Porto Velho (RO) quarta-feira, 23 de junho de 2021
×
Gente de Opinião

Política

OAB: Nota Pública


A Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Rondônia condena e repudia o
lamentável episódio que atentou contra a vida do advogado Zílio César Politano,
na cidade de Cacoal, no último dia 19, segunda-feira passada.

Essas repetidas ações contra os advogados violam a cidadania e os princípios
elementares do estado democrático de direito.

Confiante na Justiça e nos organismos de Segurança Pública, a OAB exige a
imediata elucidação de todos os fatos que envolvem mais este triste ato violento
contra a advocacia rondoniense, e, reconhece a eficaz e pronta ação da Polícia.


Hélio Vieira da Costa
      Presidente


Fonte: OAB-RO

Mais Sobre Política

Reunião na Assembleia Legislativa buscar solução para produtores rurais e por fim a bloqueio na BR-364

Reunião na Assembleia Legislativa buscar solução para produtores rurais e por fim a bloqueio na BR-364

O presidente da Assembleia Legislativa, Alex Redano (Reublicanos), comandou uma reunião no final da manhã desta terça-feira (22), com produtores rur

Presidente Alex Redano acompanha trabalho do Governo para a retomada das cirurgias eletivas

Presidente Alex Redano acompanha trabalho do Governo para a retomada das cirurgias eletivas

O presidente da Assembleia Legislativa, Alex Redano (Republicanos), comemorou a retomada das cirurgias eletivas de menor risco, após o Governo acata

Presidente Alex Redano participa de encontro do setor de eventos com o chefe da Casa Civil do Governo

Presidente Alex Redano participa de encontro do setor de eventos com o chefe da Casa Civil do Governo

Um dos setores mais afetados com a pandemia do coronavírus é o setor de eventos e entretenimento. Há mais de um ano parado, o segmento enfrenta inúm

Cacoal: durante assembleia dos servidores da Câmara de Vereadores, presidente concede recomposição salarial de 8.36%

Cacoal: durante assembleia dos servidores da Câmara de Vereadores, presidente concede recomposição salarial de 8.36%

O presidente da Câmara, João Paulo Pichek (Republicanos), disse que desde abril estava dialogando com o Sindicato dos servidores públicos de Cacoal