Porto Velho (RO) quarta-feira, 16 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

PF REMETE À JUSTIÇA 5º INQUÉRITO SOBRE IRREGULARIDADES NA ALE/RO


Na manhã de hoje, 29, a Polícia Federal em Rondônia remeteu ao Tribunal de Justiça o quinto Inquérito Policial concluído pela PF que apura irregularidades praticadas na Assembléia Legislativa de Rondônia (Ale/RO). As investigações levaram ao indiciamento de 13 pessoas, inclusive do presidente da Ale/RO à época, acusadas de causar um prejuízo ao erário público estimado em cerca de R$ 674 mil.

Desta vez, foi o Inquérito Policial nº 262/05-SR/DPF/RO, instaurado para apurar os valores recebidos por serviços que não foram efetivamente prestados pela empresa Capri Marketing, Consultoria e Informática Ltda à Ale/RO.

Esse Inquérito Policial foi instaurado em 19/07/2005, após cumprimento de mandado de busca e apreensão expedido pelo Tribunal de Justiça do Estado, na sede da Ale/RO. Na ocasião foram apreendidos diversos documentos que indicavam a ocorrência de fraudes na contratação e no pagamento de fornecedores daquele poder.

Segundo as investigações, dentre outras ilegalidades, a empresa teria recebido altos valores da Ale/RO pela suposta prestação de serviço de Telemarketing. O desvio de recursos públicos ocorreu quando a Ale/RO, na gestão do deputado Carlão de Oliveira, promoveu uma licitação para a contratação de um serviço "0800". A empresa Capri foi a única que participou da licitação e saiu vencedora. Apesar de adjudicado o objeto do contrato, o serviço contratado nunca foi prestado, conforme demonstraram as provas.

O laudo pericial realizado no processo de licitação n° 163/2004 constatou que o serviço de "0800" nunca existiu. O laudo constatou ainda diversas irregularidades, como notas fiscais sem data de emissão, nota fiscal com data de emissão posterior à data do pagamento, todas as notas fiscais sem o ateste de recebimento do bem ou prestação do serviço, notas fiscais usadas para pagamento em mais de uma data nos pagamentos efetuados à empresa Capri pela Ale/RO. As conclusões apontam que o dinheiro desviado foi apropriado por membros da organização criminosa investigada.

Fonte: PF

Mais Sobre Política

ACRE: Eleições da Fieac é marcada por batalhas jurídicas entre candidatos na Justiça do Trabalho

ACRE: Eleições da Fieac é marcada por batalhas jurídicas entre candidatos na Justiça do Trabalho

O processo eleitoral na Federação das Indústrias do Estado do Acre (Fieac), cujo pleito ocorreu nesta segunda-feira (14), foi e está sendo marcado pel

Servidor e Deputado Federal Criticam o Fim do Ministério do Trabalho

Servidor e Deputado Federal Criticam o Fim do Ministério do Trabalho

O Fim do Ministério do Trabalho é Retrocesso, afirma o servidor público Brunno Oliveira.Criado pelo então Presidente Getúlio Vargas em 1930 chega a

Ouvidoria/TCE-RO recebe visita técnica do ouvidor-geral do Estado

Ouvidoria/TCE-RO recebe visita técnica do ouvidor-geral do Estado

Explanação sobre ações desenvolvidas pela Ouvidoria do Tribunal de Contas (TCE-RO) e a possibilidade da oferta de capacitação e orientação ao corpo fu

Deputada Marinha Raupp anuncia implantação do campus avançado do IFRO no Vale do Guaporé

Deputada Marinha Raupp anuncia implantação do campus avançado do IFRO no Vale do Guaporé

Decreto publicado pelo Ministério da Educação autoriza o funcionamento do Campus em São Miguel do Guaporé Cumprindo compromisso firmado com a deputada