Porto Velho (RO) segunda-feira, 16 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

M.MENDES: Linhão trará prejuízo de R$ 250 mi a Rondônia


Para Moreira Mendes, a construção da linha de transmissão Jauru-Vilhena é uma "vergonha nacional"

O deputado Moreira Mendes (PPS-RO) classificou como "vergonha nacional" a assinatura do contrato entre o governo federal e empresas privadas com o objetivo de construir a linha de energia elétrica entre Jauru e Vilhena. O acordo foi firmado na última sexta-feira durante solenidade realizada no Ministério de Minas e Energia.

Com a construção do chamado "linhão", Rondônia será ligada ao Sistema Nacional Interligado de Energia Elétrica, passando de potencial fornecedora de energia para consumidora. A troca de perfil poderá provocar a perda anual de R$ 250 milhões/ano somente de Imposto Sobre Circulação de Mercadorias (ICMS)

Segundo Moreira Mendes, a assinatura dos contratos representa  um desrespeito com a população de Rondônia que há alguns anos luta para ter sua independência na produção de energia. "Quero saber qual a vantagem que o Brasil está levando com o linhão. Não há necessidade, não há justificativa do governo", queixou-se o deputado.

Além do "linhão" Jauru-Vilhena, outros 12 empreendimentos semelhantes tiveram contratos formalizados com  o governo. Essas linhas de transmissão, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), somarão 2.146 quilômetros de extensão passando pelos estados de Mato Grosso, Rondônia, Minas Gerais, São Paulo, Goiás, Bahia e Espírito Santo.

Para Moreira Mendes, além dos prejuízos aos cofres do estado, a interligação também gerará prejuízos aos consumidores. Com a construção do "linhão" Rondônia deixará de pertencer ao sistema isolado  e perderá os subsídios fornecidos a alguns estados da Região Norte por meio da  chamada CCC, Conta de Consumo de Combustível Fóssil.

O parlamentar defende que seja priorizada a  construção do Gasoduto Urucu-Porto Velho. Em seu entendimento, essa seria a única obra capaz de suprir as demandas de Rondônia no que se refere à produção e consumo de energia elétrica. Desde 2000, a burocracia do governo federal impede o início das obras.

Outro defensor do gasoduto, o senador Valdir Raupp (PMDB-RO) acredita que o fornecimento de energia elétrica estará mais bem distribuído no estado se o Gasoduto Urucu-Porto Velho tiver suas obras iniciadas ainda neste ano.

Fonte:  Bianca Lemos

Mais Sobre Política

Importante conquista para Rondônia: Presidente Bolsonaro assina MP da Regularização Fundiária.

Importante conquista para Rondônia: Presidente Bolsonaro assina MP da Regularização Fundiária.

Para o presidente Jair Bolsonaro e o governador Marcos Rocha o objetivo da Medida Provisória é a de simplificar e modernizar o processo. Ao todo, ma

Assembleia Legislativa limpa a pauta antes de aprovar o Orçamento 2020

Assembleia Legislativa limpa a pauta antes de aprovar o Orçamento 2020

Na sessão ordinária e nas extraordinárias realizadas na tarde desta terça-feira (10), além de aprovar o Orçamento 2020 e apreciar os vetos do Execut

 Vereadora Cristiane Lopes e SINJOR realizam evento sobre medida que extingue registro profissional

Vereadora Cristiane Lopes e SINJOR realizam evento sobre medida que extingue registro profissional

Jornalistas de Porto Velho reuniram-se na Câmara Municipal de Porto Velho, para discutir os efeitos da Medida Provisória 905/2019, que extingue a

Governo atende pedido do deputado Adelino Follador e abre processo seletivo na Idaron

Governo atende pedido do deputado Adelino Follador e abre processo seletivo na Idaron

O pedido foi apresentado ao governador Marcos Rocha (PSL) pelo deputado Adelino Follador (DEM), após visitas nas sedes das Agências de Defesa Sanitári