Porto Velho (RO) quarta-feira, 24 de abril de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Por intermédio de Fátima e Valverde Basa libera R$ 18 milhões para cooperativa


A senadora Fátima Cleide e o deputado federal Eduardo Valverde participaram na última quinta-feira da assinatura do contrato entre o Banco da Amazônia e a Cooperativa de Rondoniense de Carnes - Cooperocarne, de Pimenta Bueno, no valor de R$ 18 milhões a serem liberados imediatamente para a conclusão da instalação do frigorífico da cooperativa.

A cooperocarne teve início em 2003 com 168 produtores rurais cooperados que se uniram devido a diversos problemas detectados pelos criadores, tais como falta de uma indústria de qualidade, custo da arroba e a falta de união por parte dos criadores.

O pecuarista Euvaldo Foroni decidiu então criar a cooperativa, segundo ele, devido a experiências de sucesso obtidas a partir do modelo de cooperativas de crédito que já haviam sido implantadas em  Rondônia, "nós percebemos que criando uma indústria de qualidade, visando  principalmente o mercado externo, conseguiríamos resolver o problema dos pecuaristas da região Centro-Sul de Rondônia", declarou Foroni.

Para a senadora Fátima Cleide, que há cerca de 4 meses foi informada das dificuldades que os cooperados estavam tendo para conseguirem liberarem o financiamento, a união foi o fator preponderante para a entrada do Banco da Amazônia no negócio, "ao ser informada por minha assessoria das dificuldades, procurei me inteirar melhor sobre o assunto e ao perceber que se tratava de um empreendimento sério e que conta um um grande número de pecuaristas  comprometidos também com o desenvolvimento social da região, mantive uma série de conversas com a diretoria do Basa e juntamente com o deputado federal Eduardo Valverde buscamos a liberação desse financiamento, que é de grande importância para toda a região Centro-Sul do Estado", afirmou a senadora na solenidade.

O deputado Eduardo Valverde também enfatizou o fator união, "é com parcerias entre pessoas sérias e comprometidas que conseguiremos fazer o Estado crescer e desenvolver. Fico feliz por essa iniciativa e estamos à disposição para apoiar outras", destacou Valverde.

Atualmente 481 produtores, dos municípios de Pimenta Bueno, Cacoal, Espigão do Oeste, Vilhena, Chupinguaia, Rolim de Moura, Alta Floresta, Ji-Paraná, São Miguel, Alvorada do Oeste, Nova Brasilândia, Santa Luzia, São Felipe e Parecis fazem parte da Cooperocarne, que tem como perspectiva inicial a geração de 430 empregos diretos e aproximadamente dez mil empregos indiretos, com um abate inicial de 750 cabeças de gado por dia, "isso tudo montado em uma moderna planta que permite a ampliação para até 1.500 cabeças dia em dois turnos", complementou o pecuarista que também é presidente da cooperativa. O valor total do empreendimento é de R$ 28 milhões, sendo que R$ 10 milhões foram investidos pelos próprios associados.

Quebra de paradigmas – O pecuarista Euvaldo Foroni destacou que a Cooperocarne, de início, quebrou uma série de paradigmas, entre eles o de que pecuaristas não se unem, "isso não é verdade. Em pouco tempo conseguimos ampliar o número de associados porque todos vislumbraram que temos potencial e produtos de qualidade. O que nos faltava era exatamente uma empresa, 100 por cento rondoniense e comprometida com o Estado que pudesse industrializar nossos produtos. Agora nós temos isso", acrescentou.

A Cooperocarne deve iniciar suas atividades em seis meses e em um ano estará exportando carne de Rondônia para o mercado externo. Para Fátima Cleide, iniciativas como essa, irão ajudar no desenvolvimento de Rondônia, "gostaria de parabenizar todos os associados da Cooperocarne pela sua persistência e por acreditar, acima de tudo, que realizações como essa são possíveis através da união.  Essa indústria vai gerar riquezas para toda a região e melhorar a vida de muitos que encontravam-se sem perspectivas de emprego. Gostaria de ressaltar que a liberação desse financiamento é uma decisão do Governo Federal, que tem compromisso com o social e com o desenvolvimento do setor produtivo deste País", finalizou a senadora.

Fonte: Alan Alex

Mais Sobre Política

Assembleia aprova matérias do TJ, abre crédito suplementar para Executivo e autoriza cargos na Caerd

Assembleia aprova matérias do TJ, abre crédito suplementar para Executivo e autoriza cargos na Caerd

Em sessão extraordinária na noite desta terça-feira, 23, a Assembleia Legislativa de Rondônia aprovou matérias do Tribunal de Justiça  e do Poder Ex

BR-319: Acir Gurgacz comemora retomada das obras de manutenção

BR-319: Acir Gurgacz comemora retomada das obras de manutenção

O senador Acir Gurgacz comemorou (PDT-RO), nesta terça-feira(23), a retomada das obras de manutenção da BR-319, que liga Porto Velho (RO) a Manaus (AM

Vereador Palitot questiona contratos de transporte escolar fluvial

Vereador Palitot questiona contratos de transporte escolar fluvial

O professor Aleks Palitot participou na manhã desta segunda-feira (22) de uma audiência convocada pela presidência da casa com o objetivo de discuti

Jair Montes faz grave denúncia envolvendo diretora do Detran

Jair Montes faz grave denúncia envolvendo diretora do Detran

O deputado Jair Montes (PTC), na sessão desta terça-feira (23), fez graves denúncias contra a diretora adjunta do Detran rondoniense. Ele disse ser