Porto Velho (RO) quinta-feira, 19 de maio de 2022
×
Gente de Opinião

Política

Marinha Raupp indica representante de Rondônia para Comissão Geral



A deputada federal, Marinha Raupp (PMDB), indicou a diretora do Centro de Referência Sonho de Liberdade, Betânia Cristina Souza de Assis, para apresentar os trabalhos desenvolvidos em Rondônia, com relação ao enfrentamento à violência contra a mulher, na Comissão Geral que discutirá o fim da violência contra a mulher. O evento acontece nesta quarta-feira, 4, na Câmara dos Deputados, Plenário Ulisses Guimarães, às 14h – horário de Brasília.

Segundo a deputada Marinha, “é importante que os participantes desta Comissão Geral conheçam o trabalho desenvolvido no estado sobre o tema”. Para ela, os dados apresentados no relatório da CPMI refletem um panorama pouco confortável para as administrações municipal e estadual.

“Precisamos debater este assunto até que medidas mais eficazes sejam adotadas em todas as unidades da federação. Por isso indiquei a Betânia para falar sobre as ações adotadas na capital (Porto Velho)”, disse a deputada.

Rede

Na segunda-feira, 2, Marinha Raupp participou da reunião ampliada com a rede de enfrentamento da violência contra a mulher. Neste encontro, as representantes dos órgãos integrantes da rede discutiram o panorama do estado apresentado no relatório final da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI).

“É importante que se defina um grupo de trabalho permanente, tendo a frente o Conselho Estadual da Mulher, para dialogar com as instituições governamentais e não-governamentais e adotar ações de conscientização”, comentou a deputada.

De acordo com a deputada e as participantes da reunião o fortalecimento do Conselho Estadual é imprescindível. Além disso, é necessário estabelecer o calendário de ações da rede e manter o diálogo com o governo do estado para ampliar o atendimento à mulher vítima de violência, em especial, o funcionamento 24 horas da Delegacia da Mulher e o treinamento dos agentes de saúde que atendem esses tipos de casos.

Segundo Betânia de Assis, a instalação da Casa da Mulher Brasileira na capital será um importante passo para o atendimento às mulheres vitimadas.

Casa da Mulher Brasileira

A Casa da Mulher Brasileira esta previsto no Programa “Mulher, Sem Violência”, onde serão integrados os serviços públicos de segurança, justiça, saúde, assistência social, acolhimento, abrigamento e orientação para o trabalho, emprego e renda. O custo médio de cada centro é estimado em R$ 4,3 milhões, incluindo construção e aquisição de equipamentos.

A implantação deste programa, no estado, deve-se a atuação da deputada Marinha Raupp, que fez a indicação (nº 4342) para inclusão de Rondônia no Programa de Apoio à Estruturação de Novos Núcleos de Fronteira.

“Cada uma das unidades terá a finalidade de, em situações de violência, facilitar o acesso da vítima e uma estrutura que a acompanhe de forma integral”, comentou a deputada Marinha Raupp.

Fonte:  Carlos Eduardo de Lima

Mais Sobre Política

Lideranças do cooperativismo lançam pré-candidatura de Salatiel Rodrigues a deputado federal

Lideranças do cooperativismo lançam pré-candidatura de Salatiel Rodrigues a deputado federal

Durante a Assembleia Geral Ordinária da OCB (AGO) que aconteceu no último dia 29, em Porto Velho, lideranças do cooperativismo do estado lançaram a

Vereador Fogaça indica compra de cinco ambulâncias para distritos de Porto Velho

Vereador Fogaça indica compra de cinco ambulâncias para distritos de Porto Velho

O vereador Everaldo Fogaça (Podemos) disse nesta terça-feira 17.05 que indicou à Prefeitura a compra de cinco ambulâncias para atendimento aos distrit

Saiba quais foram os projetos aprovados pela Assembleia Legislativa nas sessões de terça-feira

Saiba quais foram os projetos aprovados pela Assembleia Legislativa nas sessões de terça-feira

A Assembleia Legislativa de Rondônia aprovou uma proposta de emenda à Constituição, um Projeto de Lei Complementar e cinco Projetos de Lei Ordinária

Presidente Alex Redano recebe projeto que trata da recomposição salarial dos servidores do TJ

Presidente Alex Redano recebe projeto que trata da recomposição salarial dos servidores do TJ

O presidente da Assembleia Legislativa, Alex Redano (Republicanos), se reuniu na tarde desta terça-feira (17) com o juiz Rinaldo Forti, secretário g