Porto Velho (RO) quarta-feira, 20 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Política

PMDB confirma pré-candidatura de Confúcio e Raupp ao Senado, e de Maurão ao governo



Durante entrevista coletiva concedida na manhã desta sexta-feira (12), na sede do PMDB, em Porto Velho, o presidente do diretório estadual do partido, Tomás Correia, anunciou que o governador Confúcio Moura (PMDB) foi convidado a ser pré-candidato ao Senado pela legenda, e de início aceitou. O outro pré-candidato ao Senado é o senador Valdir Raupp (PMDB). Tomás Correia também confirmou a pré-candidatura do presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PMDB) ao governo.PMDB confirma pré-candidatura de Confúcio e Raupp ao Senado, e de Maurão ao governo - Gente de Opinião

Tomás Correia explicou aos jornalistas que, juntamente com Valdir Raupp, esteve na quinta-feira (11) em Ariquemes, com o governador, e sabendo do desejo de Confúcio em disputar o Senado, apresentou o convite para que ele seja pré-candidato pelo PMDB. “Ele disse que em princípio aceita, e que fará ajustes no governo e também uma avaliação do cenário político”, acrescentou.

Valdir Raupp disse que mantém um relacionamento de longa data com o governador, citando que iniciou na vida pública há 35 anos, sempre reforçando os pedidos para que Confúcio fosse candidato. ”Foi assim quando ele concorreu pela primeira vez a deputado federal e quando se candidatou ao governo pela primeira vez. Ele chegou a sair da convenção para voltar para Ariquemes. Eu telefonei para ele e o encontrei no Candeias. Pedi que ele voltasse, garantindo que ele seria o candidato do PMDB. Ele voltou, renunciou à Prefeitura de Ariquemes e ganhou a eleição”, lembrou.

Ainda de acordo com Valdir Raupp, estava havendo muitas conversas de que Confúcio Moura deixaria o PMDB e que estava havendo uma debandada no partido. Segundo ele, a entrevista coletiva coloca um ponto final à questão. “Temos dois pré-candidatos ao Senado e um pré-candidato ao governo, que é o deputado Maurão de Carvalho”, destacou.

Maurão disse que o anúncio feito por Tomás Correia e Valdir Raupp é importante, porque a todo o momento apareciam comentários fomentados por outros pré-candidatos, sobre uma possível saída de Confúcio do PMDB. “Disseram até mesmo que eu estaria deixando o partido. Eu recebi alguns convites, aos quais agradeço. Mas o momento é de fortalecer a legenda”, acrescentou.

Ele lembrou que ingressou no PMDB com a garantia de que seria pré-candidato ao governo, feita por Raupp, Tomás Correia e Confúcio, e que isso se concretizou. “Não resta dúvidas de que o compromisso está sendo cumprido. E agora Confúcio Moura, se quiser, disputará o Senado no partido”, acrescentou Maurão.

Valdir Raupp e Tomás Correia disseram ser importante dar continuidade ao trabalho que o governador Confúcio Moura vem desenvolvendo em Rondônia. Para eles, isso será possível trabalhando para eleger um pré-candidato do PMBD. “Maurão tem todo nosso apoio. Desde Jerônimo Santana, só deixamos de lançar candidatura própria uma vez, quando nosso pré-candidato desistiu na véspera da convenção, para apoiar outro nome”, lembrou.

O deputado Edson Martins (PMDB) disse que o assunto de uma eventual saída de Confúcio do partido vinha ganhando corpo, e que agora o assunto estava esclarecido. “O governador não sairia do lado de pessoas que sempre estiveram com ele”, citou.

O deputado Jean Oliveira (PMDB) afirmou que o PMDB tem feito muito bem para Rondônia, e que isso está sendo reconhecido. “Nesse momento de crise pela qual o Brasil passa, o Estado se mantém firme. Isso precisa continuar”, destacou.

Mais Sobre Política

Curso avançado vai garantir resultados mais eficientes nas perícias criminais de Rondônia

Rondônia foi um dos 15 estados brasileiros que enviaram representante para o curso avançado em Fortaleza

Infraestrutura tecnológica do TJRO garante rede mesmo com indisponibilidade da OI

Infraestrutura tecnológica do TJRO garante rede mesmo com indisponibilidade da OI

Todos os estabelecimentos que dependem dos serviços da OI nessas cidades ficaram off-line durante horas até a empresa sanar os problemas.

Desembargadores do TJ-RO explicam sobre mudanças administrativas

Possibilidade de convocação de aprovados no concurso fica para o próximo ano