Porto Velho (RO) sábado, 31 de outubro de 2020
×
Gente de Opinião

Política

Índios participam de capacitação sobre saneamento


Dezessete índios de aldeias localizadas nos municípios de Humaitá (AM), Jaru, Ji-Paraná, Alta Floresta, Guajará-Mirim e Comodoro (MT) concluíram nesta na última quinta-feira, em Guajará-Mirim, o Curso de Capacitação de Agentes Indígenas de Saneamento (AISAN). O treinamento faz parte do programa de capacitação da Coordenação Regional da Funasa de Rondônia (Core-RO), órgão executivo do Ministério da Saúde.

Segundo os organizadores, o curso que teve uma carga horária de 280 horas, tem por objetivo preparar os indígenas para atuarem nos sistemas de saneamento ambiental nas suas próprias aldeias, buscando identificar e solucionar os problemas existentes, além de prevenir contra doenças vinculadas à falta de saneamento básico. Ao concluir o curso os participantes estão habilitados   a realizar entre outras atividades, levantamentos cadastrais sanitários, realizar ações de educação em saúde e ambiental e orientar o uso e a execução de melhorias sanitárias domiciliares.

Esta é sétima turma de Agentes Indígenas de Saneamento formada em Rondônia. Para o índio Francisco Cristiano Makurap, "ao preparar o próprio índio para trabalhar na sua comunidade, a Funasa tomou a atitude correta, pois, conhecemos como ninguém nossa cultura, isso facilita o envolvimento dos nossos parentes nas ações de saneamento, que são importantes para nossa saúde".   

Para Osvaldo Tupary,  é preciso colocar em prática todos os conhecimentos adquiridos durante o curso, para que seja possível melhorar a saúde da sua comunidade. Segundo ele, a partir de agora, ficou claro que muita coisa precisa ser mudando na sua aldeia, com relação ao saneamento ambiental.   

Para  Maria Antônia Catunda, chefe da Divisão de Engenharia e Saúde Pública (DIESP), esses novos agentes de saneamento vão se unir aos profissionais de saúde que já estão desenvolvendo atividades nas aldeias atendidas pela Core-RO. "Esse trabalho em conjunto é fundamental para a melhoria da qualidade de vida dos povos indígenas",    

O curso foi coordenado pelo engenheiro Maurício Del Ponte e contou com a participação dos instrutores, Pedro de Oliveira e Dionísio Ferreira e de servidores dos setores de Educação em Saúde, Capacitação e Departamento de Engenharia.

Fonte: ASCOM / FUNASA/ RO

 

Mais Sobre Política

Cristiane Lopes cobra drenagem e pavimentação da rua Vale do Sol

Cristiane Lopes cobra drenagem e pavimentação da rua Vale do Sol

A vereadora Cristiane Lopes (Progressistas) reivindicou novamente a drenagem e pavimentação da Rua Vale do Sol, no bairro Nova Floresta, zona Sul da c

Anderson Pereira defende que Banco do Povo conceda linha de crédito para mototaxistas com taxa mínima de juros

Anderson Pereira defende que Banco do Povo conceda linha de crédito para mototaxistas com taxa mínima de juros

O deputado estadual Anderson Pereira (PROS) encaminhou indicação ao Poder Executivo, com cópia ao presidente do Banco do Povo de Rondônia, para que se

Oficiais de Justiça dizem que projeto do Judiciário tem erros e é inconstitucional; deputado Jean Oliveira ressaltou a importância dessa discussão

Oficiais de Justiça dizem que projeto do Judiciário tem erros e é inconstitucional; deputado Jean Oliveira ressaltou a importância dessa discussão

A Comissão de Constituição, Justiça e de Redação (CCJR) da Assembleia se reuniu na manhã desta terça-feira (27), quando foram ouvidos representantes d

Cristiane Lopes destaca a importância da Prevenção ao Câncer de Mama na data criada por ela em Lei Municipal.

Cristiane Lopes destaca a importância da Prevenção ao Câncer de Mama na data criada por ela em Lei Municipal.

Cristiane Lopes é autora da Lei Municipal que instituiu em 23 de outubro o Dia Municipal de Prevenção ao Câncer de Mama. A importância, vai além de um