Porto Velho (RO) sexta-feira, 5 de março de 2021
×
Gente de Opinião

Política

OPERAÇÃO DOMINÓ: Gravações feitas com autorização da Justiça


Agência O Globo RIO - As investigações da Polícia Federal de Rondônia mostraram que o esquema de corrupção no estado se espalhou por todos os poderes. Segundo a PF, foram desviados R$ 70 milhões dos cofres públicos. Gravações feitas com autorização da Justiça comprovam a troca de favores entre as principais autoridades do Estado. Os trechos fazem parte de processos que tramitam no STJ em Brasília e no Tribunal de Justiça de Rondônia. As conversas mostram a negociação do presidente da Assembléia Legislativa do estado, Carlão de Oliveira, com o ex-procurador geral, José Carlos Vitachi,para a libertação de três funcionários da casa, presos por desvio de dinheiro público. Carlão: Falou com o Walter? Vitachi: Falei com a pessoa certa, está tudo certo, fica tranqüilo. Em 23 de dezembro, o Ministério Público dá parecer favorável e a Justiça manda soltar os presos. Em troca, Carlão promete aprovar o aumento dos salários dos procuradores. Mas a aprovação demora e o ex-procurador pressiona o presidente da Assembléia. Vitachi: Se isso acontecer, Carlão, vocês não vão suportar o Ministério Público. Eu vou ficar numa situação horrível, entendeu? Aí eu vou recolher meu time e as coisas vão andar por um caminho que não vai ter volta. O aumento foi aprovado em janeiro. Segundo a polícia, Carlão também negociou a liberação dos bens dele, bloqueados no ano passado. A moeda de troca agora é aumento salarial para desembargadores e juizes e conselheiros do Tribunal de Contas. O acordo teria sido costurado pelo presidente do Tribunal de Justiça Sebastião Teixeira, que está preso. O aumento foi aprovado em junho. O governador vetou mas a Assembléia manteve a decisão. Parte dos bens de Carlão de Oliveira foi liberada, mas um juiz substituto manteve o bloqueio. Quando descobriu, o presidente da Assembléia reclamou com o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado Edílson de Souza Silva, que também está preso. Carlão: Rapaz você está mentindo para mim... dia 6, ele já deu efeito suspensivo. Edílson: Não, você está onde? Carlão: Eu estou saindo de casa, a doutora chegou aqui com a complicação. Edílson: Não, mas... você quer que eu vou falar com você? Carlão: Falar com o c..., vocês são tudo um bando de traíra. Edílson: Não, não... Na semana passada, 23 pessoas foram presas pela Operação Dominó. No domingo, o Supremo Tribunal Federal (STF) negou hábeas-corpus para Vitachi, Teixeira e Carlão.

Mais Sobre Política

Mariana Carvalho destaca aprovação de programa emergencial para o setor de eventos

Mariana Carvalho destaca aprovação de programa emergencial para o setor de eventos

A Câmara aprovou nesta quarta-feira (3) o Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (PERSE) com medidas para compensar a perda de receita e

Deputado Adelino Follador insiste na redução do ICMS sobre combustíveis e alimentos

Deputado Adelino Follador insiste na redução do ICMS sobre combustíveis e alimentos

O deputado Estadual Adelino Follador (DEM) utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa na sessão desta terça-feira, 02, para voltar a defender a redu

Deputado Ezequiel Neiva indica ao Governo a necessidade de construção de acostamento e ciclovia na Estrada da Penal

Deputado Ezequiel Neiva indica ao Governo a necessidade de construção de acostamento e ciclovia na Estrada da Penal

A construção de vias adicionais como acostamento e/ou ciclovia, bidirecional na RO-005, mais conhecida como Estrada da Penal, em Porto Velho, foi so

Lazinho da Fetagro propõe isenção de imposto para redução no preço do gás de cozinha

Lazinho da Fetagro propõe isenção de imposto para redução no preço do gás de cozinha

O deputado estadual Lazinho da Fetagro (PT) indicou ao Governo do Estado e à Secretaria de Estado de Finanças (SEFIN) a necessidade de ser reduzido a