Porto Velho (RO) quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020
×
Gente de Opinião

Política

Por intermédio de Fátima e Valverde Basa libera R$ 18 milhões para cooperativa


A senadora Fátima Cleide e o deputado federal Eduardo Valverde participaram na última quinta-feira da assinatura do contrato entre o Banco da Amazônia e a Cooperativa de Rondoniense de Carnes - Cooperocarne, de Pimenta Bueno, no valor de R$ 18 milhões a serem liberados imediatamente para a conclusão da instalação do frigorífico da cooperativa.

A cooperocarne teve início em 2003 com 168 produtores rurais cooperados que se uniram devido a diversos problemas detectados pelos criadores, tais como falta de uma indústria de qualidade, custo da arroba e a falta de união por parte dos criadores.

O pecuarista Euvaldo Foroni decidiu então criar a cooperativa, segundo ele, devido a experiências de sucesso obtidas a partir do modelo de cooperativas de crédito que já haviam sido implantadas em  Rondônia, "nós percebemos que criando uma indústria de qualidade, visando  principalmente o mercado externo, conseguiríamos resolver o problema dos pecuaristas da região Centro-Sul de Rondônia", declarou Foroni.

Para a senadora Fátima Cleide, que há cerca de 4 meses foi informada das dificuldades que os cooperados estavam tendo para conseguirem liberarem o financiamento, a união foi o fator preponderante para a entrada do Banco da Amazônia no negócio, "ao ser informada por minha assessoria das dificuldades, procurei me inteirar melhor sobre o assunto e ao perceber que se tratava de um empreendimento sério e que conta um um grande número de pecuaristas  comprometidos também com o desenvolvimento social da região, mantive uma série de conversas com a diretoria do Basa e juntamente com o deputado federal Eduardo Valverde buscamos a liberação desse financiamento, que é de grande importância para toda a região Centro-Sul do Estado", afirmou a senadora na solenidade.

O deputado Eduardo Valverde também enfatizou o fator união, "é com parcerias entre pessoas sérias e comprometidas que conseguiremos fazer o Estado crescer e desenvolver. Fico feliz por essa iniciativa e estamos à disposição para apoiar outras", destacou Valverde.

Atualmente 481 produtores, dos municípios de Pimenta Bueno, Cacoal, Espigão do Oeste, Vilhena, Chupinguaia, Rolim de Moura, Alta Floresta, Ji-Paraná, São Miguel, Alvorada do Oeste, Nova Brasilândia, Santa Luzia, São Felipe e Parecis fazem parte da Cooperocarne, que tem como perspectiva inicial a geração de 430 empregos diretos e aproximadamente dez mil empregos indiretos, com um abate inicial de 750 cabeças de gado por dia, "isso tudo montado em uma moderna planta que permite a ampliação para até 1.500 cabeças dia em dois turnos", complementou o pecuarista que também é presidente da cooperativa. O valor total do empreendimento é de R$ 28 milhões, sendo que R$ 10 milhões foram investidos pelos próprios associados.

Quebra de paradigmas – O pecuarista Euvaldo Foroni destacou que a Cooperocarne, de início, quebrou uma série de paradigmas, entre eles o de que pecuaristas não se unem, "isso não é verdade. Em pouco tempo conseguimos ampliar o número de associados porque todos vislumbraram que temos potencial e produtos de qualidade. O que nos faltava era exatamente uma empresa, 100 por cento rondoniense e comprometida com o Estado que pudesse industrializar nossos produtos. Agora nós temos isso", acrescentou.

A Cooperocarne deve iniciar suas atividades em seis meses e em um ano estará exportando carne de Rondônia para o mercado externo. Para Fátima Cleide, iniciativas como essa, irão ajudar no desenvolvimento de Rondônia, "gostaria de parabenizar todos os associados da Cooperocarne pela sua persistência e por acreditar, acima de tudo, que realizações como essa são possíveis através da união.  Essa indústria vai gerar riquezas para toda a região e melhorar a vida de muitos que encontravam-se sem perspectivas de emprego. Gostaria de ressaltar que a liberação desse financiamento é uma decisão do Governo Federal, que tem compromisso com o social e com o desenvolvimento do setor produtivo deste País", finalizou a senadora.

Fonte: Alan Alex

Mais Sobre Política

Vereadora Cristiane Lopes cobra finalização dos trabalhos na rua Dois Irmãos, bairro Lagoinha

Vereadora Cristiane Lopes cobra finalização dos trabalhos na rua Dois Irmãos, bairro Lagoinha

A vereadora Cristiane Lopes (PP) esteve novamente na rua Dois Irmãos, bairro Lagoinha, zona Leste da cidade para fiscalizar os trabalhos realizado

Deputado Laerte Gomes abre ano legislativo mostrando economia de R$ 50 milhões na Assembleia

Deputado Laerte Gomes abre ano legislativo mostrando economia de R$ 50 milhões na Assembleia

Durante a sessão solene que marcou a abertura dos trabalhos legislativos de 2020, na tarde desta terça-feira (18), no Plenário das Deliberações, o p

Ato cívico marca primeiro hasteamento da bandeira da Assembleia Legislativa, escolhida via concurso público

Ato cívico marca primeiro hasteamento da bandeira da Assembleia Legislativa, escolhida via concurso público

O presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB), comandou na manhã desta terça-feira (18), o ato cívico de introdução da bandeira do Par

Em entrevista, presidente Laerte Gomes destaca Reforma Administrativa na Assembleia

Em entrevista, presidente Laerte Gomes destaca Reforma Administrativa na Assembleia

Em entrevista à Rádio Parecis, concedida nesta segunda-feira (17), o presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB), destacou o projeto d