Porto Velho (RO) segunda-feira, 21 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Para presidente da OAB é prematuro acusar os Cinta Larga por assassinato


Agência O GloboBRASÍLIA - O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Rondônia, Hélio Vieira, disse nesta terça-feira que ainda é cedo para falar do envolvimento de índios da etnia Cinta Larga no assassinato do advogado Valter Nunes na última sexta-feira , em Cacoal, em Rondônia.- Nós não temos nenhuma informação da Polícia Civil de que os índios estão envolvidos. A OAB está aguardando um pronunciamento oficial do delegado de policia e do promotor que está acompanhando o caso - disse Vieira.O presidente da OAB-RO fez a ressalva de que a polícia não descarta essa hipótese. No dia 21 de março, outro advogado sofreu uma tentativa de homicídio. Dois pistoleiros entraram no escritório de Zílio Cézar, mas foram imobilizados e presos. Na cadeia, eles disseram ter agido a mando de um cacique cinta larga. O índio foi acusado de ter pago R$ 15 mil aos matadores e também está preso.- Realmente, os pistoleiros tentaram matá-lo, e o inquérito chegou à conclusão do envolvimento do índio. Mas a questão do Valter Nunes, a polícia ainda está investigando - disse Vieira.Segundo ele, o advogado estava cuidando do caso de Zílio Cézar, quando foi assassinado a tiros por três homens encapuzados.De acordo com o representante indígena do Fórum das Organizações do Povo Paité-Suruí de Rondônia Henrique Suruí, o assassinato do advogado Valter Nunes está preocupando a população indígena de Cacoal.- Estamos passando um período muito difícil no município. A população está revoltada contra a comunidade indígena e isso é muito ruim pra nós. Estamos pedindo para a Funai mandar uma comissão de procuradores e uma de direitos humanos para investigar bem isso porque nós não queremos que seja falado o nome do povo indígena sem saber quem foi o mandante do assassinato - disse ele.Ainda de acordo com o índio suruí, a polícia precisa trabalhar nas investigações para que os verdadeiros culpados sejam responsabilizados.- Se um índio for culpado, então fale o nome dele, mas para isso nós pedimos que a Justiça investigue bem.

Mais Sobre Política

ASSEMBLEIA PODE PAVIMENTAR CAMINHO DE MARCOS ROGÉRIO AO GOVERNO EM 2022

ASSEMBLEIA PODE PAVIMENTAR CAMINHO DE MARCOS ROGÉRIO AO GOVERNO EM 2022

Pode começar já na eleição da mesa diretora da Assembleia a caminhada eleitoral do senador eleito Marcos Rogério ao governo do estado, na sucessão de

Rondônia: Deputado eleito percorrerá mais de 370 quilômetros de bicicleta para participar de sua posse

Rondônia: Deputado eleito percorrerá mais de 370 quilômetros de bicicleta para participar de sua posse

Disposto a promover projeto de interesse coletivo, deputado eleito Jhony Paixão lança desafio pessoal    O deputado estadual eleito Jhony Paixão (PR

Rondônia: Cursos da Escola do Legislativo reiniciam em fevereiro

Rondônia: Cursos da Escola do Legislativo reiniciam em fevereiro

Escola está de mudança para a nova sede, mais ampla e funcional que a atualA Escola do Legislativo deve iniciar o ano letivo na segunda quinzena de

QUANDO AS MULHERES ERAM OBEDIENTES

QUANDO AS MULHERES ERAM OBEDIENTES

No meio de tudo isto, verifico que a injustiça, geralmente, caminha à frente da justiça.