Porto Velho (RO) segunda-feira, 24 de junho de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Ministro dos Transportes Chega a Rondônia dia 1º


O superintendente regional do Dnit, José Ribamar da Cruz Oliveira, anunciou ontem que está programada para o dia 1º de setembro a chegada a Porto Velho do ministro  dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, para uma visita de dois dias a Rondônia. A programação da visita prevê a chegada às nove da manhã ao aeroporto, de onde a comitiva segue para a Superintendência do Dnit, onde será realizada, às 9h30m uma entrevista coletiva à imprensa.

A agenda prevê, ainda pela manhã, uma visita ao trecho duplicado da BR-364, de Candeias à Unir, após o que haverá também uma visita ao Porto Graneleiro e ao futuro terminal hidroviário do Cai Nágua. À tarde, Paulo Sérgio Passos embarca para Ji-Paraná, em cujo aeroporto concede entrevista coletiva à imprensa. A programação prevê uma visita à balança rodoviária que opera em fase de testes no trecho entre Ji-Paraná e Ouro Preto, visita às obras do anel viário de Ji-Paraná  e da duplicação da ponte na BR-364 e, às 18:00 horas uma reunião com os prefeitos dos municípios situados ao longo das rodovias 364,429 e 425.

Depois de pernoitar em Ji-Paraná, Paulo Sérgio Passos, segue às 7h30m da manhã de sábado, dia 02, de helicóptero para os municípios de São Francisco e Costa Marques. Depois disso, ele percorre de carro um trecho da BR-429 e volta a Ji-Paraná, onde embarca para Brasília. Oliveira esclareceu, porém, que toda a programação da visita poderá sofrer alterações, caso algum impedimento de última hora determine a mudança do calendário.

 

NOVO PORTO

            As obras do novo porto do Cai Nágua deverão ser iniciadas ainda esse ano, segundo o superintendente do Dnit. Os recursos para o início dos trabalhos já estão empenhados e em pouco tempo o 5º BEC poderá começar a operar no local. O custo total da obra chega perto de R$ 10 milhões e o projeto prevê a construção de um terminal de embarque para passageiros e cargas, fiscalização, órgãos de controle fitossanitário,  lanchonete e sanitários.

            Os recursos destinados ao início das obras foram viabilizados pelo deputado Miguel de Souza (PL), através de emenda da Comissão da Amazônia, por ele presidida. O parlamentar rondoniense disse que foi uma estratégia para assegurar a execução do projeto, cujo valor total será complementado no próximo ano pelo próprio orçamento da União, já que uma obra, depois de começada, não pode mais parar.

            Miguel de Souza explicou que recorreu à Comissão da Amazônia por ser aquela a única alternativa para viabilizar o projeto, já que a Prefeitura de Porto Velho, apesar do empenho do prefeito Roberto Sobrinho, não poderia obter os recursos neste ano eleitoral. De qualquer forma, o importante é que o Ministério dos Transportes, por decisão do próprio ministro Paulo Sérgio Passos, incorporou o projeto e quem acaba ganhando com isso é a capital, pela perspectiva de urbanizar uma área problemática, e a população ribeirinha, que mais depende do porto.

 

Fonte:  C. H. Ângel    changelo@uol.com.br

Mais Sobre Política

Melhorias em aeroportos de Rondônia são anunciadas por Jaqueline Cassol

Melhorias em aeroportos de Rondônia são anunciadas por Jaqueline Cassol

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) esteve na Secretaria Nacional de Aviação (SAC), em Brasília, em busca de soluções para os diversos probl

Coronel Chrisóstomo propõe isenção de taxa de renovação de CNH para idosos

Coronel Chrisóstomo propõe isenção de taxa de renovação de CNH para idosos

O deputado federal Coronel Chrisóstomo (PSL-RO) apresentou a Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 3552/2019, que propõe a isenção da taxa de renova

Projeto em análise no Senado susta decisão do STF que torna homofobia crime de racismo

Projeto em análise no Senado susta decisão do STF que torna homofobia crime de racismo

Cinco dias após decisão da Suprema Corte que equiparou a homofobia ao crime de racismo, o senador Marcos Rogério (DEM-RO) apresentou voto em separado

Ariquemes vai receber recurso do Ministério da Saúde para qualificar serviços do Samu

Ariquemes vai receber recurso do Ministério da Saúde para qualificar serviços do Samu

A partir de julho, Ariquemes passa a receber um reforço financeiro do Governo Federal para melhorar o atendimento móvel de urgência da rede pública de