Domingo, 16 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política

Maria da Penha não acaba com violência familiar


Palestrando durante o Simpósio Lei Maria da Penha, realizado na tarde desta
sexta-feira pela Comissão da Mulher Advogada da OAB-RO, a presidente do Tribunal
de Justiça, desembargadora Zelite Andrade Carneiro, disse que a lei 11.340,
da qual trata o evento, não dará cabo a violência doméstica no Brasil, já
que, segundo a desembargadora, a principal causa da violência no país é a
fome.  

Fazendo uma análise do número de violência no Brasil, a presidente do TJ
disse que mais de seis milhões de mulheres já sofreram ou sofrem algum tipo
de agressão. Segundo ela, anualmente, dois milhões de mulheres s?ao espancadas
em todo o país, o que no total dá 243 agressões por hora. ?O Brasil é o país
que mais sofre com a violência doméstica na América?, disse.

Analizando a Lei em questão, Zelite Carneiro explicou que a lei é feita para
países de primeiro mundo. ?Nós não temos sequer albergues para atender as
vítimas de agressões. Como a mulher se beneficiará das medidas protetivas
estabelecidas na lei?, questionou.

Fonte: OAB

Gente de OpiniãoDomingo, 16 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Deputado Alex Redano anuncia recursos de R$ 16 milhões para asfalto em Ariquemes

Deputado Alex Redano anuncia recursos de R$ 16 milhões para asfalto em Ariquemes

O deputado estadual Alex Redano (Republicanos) anunciou nesta quinta-feira (13), a o destino de R$ 16 milhões para massa asfáltica em que serão exec

Deputada Ieda Chaves solicita policiamento ostensivo e novos totens de segurança no Morar Melhor

Deputada Ieda Chaves solicita policiamento ostensivo e novos totens de segurança no Morar Melhor

Preocupada com o bem-estar e segurança da população, a deputada estadual Ieda Chaves (União Brasil), solicitou do Governo de Rondônia, através dos R

Deputados aprovam revisão anual dos servidores da Assembleia Legislativa

Deputados aprovam revisão anual dos servidores da Assembleia Legislativa

A Assembleia Legislativa de Rondônia (Alero) aprovou o Projeto de Lei Complementar 77/2024, de autoria da Mesa Diretora, que concede revisão anual

Projeto que institui o Dia Estadual pelo Fim do Feminicídio é aprovado pela Assembleia

Projeto que institui o Dia Estadual pelo Fim do Feminicídio é aprovado pela Assembleia

A Assembleia Legislativa de Rondônia (Alero) aprovou o Projeto de Lei 111/2023, que institui no calendário estadual o dia 25 de março, como o Dia E

Gente de Opinião Domingo, 16 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)