Quarta-feira, 12 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política

Maurinho garante que está sendo perseguido


 

 

"Estou sendo vítima de perseguição traçoeira e perversa de quem quer tomar à força o meu mandato de deputado estadual. Podemos constatar que os ataques contra a minha pessoa iniciaram a partir do momento em que o Tribunal Regional Eleitoral divulgou a relação dos eleitos em outubro de 2006. Falavam que não seria diplomado pelo TRE, fui diplomado. Falavam que não tomaria posse como membro deste Parlamento, tomei posse e fui eleito 4º Secretário da atual Mesa Diretora".

Dessa forma que deputado Maurinho Silva (PSDB) usou da tribuna da Assembléia Legislativa, na sessão plenária da tarde desta terça-feira (15.04) para se defender das acusações que foram enviadas à presidência do Poder Legislativo, através de carta-denúncia, e que serão apuradas pela Corregedoria Parlamentar da Casa de Leis, por intermédio do deputado-corregedor Valter Araújo.

De maneira objetiva, Maurinho Silva disse que "na quarta-feira passada foi apresentada neste plenário uma carta-denúncia contra minha pessoa e integrantes do meu gabinete, subscrita por uma pessoa que trabalhou como voluntário na minha campanha para chegar a esta Casa. Essa pessoa, diz a Imprensa, não tem conhecimentos para redigir a carta como a que foi apresentada. Também não tem condições financeiras para pagar um profissional para escrever a tal carta. Está desempregado e abandonou a cidade no dia que protocolou a denúncia. Temos a certeza que esta pessoa está sendo usada por quem tem interesse e quer, a qualquer custo, arrancar o meu mandato de deputado estadual".

O deputado classificou como fantasiosas estas acusações de que teria criado uma quadrilha para saquear os cofres públicos. De reter salários dos servidores. De exigir um percentual para liberação de emendas parlamentares. De ter adquirido bens imóveis além de suas posses. "Nesta Casa, hoje em dia, nenhum deputado tem assessores que não recebam seus salários diretamente do Poder Legislativo. E eu, particularmente, somente encaminhei pedido de nomeações dos cargos em comissão disponíveis no meu gabinete. O ato de nomeação é baixado e publicado pela presidência e os pagamentos são efetuados pela administração da Casa diretamente na conta-corrente do servidor, sem qualquer ingerência deste deputado ou de quem quer que seja, a meu mando".

No que diz respeitos às emendas parlamentares apresentadas por ele, o deputado Maurinho esclareceu que apenas as apresentou e que a tramitação é feita diretamente pela Secretaria de Planejamento do Governo Estadual, onde são processadas por rotina própria do Poder Executivo, sem ingerência de sua parte. "Quanto a aquisição de casas, devemos sim investir o que ganhamos. Devemos pensar no futuro da nossa família. As casas que comprei, não são quatro, e estão todas documentadas, declaradas no meu imposto de renda, cujos documentos serão apresentados no momento oportuno, na minha defesa perante a Corregedoria Parlamentar", falou ao se dirigir ao deputado Valter Araújo que seja rigoroso nas investigações para descobrir a verdade. "Vá além. Descubra quem está por trás de toda esta articulação que visa somente macular a imagem deste Poder e a honra deste deputado, diga-se de passagem, eleito pelo voto popular, escolhido democraticamente por mais de 5.000 eleitores".

Maurinho garante que provar a sua inocência. E, de forma contínua, autorizou a quebra do seu sigilo bancário e fiscal. "Minha vida é um livro aberto e a apuração da verdade irá provar minha inocência perante a população deste querido Estado de Rondônia. Atirar pedras é muito fácil. Difícil é ser vidraça. Todo homem público está na condição de vidraça". O deputado observou que o princípio da presunção de inocência está entre as principais garantias constitucionais do cidadão brasileiro. Todo e qualquer acusado deve ser considerado inocente até a decisão final, contra a qual não caiba mais recurso, independente da acusação que lhe seja imputada.

Maurinho concluiu afirmando que os deputados são alvo de ataques infundados, justamente por defender os interesses do povo de Rondônia. Disse estar com a consciência tranqüila. "Estou, juntamente com minha assessoria, providenciando a minha defesa, defesa esta que será feita, no momento certo, perante a Corregedoria Parlamentar. Continuarei sendo uma pessoa humilde. Continuarei ajudando as pessoas que me procuram. Continuarei a trabalhar pela elaboração de projetos que atendam as necessidades da nossa população carente do nosso Estado e, principalmente, exercer o mandato que o Povo de Rondônia me outorgou nas urnas". 
 
Fonte: Decom

 

Gente de OpiniãoQuarta-feira, 12 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Emenda do deputado Ribeiro movimenta mais de 500 atletas no campeonato estadual de Jiu-Jitsu

Emenda do deputado Ribeiro movimenta mais de 500 atletas no campeonato estadual de Jiu-Jitsu

O ginásio Cláudio Coutinho, em Porto Velho, recebeu entre os dias 08 e 09 de junho, mais de 500 atletas que participaram do Campeonato Estadual de J

Empresário Daniel Moraes Pit Bull anuncia pré-candidatura a vereador em Candeias do Jamari

Empresário Daniel Moraes Pit Bull anuncia pré-candidatura a vereador em Candeias do Jamari

O cenário político em Candeias do Jamari se aquece com a recente novidade da pré-candidatura do empresário Daniel Moraes Pit Bull, filiado ao partid

CCJR discute projeto sobre horários de provas de concursos públicos em Rondônia

CCJR discute projeto sobre horários de provas de concursos públicos em Rondônia

A Comissão de Constituição e Justiça e de Redação (CCJR) distribuiu e deliberou projetos durante reunião ordinária, na manhã desta terça-feira (11).

Doutor Aparício Carvalho e deputado federal Thiago Flores assumem o partido Republicanos em Rondônia

Doutor Aparício Carvalho e deputado federal Thiago Flores assumem o partido Republicanos em Rondônia

O partido Republicanos assume uma nova configuração. O empresário, Médico Psiquiatra, ex-Deputado Federal e ex-Vice-Governador de Rondônia, Aparício

Gente de Opinião Quarta-feira, 12 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)