Porto Velho (RO) quarta-feira, 21 de outubro de 2020
×
Gente de Opinião

Política

Mais de 1 milhão de abortos feitos no Brasil são ilegais


 
O Ministério da Saúde estima que 1 milhão de abortos ilegais sejam feitos anualmente no Brasil, apesar da proibição no Código Penal e da forte oposição da Igreja Católica. Em 2005, o Sistema Único de Saúde (SUS) registrou 241 mil internações para curetagens pós-aborto, ao custo de R$ 35 milhões. As tentativas de aborto ilegal com agulhas de tricô, pregos ou remédios mataram pelo menos 160 mulheres em 2004, segundo a coordenadora da área técnica da Saúde da Mulher, Maria José de Oliveira Araújo. Segundo ela, o problema atinge majoritariamente gestantes pobres que não têm condições de pagar clínicas clandestinas. A ilegalidade penaliza as mulheres pobres, que acabam fazendo abortos em situações absolutamente inadequadas e com conseqüências desastrosas", afirma.

Fonte: ANDI (O Globo – RJ, Demétrio Weber)

 

Mais Sobre Política

Presidente da CCJ, deputado Adelino Follador, é contrário a criação de reserva em Jacinópolis

Presidente da CCJ, deputado Adelino Follador, é contrário a criação de reserva em Jacinópolis

O presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Assembleia Legislativa de Rondônia (ALE/RO), deputado Adelino Follador (DEM), di

Cristiane Lopes homenageia os médicos em seu dia, heróis em tempos de pandemia

Cristiane Lopes homenageia os médicos em seu dia, heróis em tempos de pandemia

Homenagear a cada um de vocês, nossos médicos, que atentos à dor alheia e dispostos a salvar vidas, em tempos de enfrentamento ao novo coronavírus é

Vereador Waldemar Neto protocola Projeto de lei 4092/2020, que busca a prevenção a automutilação e o suicídio

Vereador Waldemar Neto protocola Projeto de lei 4092/2020, que busca a prevenção a automutilação e o suicídio

Esta semana, 15 de outubro, foi protocolado na Câmara Municipal dos Vereadores o Projeto de Lei nº 4092/2020, proposto pelo Vereador Waldemar Neto que

Deputado Anderson votou contra projeto que aumenta alíquota dos servidores na reforma da previdência

Deputado Anderson votou contra projeto que aumenta alíquota dos servidores na reforma da previdência

O deputado estadual Anderson Pereira (PROS), na última sessão ordinária (06), votou contra o aumento da alíquota do repasse dos salários dos servidore