Porto Velho (RO) terça-feira, 21 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política

OAB está mobilizada na apuração do assassinato de Valter Nunes


A Seccional Rondônia da Ordem dos Advogados do Brasil está mobilizada na
apuração do assassinato do advogado Valter Nunes de Almeida, presidente da
Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil em Cacoal, executado a tiros na
última sexta-feira. Nesta segunda-feira, logo nas primeiras horas da manhã,
a diretoria da OAB e os conselheiros federais Pedro Origa Neto, Orestes Muniz
e Celso Ceccatto se reuniram para encaminhar providências que instituição
deve adotar em relação ao caso.

Enquanto agendava reunião com as autoridades de segurança do Estado, Hélio
Vieira manteve o Conselheiro Federal da OAB informado sobre as providências
adotadas. Por volta das 11 horas, uma comitiva da OAB composta pelo presidente
Hélio Vieira, secretário-geral, David Pinto Castiel, tesoureiro Rochilmer
Mello da Rocha Filho, conselheiro federal Pedro Origa Neto e conselheiro
estadual Carlos Biazi, foi recebida pelo vice-governador João Cahulla e pelo
secretário da Secretaria de Segurança defesa e Cidadania (Sesdec), major
Evilásio Senna.

Os membros da OAB se informaram sobre o andamento dos trabalhos de investigação,
pediram rigor nas apurações e cobraram maior empenho do Governo do Estado
na questão da Segurança Pública. Somente em Cacoal, já perdemos dois colegas
advogados e, por pouco, não tivemos o colega Zílio César assassinado. Isso
é tanto grave na medida em que, se a violência está atingindo impiedosamente
os advogados, imagine o que está acontecendo com o cidadão comum, que é ainda
mais desprotegido pelo Estado, avaliou o presidente da OAB.

Hélio cobrou do Governo Estado presença mais efetiva das forças de segurança
nas ruas. A ostensividade da polícia tem efeito psicológico importante no
combate a criminalidade, observa Hélio, acrescentando que os advogado são
a voz da sociedade e estão morrendo no exercício da profissão.

A reunião contou com participação decisiva dos advogados David Castiel, Rochilmer
Rocha, Pedro Origa Neto e Carlos Biazi. Rochilmer, por exemplo, cobrou do
Governo do estado a definição de uma política de segurança pública, como
forma de cumprir o que preconiza o artigo 144 da Constituição Federal. Pedro
Origa lembrou, com a experiência de quem já teve o escritório roubado mais
de uma vez, que infelizmente a vida começa a não ter valor nenhum, para também
cobrar mais atenção do Governo para a Segurança Pública.

Ao lado do vice-governador João Cahulla, o secretário de Segurança, Defesa
e Cidadania, Evilásio Senna, explicou que a Polícia não descarta nenhuma
hipótese. Estamos trabalhando em várias linhas de investigação. Não vamos
desprezar nenhuma pista, assegurou, acentuando que deslocou para Cacoal
e região várias equipes da Polícia Civil e conta com o apoio do trabalho
de investigação do serviço reservado da Polícia Militar.

Na parte da tarde a diretoria da OAB manteve reunião com o Ministério Público,
com o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Moreira Chagas, relatando
a situação de vulnerabilidade a que está exposta uma categoria indispensável
à administração da Justiça.
 
Fonte: Carlos Araújo:  MTb 162-RO

Mais Sobre Política

MP recomenda que Prefeito de Monte Negro adote medidas de combate ao nepotismo

MP recomenda que Prefeito de Monte Negro adote medidas de combate ao nepotismo

O Ministério Público de Rondônia, por meio da Promotoria de Justiça de Ariquemes, expediu recomendação ao Prefeito de Monte Negro, Evandro Marques da

Governo de Rondônia encaminha ao STF pedido de análise de proposta de renegociação da dívida do Beron

Governo de Rondônia encaminha ao STF pedido de análise de proposta de renegociação da dívida do Beron

Após a assinatura do sétimo termo aditivo de repactuação da dívida do Banco do Estado de Rondônia (Beron), foi questionado pela União o pagamento do v

Feminicídio é destaque da Semana da Justiça pela Paz em Casa

Feminicídio é destaque da Semana da Justiça pela Paz em Casa

O caso de uma adolescente de 17 anos, morta em Cerejeiras(RO), é um dos júris em que o Ministério Público pretende provar a ocorrência de feminicídio

Procurador-Geral de Justiça do MPRO participa de reunião com a presidente do STF sobre Cadastro nacional de Presos

Procurador-Geral de Justiça do MPRO participa de reunião com a presidente do STF sobre Cadastro nacional de Presos

O Procurador-Geral de Justiça do Ministério Público do Estado de Rondônia, Airton Pedro Marin Filho, participou na tarde de segunda-feira (20/08) da r