Porto Velho (RO) quarta-feira, 11 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Julho teve apenas um dia de chuva significativa em RO


Em apenas um dia de instabilidade, o volume de chuva ultrapassou a média mensal espera para os meses de julho e agosto em diversas cidades rondonienses. A chuva fora de época, agora deve demorar a cair novamente.

Daniel Panobianco - Julho se foi e com ele a pouca umidade que restava na atmosfera. Os últimos dias foram muito secos em grande parte do Brasil, inclusive em Rondônia, que têm registrado índices de até 15% de umidade relativa do ar, o que é um valor considerado como Estado de Alerta pela OMS (Organização Mundial de Saúde).

A única chuva significativa registrada em solo rondoniense durante o mês de julho foi a do dia 25, quando ocorreu em conjunto, o sétimo fenômeno da friagem desse ano. Na ocasião, a chuva caiu, ainda que em pequeno volume na cidade de Vilhena, que até então vinha sofrendo com a forte estiagem dois meses antes. O volume foi pouco, apenas 12 milímetros, mas a qualidade no ar principalmente melhorou bastante com a água vinda do céu. O volume mais expressivo caiu entre Cacoal e Jaru, com volumes ultrapassando 40 mm, praticamente todo o volume de chuva esperado para o mês na região. Em Ji-Paraná choveu ainda mais, cerca de 52,5 mm, com vários prejuízos, inclusive na zona urbana. A mesma linha de instabilidade que levou chuva a grande parte do Estado no dia 25, também chegou a capital melhorando as condições do ar.

No registro de precipitação em julho do CPTEC/INPE, os maiores índices pluviométricos observados em Rondônia, valores entre 25 e 50 mm, foram registrados no vale do Guaporé e regiões de Ji-Paraná e Cujubim.

Para os meses de agosto e setembro, a previsão do CPTEC/INPE continua indicando chuvas abaixo da média climatológica, o que pode agravar ainda mais a forte estiagem na porção sul-amazônica. Mesmo os centros de pesquisas locais totalmente ausentes e despreocupados com a população local, enfocando que não teremos estiagem significativa, a visão de agora em muitas cidades, de rios quase secos e muitas minas minguando a fios d’ água, se faz presente e notória. Nem tudo o que dizem no papel se confirma com a realidade. Basta olhar a volta.

Dados: CPTEC/INPE – Embrapa/Vilhena – Corpo de Bombeiros/Ji-Paraná
Fonte: De olho no tempo – Rondônia –
www.deolhonotempo.com.br

Mais Sobre Política

Importante conquista para Rondônia: Presidente Bolsonaro assina MP da Regularização Fundiária.

Importante conquista para Rondônia: Presidente Bolsonaro assina MP da Regularização Fundiária.

Para o presidente Jair Bolsonaro e o governador Marcos Rocha o objetivo da Medida Provisória é a de simplificar e modernizar o processo. Ao todo, ma

Assembleia Legislativa limpa a pauta antes de aprovar o Orçamento 2020

Assembleia Legislativa limpa a pauta antes de aprovar o Orçamento 2020

Na sessão ordinária e nas extraordinárias realizadas na tarde desta terça-feira (10), além de aprovar o Orçamento 2020 e apreciar os vetos do Execut

 Vereadora Cristiane Lopes e SINJOR realizam evento sobre medida que extingue registro profissional

Vereadora Cristiane Lopes e SINJOR realizam evento sobre medida que extingue registro profissional

Jornalistas de Porto Velho reuniram-se na Câmara Municipal de Porto Velho, para discutir os efeitos da Medida Provisória 905/2019, que extingue a

Governo atende pedido do deputado Adelino Follador e abre processo seletivo na Idaron

Governo atende pedido do deputado Adelino Follador e abre processo seletivo na Idaron

O pedido foi apresentado ao governador Marcos Rocha (PSL) pelo deputado Adelino Follador (DEM), após visitas nas sedes das Agências de Defesa Sanitári