 
 
 


ASCOM

Mais Sobre Política

AROM retira, na Justiça, exigência que paralisa transporte escolar

AROM retira, na Justiça, exigência que paralisa transporte escolar

Em uma atuação inédita do movimento municipalista, a Associação Rondoniense de Municípios – AROM conquistou uma liminar favorável aos 52 municípios do

Dívida do extinto Banco do Estado de Rondônia é prolongada por 240 meses

Dívida do extinto Banco do Estado de Rondônia é prolongada por 240 meses

 Uma nova pactuação entre o governo de Rondônia e a União, tendo como interveniente o Banco do Brasil, foi assinada na tarde desta quarta-feira (15) p

Seminário vai discutir implantação do Patronato Penitenciário em Porto Velho

Seminário vai discutir implantação do Patronato Penitenciário em Porto Velho

O Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio do Centro de Apoio Operacional de Políticas Penitenciárias e Execução Penal (CAOP-PPEP), realiza