Porto Velho (RO) segunda-feira, 23 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Lotação nas agências marca primeiro dia da greve dos bancários em Rondônia



Lotação nas agências marca primeiro dia da greve dos bancários em Rondônia


Um quadro de superlotação nos setores de autoatendimento dos bancos em Rondônia marcou o início da greve dos bancários no Estado, confirmando a tese de que a população deixou para a última hora a execução de algumas operações financeiras ou deixou de atentar para o detalhe da paralisação, amplamente divulgada na mídia.

Apesar de alguns bancos ainda contarem com a atuação de poucos trabalhadores, o comando regional da greve acredita que a adesão ao movimento é natural, considerando que se trata do primeiro dia de paralisação e que o crescimento do número de trabalhadores em greve deve ser gradativo.

Nos bancos estatais, a greve contou com maciça participação, como pôde ser observado no Banco do Brasil em Porto Velho, especialmente na agencia Central, onde funciona também a Superintendência do BB. Ali, milhares de usuários e clientes tiveram que utilizar o autoatendimento, porque a agencia estava fechada pelos funcionários e somente poucos idosos receberam um atendimento prioritário, assim como prometido pelo comando de greve.


PELA POPULAÇÃO

Em entrevista aos veículos de comunicação, o presidente do Sindicato dos Bancários de Rondônia (SEEB/RO), Cleiton dos Santos, disse que a greve dos bancários não visa somente a conquista dos pontos da pauta de reivindicação apresentada à Fenaban, mas também a contratação de mais funcionários para as agências, a fim de acabar com o problema das filas e da demora no atendimento.

“Por isso pedimos a compreensão e o apoio de clientes, usuários e da sociedade em geral, porque nós estamos nesta luta não apenas pela categoria, mas pela melhoria na qualidade de atendimento dentro dos bancos, um beneficio que será usufruído por todos”, alegou.


ORIENTAÇÕES

O sindicalista orientou a população sobre algumas dúvidas, a exemplo do pagamento de contas, que podem ser feitos diretamente nas casas lotéricas, sem falar sobre a proteção que a lei dá para quem não pôde pagar alguma dívida no período de duração da greve.

“Não há com o que se preocupar, pois nenhuma sobretaxa, multa ou juro será cobrado em contas que não foram pagas por conta da greve”, detalhou.

Fonte: Rondineli Gonzalez
 

Mais Sobre Política

Presidente Laerte Gomes anuncia R$ 800 mil para construção de UBS durante visita ao frigorífico Rio Beef

Presidente Laerte Gomes anuncia R$ 800 mil para construção de UBS durante visita ao frigorífico Rio Beef

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Laerte Gomes (PSDB), visitou na manhã desta sexta-feira as instalações do frigorífico Rio Beef e an

Vereadora Cristiane Lopes cobra solução para os problemas do Transporte Coletivo

Vereadora Cristiane Lopes cobra solução para os problemas do Transporte Coletivo

Desde o início do seu mandato, a vereadora Cristiane Lopes (PP) tem cobrado uma solução definitiva para os problemas do Transporte Coletivo da Cap

Presidente Laerte Gomes e governador Marcos Rocha visitam obras do Anel Viário de Ji-Paraná

Presidente Laerte Gomes e governador Marcos Rocha visitam obras do Anel Viário de Ji-Paraná

O presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB) e o governador Marcos Rocha (PSL) visitaram nesta quarta-feira (18) o canteiro de obras

Deputado Cirone Deiró disse que abertura de CPI para fiscalizar Energisa responde clamor da sociedade

Deputado Cirone Deiró disse que abertura de CPI para fiscalizar Energisa responde clamor da sociedade

“A Energisa submeteu os rondonienses a uma crise energética sem precedentes. Os prejuízos estão sendo contabilizados em todos os segmentos da econom