Porto Velho (RO) sexta-feira, 17 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política

Mesa Diretora afasta Carlão e Kaká assume Presidência da ALE


O deputado Carlão de Oliveira (PSL) solicitou ontem, através de ofício encaminhado à Mesa Diretora, o seu afastamento da Presidência da Assembléia Legislativa de Rondônia. O pedido de Carlão foi lido na sessão extraordinária desta terça-feira e foi aceito pelo Legislativo.

Em seu ofício, Carlão diz que "o seu afastamento assegura que possa ter completa isenção nas investigações em curso". Ele afirmou que seu afastamento se dará até o encerramento das apurações, e que está pleiteando a sua liberdade perante o Supremo Tribunal Federal (STF) e Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O afastamento, de acordo com o pedido, é por tempo indeterminado até que sejam apurados os fatos referentes à ação penal número 460, em tramitação no Superior Tribunal de Justiça.

O primeiro vice-presidente, deputado Kaká Mendonça, assume a presidência da Assembléia.

CCJ - Com o pedido de afastamento de Carlão de Oliveira da presidência da Assembléia, e a negativa da ministra do STJ, Eliana Calmon, em conceder a custódia de Carlão, a Comissão de Constituição e Justiça da Assembléia aprovou, por unanimidade, o relatório do deputado Romeu Reolon (PSL), em que a Casa decide não mais se manifestar sobre a prisão de seu ex-presidente.

"Como a custódia do deputado foi negada e o período de flagrante se encerrou com a sua prisão preventiva, não resta à Assembléia mais nenhuma outra alternativa", explicou o deputado Ronilton Capixaba, presidente da CCJ.

De acordo com Capixaba, todos os passos foram tomados dentro da lei e em tempo hábil. "Agora, cabe ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ao Supremo Tribunal Federal (STF) decidir sobre o caso, cabendo ao deputado Carlão cuidar de sua defesa", acrescentou.

Fonte: ALE

Mais Sobre Política

AROM retira, na Justiça, exigência que paralisa transporte escolar

AROM retira, na Justiça, exigência que paralisa transporte escolar

Em uma atuação inédita do movimento municipalista, a Associação Rondoniense de Municípios – AROM conquistou uma liminar favorável aos 52 municípios do

Dívida do extinto Banco do Estado de Rondônia é prolongada por 240 meses

Dívida do extinto Banco do Estado de Rondônia é prolongada por 240 meses

 Uma nova pactuação entre o governo de Rondônia e a União, tendo como interveniente o Banco do Brasil, foi assinada na tarde desta quarta-feira (15) p

Seminário vai discutir implantação do Patronato Penitenciário em Porto Velho

Seminário vai discutir implantação do Patronato Penitenciário em Porto Velho

O Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio do Centro de Apoio Operacional de Políticas Penitenciárias e Execução Penal (CAOP-PPEP), realiza