Porto Velho (RO) domingo, 24 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Na disputa ao Senado Acir chega na frente


Pesquisas confirmam crescimento contínuo do candidato do PDT

Na reta final para as eleições 2006, Acir Gurgacz continua crescendo na preferência do eleitorado. De acordo com pesquisa realizada em 30 municípios e um distrito do estado, Acir tem 29,52% dos votos para senador, seguido por Expedito Júnior, que com 25,27%, e por Melki Donadon, com 17,15% dos votos. Ao todo, são 14,89% de indecisos, 4,51% de brancos e nulos e apenas 3,54% dos eleitores não souberam opinar. A pesquisa foi contratada pela Rede de Comunicação Cidade Ltda, a Rede TV!, e foi realizada dentro do intervalo de 11 a 21 de setembro de 2006.

A sondagem mostra que Acir Gurgacz é o candidato que mais cresceu nestas eleições. No dia 9 de setembro, Acir aparecia na pesquisa da Pública com 27,02%, galgando uma virada no cenário das candidaturas para o Senado, deixando para trás Expedito Júnior, que continua em trajetória de descida, caindo de 25,80% no dia 9 de setembro para 25,27% na atual avaliação. Donadon continua em terceiro lugar, apresentando pouca variação.
Os números mostram que Acir Gurgacz vem crescendo significativamente na Capital e mantendo posições de liderança na maioria dos outros municípios do Estado. A grande escalada vem sendo apontada como resultado de um trabalho de harmonização com vários setores da sociedade organizada, que vê em Acir Gurgacz a melhor opção para representar Rondônia no Senado.

Avaliação

Apoiadores da campanha de Acir avaliam que o perfil de empresário empreendedor cria uma identificação maior com o eleitorado, principalmente com a classe empresarial, do micro negociante ao grande industrial. A origem humilde, avaliam, fez com que passasse por todos os estágios até atingir o crescimento na iniciativa privada, tendo que enfrentar e vencer todos os obstáculos impostos por uma série de dificuldades, desde a alta carga de impostos, passando pelas taxas de juros elevadíssimos, chegando à modernização e capacitação de seus funcionários, para enfrentar uma concorrência cada vez mais acirrada e agressiva.

São aspectos que aproximam Acir Gurgacz desta base eleitoral, ao mesmo tempo em que o antagoniza com seus adversários mais diretos, que são pessoas de posses, que têm patrimônio considerável, mas que tiveram atuação exclusiva no serviço público, ou seja, fazem parte de uma casta que consegue o fenômeno de enriquecer dentro do serviço público.

A pesquisa foi realizada pela Pública Serviços Ltda, sob responsabilidade do estatístico Evaldo Márcio Silva Simões, registrado no Conselho Regional de Estatística Conre – 1ª Região, nº 6568. A pesquisa, que ouviu 2.659 entrevistados, foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia – TREE, sob o nº 14027/2006.

Os municípios abordados pela pesquisa foram: Vilhena, Pimenta Bueno, Cacoal, Rolim de Moura, Nova Brasilândia, Presidente Médici, Ji-Paraná, Ouro Preto do Oeste, Vale do Paraíso, Mirante da Serra, Distrito de Tarilândia, Nova União, Urupá, Alvorada do Oeste, Jaru, Theobroma, Governador Jorge Teixeira, Vale do Anari, Machadinho do Oeste, Ariquemes, Cacaulândia, Campo Novo, Buritis, Monte Negro, Alto Paraíso, Rio Crespo, Cujubim, Candeias do Jamari, Porto Velho, Nova Mamoré e Guajará-Mirim.

Mais Sobre Política

MP 873/2019 é inconstitucional e visa aniquilar os sindicatos para retirar direitos dos trabalhadores

MP 873/2019 é inconstitucional e visa aniquilar os sindicatos para retirar direitos dos trabalhadores

RETICÊNCIAS JURÍDICAS  -  Por Itamar Ferreira*No seu afã de atacar os sindicatos, afim de evitar mobilizações e reduzir direitos dos trabalhadores, o

Adelino Follador apresenta projeto de Lei que dispensa licenciamento ambiental na extração de cascalho

Adelino Follador apresenta projeto de Lei que dispensa licenciamento ambiental na extração de cascalho

O deputado Adelino Follador (DEM) apresentou na sessão ordinária da última terça-feira (19), o projeto de Lei que acrescenta ao dispositivo da Lei Nº

Léo Moraes afirma que pontos da Reforma da Previdência não correspondem à vontade da sociedade

Léo Moraes afirma que pontos da Reforma da Previdência não correspondem à vontade da sociedade

Durante entrevista realizada pela TV Câmara nesta quinta-feira (21), o deputado federal Léo Moraes afirmou que a Reforma da Previdência precisa ser “a

Audiência pública na Assembleia vai discutir a atuação de profissionais de assistência social, psicologia, nutrição e fonoaudiologia nas escolas

Audiência pública na Assembleia vai discutir a atuação de profissionais de assistência social, psicologia, nutrição e fonoaudiologia nas escolas

Proposta é do deputado estadual Anderson Pereira, autor do Projeto de Emenda Constitucional n. 001/2019A atuação profissional de assistentes sociais,