Porto Velho (RO) quarta-feira, 15 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política

Moreira Mendes comemora criação de grupo de trabalho sobre gasoduto Urucu-Porto Velho


O deputado federal Moreira Mendes (PPS-RO) comemorou a decisão do ministro de Minas e Energia, Silas Rondeau, de criar um grupo de trabalho para acelerar a implantação do Gasoduto Urucu-Porto Velho, obra fundamental para garantir o fornecimento de energia à Região Norte e dar sustentabilidade ao projeto de crescimento da economia regional. A decisão foi comunicada pelo ministro nessa terça-feira (27) durante reunião com o governador Ivo Cassol e representantes da bancada rondoniense no Congresso. "Estamos acertando detalhes com as empresas privadas e do governo que estão envolvidas no projeto", afirmou Rondeau.

Moreira Mendes aproveitou a oportunidade para exigir maior agilidade na autorização da obra. Segundo ele, cabe ao ministro cuidar da resolução dos impasses que atrasam o projeto. "Fiquei entusiasmado com o que o ministro nos colocou, mas quero ficar a par desse grupo de trabalho", disse o parlamentar, acrescentando que já se colocou à disposição do ministro para buscar soluções para o impasse em torno do gasoduto.

A criação desse grupo foi encarregada pelo ministro ao seu chefe de gabinete, José Coimbra, que indicará os integrantes de diversas áreas do ministério até a próxima semana. Reuniões serão feitas nos próximos dias para definir a função dos futuros integrantes do grupo, segundo a assessoria do ministério.

Ajustes contratuais

Ainda segundo Moreira Mendes, o ministro afirmou que, por se tratar de um consórcio privado, há necessidade de ajustes contratuais, um acordo que dê garantias reais aos investidores e aos compradores do gás. "Entendo que os investidores precisam ter segurança contratual para garantir o retorno aos seus investimentos, e, na outra ponta, quem compra o gás precisa ter um preço compensador, porém a população não pode esperar séculos por essa obra", argumentou o deputado. Ele ressaltou, ainda, que o valor pago atualmente pelo gás boliviano, por si só, já justifica a necessidade de construção do gasoduto, uma vez que o gás brasileiro terá preços mais acessíveis.

A construção do gasoduto é uma das obras mais aguardadas em Rondônia, e terá impacto positivo em todo o estado, principalmente na capital Porto Velho, que precisa mudar sua matriz econômica. "O gasoduto não vai resolver todos os nossos problemas, mas vai ajudar muito, inclusive atraindo os investimentos de que tanto necessitamos", finalizou o deputado.

 

Mais Sobre Política

Seminário vai discutir reintegração de apenados e implantação do Patronato Acuda, em RO

Seminário vai discutir reintegração de apenados e implantação do Patronato Acuda, em RO

O “Seminário Patronato - Reintegração Social de Egressos” vai reunir informações sobre caminhos na gestão da política penal, nos dias 23 e 24 de agost

ALE aprova renegociação da dívida do Beron

ALE aprova renegociação da dívida do Beron

Executivo vem a Assembleia para explicar a renegociação da dívida do Estado com o Beron. Após os debates, o Projeto de Decreto Legislativo que aprova

Cristiane Lopes assegura verba para a construção de creche no Bairro Novo

Cristiane Lopes assegura verba para a construção de creche no Bairro Novo

O Ministério Público do Estado respondeu, através de ofício enviado ao gabinete da vereadora Cristiane Lopes (PP), a denúncia feita pela parlamentar à

Mariana Carvalho recebe universitários na Câmara dos Deputados

Mariana Carvalho recebe universitários na Câmara dos Deputados

Os estudantes participam do Programa Estágio-Visita que tem duração de cinco dias. Durante esse período, são realizadas atividades que transmitem o co