Porto Velho (RO) quarta-feira, 22 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política

OAB-RO rejeita limitação de horário para advogado visitar preso


Em mais uma tentativa de esclarecer aos funcionários do sistema penitenciário quanto às prerrogativas profissionais dos advogados e alertar para os dispositivos da Constituição Federal que asseguram a indispensabilidade do advogado na administração da Justiça, a Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Rondônia participou de reunião na Vara das Execuções Penais para debater sobre portaria que limita o acesso dos advogados ao interior dos presídios. A portaria foi proposta pela Secretaria de Assuntos Penitenciários (Seapen) do Estado.

A reunião foi mediada pelo juiz titular das Execuções Penais, Sérgio William Teixeira, com participação do presidente da OAB-RO, Hélio Vieira, da Associação dos Advogados Criminalistas e funcionários da Seapen. Durante os debates, Hélio Vieira deixou claro que a Ordem não flexibiliza a questão das prerrogativas. "Abrir mão das prerrogativas é colocar a cidadania em risco", alertou o presidente da OAB-RO, acrescentando, entretanto, que a Ordem busca o entendimento como forma de harmonizar a relação com o sistema prisional.

"Só não podemos aceitar que, por deliberação pessoal, alguns funcionários tentem restringir o acesso do advogado ao preso. Esse é um direito do preso e uma prerrogativa da cidadania", acrescentou Hélio Vieira. O dirigente da OAB-RO adiantou que irá conversar com o secretário Gilvan Ferro, da Seapen, para que membros da Escola Superior de Advocacia ministrem palestras sobre prerrogativas profissionais aos agentes penitenciários e servidores do sistema prisional.

A portaria utilizada pelos agentes penitenciários como argumento para limitar o horário de visitas do advogado ao preso na Casa de Detenção José Mário Alves não foi assinada pelos dirigentes da OAB-RO. "Não houve consenso em alguns pontos e, por isso, a portaria não foi assinada", explicou a presidente da Comissão de Defesa das Prerrogativas da entidade da advocacia, Keila Maria de Oliveira. Será agendada uma nova reunião para debater a portaria. 

Mais Sobre Política

MP recomenda que Prefeito de Monte Negro adote medidas de combate ao nepotismo

MP recomenda que Prefeito de Monte Negro adote medidas de combate ao nepotismo

O Ministério Público de Rondônia, por meio da Promotoria de Justiça de Ariquemes, expediu recomendação ao Prefeito de Monte Negro, Evandro Marques da

Governo de Rondônia encaminha ao STF pedido de análise de proposta de renegociação da dívida do Beron

Governo de Rondônia encaminha ao STF pedido de análise de proposta de renegociação da dívida do Beron

Após a assinatura do sétimo termo aditivo de repactuação da dívida do Banco do Estado de Rondônia (Beron), foi questionado pela União o pagamento do v

Feminicídio é destaque da Semana da Justiça pela Paz em Casa

Feminicídio é destaque da Semana da Justiça pela Paz em Casa

O caso de uma adolescente de 17 anos, morta em Cerejeiras(RO), é um dos júris em que o Ministério Público pretende provar a ocorrência de feminicídio

Procurador-Geral de Justiça do MPRO participa de reunião com a presidente do STF sobre Cadastro nacional de Presos

Procurador-Geral de Justiça do MPRO participa de reunião com a presidente do STF sobre Cadastro nacional de Presos

O Procurador-Geral de Justiça do Ministério Público do Estado de Rondônia, Airton Pedro Marin Filho, participou na tarde de segunda-feira (20/08) da r