Porto Velho (RO) domingo, 20 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Lebrão pede a obrigatoriedade da presença de psicólogos em escolas públicas em Rondônia

Com objetivo de preparar a juventude para os confrontos futuros que possam vir a surgir e interromper suas buscas pelos seus esforços intelectuais


Lebrão pede a obrigatoriedade da presença de psicólogos em escolas públicas em Rondônia - Gente de Opinião

O deputado estadual Lebrão (MDB) apresentou, durante sessão ordinária, na Assembleia Legislativa de Rondônia, projeto de lei ordinária (PLO), que determina a obrigatoriedade da presença de psicólogos no atendimento aos alunos das escolas públicas estaduais de Rondônia. 

De acordo com o PL, será assegurada a alunos matriculados no ensino fundamental e médio a assistência psicológica, provida por profissionais habilitados da psicologia. Na descrição do projeto serão consideradas, especialmente as relações referentes ao número de alunos por psicólogos, e ao número de estabelecimentos de ensino. 

A Secretaria estadual da Educação (Seduc) poderá fazer parcerias com universidades que tratam da psicologia, para a disponibilidade de estagiários voluntários, que receberão em contrapartida horas complementares obrigatoriamente solicitadas pela IES ao final dos cursos, perfazendo em média 200h, sendo obrigatório a comprovação de estar cursando há pelo menos dois anos o curso de psicologia, e que estes, esteja, preparados para dar assistência, mediante termo de autorização assinado por um profissional habilitado da área. 

Poderá também, a todo tempo a Seduc fazer campanhas, programas e mutirões de atendimentos psicológicos individuais ou coletivos, ou com equipe multidisciplinar acompanhada por um profissional habilitado. Já o conselho Escolar, será incumbido de fiscalizar o cumprimento da presente lei, e comunicar a Seduc, no caso de desobediência, para tomada de medidas necessárias. 

O deputado Lebrão afirma que a proposta tem por finalidade o pleno desenvolvimento do aluno, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho e, é de urgência, por está assegurado na Lei n°9.394, de 20 de dezembro de 1996. 

O parlamentar destaca ainda que, tendo em vista uma juventude moderna, que tem se auto cobrado para uma vida de enfrentamento do mundo globalizado, eletrônico e de tecnologias avançadas, onde toma para si responsabilidades, bem como: jovem aprendiz, primeiro emprego, e outros fatores que norteiam a vida humana, e muitas vezes se sobrecarregam com diversos afazeres e acabam sufocados. 

“Penso que precisamos preparar nossa juventude para os confrontos futuros que possam surgir e interromper as buscas pelos seus esforços intelectuais, aprendizado contínuo, para que não venha causar transtornos nos ambientes de ensino, a exemplos de muitos jovens que se encontram desmotivados, sem perspectiva de vida, e sem saber lidar com seus problemas emocionais, se afastando e perdendo vontade de inserir-se e retornar ao ambiente escolar”, afirmou.

Mais Sobre Política

Ministério Público realiza reunião sobre os bairros Conceição e Flamboyant após intervenção de Cristiane Lopes

Ministério Público realiza reunião sobre os bairros Conceição e Flamboyant após intervenção de Cristiane Lopes

Após a vereadora Cristiane Lopes (PP) ir até o Ministério Público Estadual (MP/RO), para relatar os problemas das obras de pavimentação dos bairros Fl

Mariana Carvalho apresenta declaração sobre cobertura universal de saúde em assembleia da União Interparlamentar

Mariana Carvalho apresenta declaração sobre cobertura universal de saúde em assembleia da União Interparlamentar

Mais de 1700 parlamentares e parceiros da ONU e da sociedade civil de todo o mundo estão reunidos em Belgrado, na Sérvia, onde acontece a 141ª Assembl

Erro na tabela de vencimentos dos professores volta a ser discutido na Comissão de Educação

Erro na tabela de vencimentos dos professores volta a ser discutido na Comissão de Educação

A Comissão de Educação e Cultura (CEC), da Assembleia Legislativa, se reuniu na manhã desta quarta-feira (16), para deliberar projetos e voltou a di

Liderança na produção do cacau depende da vontade política, aponta debate

Liderança na produção do cacau depende da vontade política, aponta debate

A volta do protagonismo brasileiro na produção de cacau depende de mais investimentos em pesquisa e de ações como o fortalecimento da Comissão Executi