Porto Velho (RO) sexta-feira, 17 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política

Marinha Raupp defende comércio entre Brasil e Bolívia


A deputada Marinha Raupp(PMDB-RO) defendeu,  nesta terça-feira, em audiência com o ministro da Justiça, Márcio Tomaz Bastos, a regularização do comércio  entre Brasil e  a Bolívia, a partir da implantação do Centro  Integrado de Fiscalização de Fronteiras, na cidade de Costa Marques.

Na audiência, a deputada que esteve acompanhada do prefeito da cidade, Élio Machado de Assis, recebeu a garantia do ministro de implantação deste Centro com toda a estrutura de um órgão de fronteira, incluindo postos da Polícia Federal, da Receita Federal, da  Capitania dos Portos, de uma  Aduana e da Delegacia Federal da Agricultura.

Marinha Raupp lembrou, ao ministro da Justiça, que a população de Costa Marques está impossibilitada de exportar seus produtos(grãos, manufaturados e outras matérias-primas) para a Bolívia, em virtude da decisão  das forças policiais  brasileiras de aplicarem  o princípio da reciprocidade entre os dois países, baseando-se no decreto-lei 4.543/2006,que estabelece que o comércio  mesmo no varejo, com o exterior, somente ocorrerá em pontos de fronteira que sejam alfandegados.

A decisão está penalizando a comunidade de Costa Marques que, ao longo dos últimos anos, sempre manteve um comércio informal com a Bolívia a partir da localidade de Buena Vista, disse a deputada. Por isso, adiantou Marinha Raupp, "apelamos ao ministro da Justiça a urgente adoção de medidas que impliquem na implantação de órgãos fiscalizadores e normatizadores das relações comerciais entre os dois paises".

O prefeito de Costa Marques, Élio Machado de Assis(PMDB), considerou como excelente o resultado da audiência   com o ministro, e destacou o papel da deputada Marinha Raupp. "A deputada sempre esteve buscando soluções para este impasse comercial na fronteira".No final da audiência, o prefeito propôs a realização de um encontro em Costa Marques, ainda este ano, com as presenças do ministro da Justiça e de representantes do governo boliviano como forma de abreviar a solução deste problema que vem afetando as relações entre as duas comunidades irmãs.

 

 

Mais Sobre Política

AROM retira, na Justiça, exigência que paralisa transporte escolar

AROM retira, na Justiça, exigência que paralisa transporte escolar

Em uma atuação inédita do movimento municipalista, a Associação Rondoniense de Municípios – AROM conquistou uma liminar favorável aos 52 municípios do

Dívida do extinto Banco do Estado de Rondônia é prolongada por 240 meses

Dívida do extinto Banco do Estado de Rondônia é prolongada por 240 meses

 Uma nova pactuação entre o governo de Rondônia e a União, tendo como interveniente o Banco do Brasil, foi assinada na tarde desta quarta-feira (15) p

Seminário vai discutir implantação do Patronato Penitenciário em Porto Velho

Seminário vai discutir implantação do Patronato Penitenciário em Porto Velho

O Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio do Centro de Apoio Operacional de Políticas Penitenciárias e Execução Penal (CAOP-PPEP), realiza