Porto Velho (RO) sábado, 23 de janeiro de 2021
×
Gente de Opinião

Política

Para Cassol e parlamentares,


Eles acreditam que Gasoduto Urucu-Porto Velho é a melhor opção para o problema de energia

A assinatura do contrato para a construção da linha de transmissão Jauru Vilhena, firmado no início desta semana entre o governo federal e empreiteiras, deixou insatisfeito o governador de Rondônia, Ivo Cassol, e parte da bancada do Estado no Congresso. Eles acreditam que a interligação do sistema elétrico de Rondônia ao Sistema Integrado Nacional (SIN) provocará prejuízos ao estado e poderá provocar o aumento da conta de luz da população.

Em recente declaração à imprensa de Rondônia, Cassol queixou-se do direcionamento de investimentos feitos pela estatal Petrobras na Bolívia ao invés de priorizar a construção de um pólo petroquímico que viabilize a construção do Gasoduto Urucu-Porto Velho.

Em Brasília, a atitude do governo foi duramente criticada pela bancada do estado. A deputada Marinha Raupp (PMDB) prometeu adotar medidas para impedir a continuidade do acordo. "Entramos com um pedido de reexame, requerendo que o ministro notifique a ANEEL para que não formalize o contrato de prestação de serviço", disse a parlamentar.                                                                                             

Para Marinha Raupp a implantação do SIN, inviabializará o projeto de construção do Gasoduto Urucu-Porto Velho que possibilitaria a substituição do óleo diesel nas termoelétricas pelo gás natural que tem menor potencial poluidor.

Defensor do gasoduto, o senador Valdir Raupp (PMDB) acredita que o fornecimento de energia elétrica estará mais bem distribuído no estado se o Gasoduto Urucu-Porto Velho tiver suas obras iniciadas ainda neste ano. "O Brasil vive humilhado pela Bolívia, que comanda a política do gás para nós, enquanto as reservas de Urucu são desperdiçadas", disse.

O deputado Moreira Mendes (PPS) afirmou que a assinatura do contrato representa um desrespeito com a população de Rondônia que há alguns anos luta para ter sua independência na produção de energia. "Não há necessidade, não há justificativa do governo", reclamou.

Em sintonia com o discurso de Cassol, Moreira Mendes criticou o relacionamento da Petrobras com a Bolívia, com quem a estatal mantém contratos de extração e compra de gás natural. "Não entendo o encantamento do Brasil com a Bolívia", queixou-se.

Caso a construção da linha de transmissão seja concretizada,  Rondônia será ligada ao Sistema Nacional Interligado de Energia Elétrica e deixará a condição de potencial fornecedora de energia para se restringir ao consumo. Segundo estudos feitos por Moreira Mendes, a troca de perfil poderá provocar a perda anual de R$ 250 milhões/ano somente de Imposto Sobre Circulação de Mercadorias (ICMS)

Além do "linhão" Jauru-Vilhena, outros 12 empreendimentos semelhantes tiveram contratos formalizados com o governo. Essas linhas de transmissão, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), somarão 2.146 quilômetros de extensão passando pelos estados de Mato Grosso, Rondônia, Minas Gerais, São Paulo, Goiás, Bahia e Espírito Santo.

Bianca Lemos

Mais Sobre Política

Presidente Laerte Gomes cria Fundo Especial do Poder Legislativo de Complementação ao Fundo Financeiro do Iperon

Presidente Laerte Gomes cria Fundo Especial do Poder Legislativo de Complementação ao Fundo Financeiro do Iperon

Comandada pelo presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia, Laerte Gomes (PSDB) as duas sessões extraordinárias realizadas na manhã desta segun

Ismael Crispin apoia verba indenizatória para profissionais que atuam no tratamento da Covid-19

Ismael Crispin apoia verba indenizatória para profissionais que atuam no tratamento da Covid-19

Nesta segunda-feira (18), em sessão extraordinária na Assembleia Legislativa, o deputado Ismael Crispin (PSB) votou favorável ao projeto de autoria do

Sancionada lei do deputado Alex Silva que inclui o evento “Marcha para Jesus” no calendário cultural oficial do estado de Rondônia

Sancionada lei do deputado Alex Silva que inclui o evento “Marcha para Jesus” no calendário cultural oficial do estado de Rondônia

Na última terça-feira (12) foi sancionada pelo Governo de Rondônia e publicada no Diário Oficial, a Lei Nº 4.939, de autoria do Deputado Estadual Al

Cirone Deiró defende plano emergencial para o enfrentamento da Covid-19

Cirone Deiró defende plano emergencial para o enfrentamento da Covid-19

Em reunião com o secretário de saúde do estado, Fernando Máximo e o chefe da casa civil, Júnior Gonçalves, o deputado Cirone Deiró cobrou a execução d