Porto Velho (RO) sexta-feira, 3 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Política

Indicado pelo governador para comandar a Fhemeron é sabatinado pelos deputados estaduais

Médico George Luiz Sabag é servidor de carreira da Fhemeron, há 24 anos


Indicado pelo governador para comandar a Fhemeron é sabatinado pelos deputados estaduais - Gente de Opinião

Atendendo ao que preceitua a Constituição Estadual, os deputados estaduais integrantes da Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social (CSPAS) da Assembleia Legislativa, se reuniram de forma extraordinária, na manhã desta quarta-feira (24), para sabatinar o indicado pelo governador Marcos Rocha (PSL) para ocupar o cargo de presidente da Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Rondônia (Fhemeron), George Luiz Sabag.

Presidente da CSPAS Adailton Furia, comandou a sessão por videoconferência, como também os deputados Adelino Follador (DEM), Chiquinho da Emater (PSB), Luizinho Goebel (PV), Cassia Muleta e Cirone Deiró. Jair Montes (Avante), que estava presencial no plenário, foi o relator.

"Nossa proposta é de reorganização da Fhemeron, que assuma seu papel como uma autarquia e que a sua importância seja vista pela sociedade. A Fhemeron dá sustentação a quase todos os procedimentos, de média e alta complexidade que são realizados em Rondônia", disse o sabatinado ao iniciar sua fala.

Ele reconheceu que "a Fhemeron foi meio deixada de lado ao longo dos anos, nesse processo da modernização da saúde pública. As unidades de hemocentro no interior estão sem reformas e melhorias há mais de uma década. Queremos fortalecer a estrutura nos polos, melhorar a logística e fazer uma nova reforma administrativa".

O deputado Goebel declarou que "ouvi a sua fala e é realmente o que precisamos no interior do Estado. No Cone Sul, onde resido e represento, sei da necessidade de melhoria na estrutura para a captação de sangue e também oferta do produto. Temos bons profissionais, mas uma estrutura física bem danificada".

Ele lamentou que em Vilhena, está sem um médico responsável pelo Hemocentro, há dois meses, em meio à pandemia do coronavírus. "Por isso temos a necessidade de mudança administrativa, pois não temos autonomia para fazer as contratações, que são feitas pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau)", disse o sabatinado.

Cassia Muleta pediu que o futuro presidente da Fhemeron olhe com atenção para os hemocentros do interior. "Estou à disposição para contribuir, para colaborar, e peço uma atenção especial para o interior". Em resposta, George Muniz disse que "como já falei, a melhoria da estrutura e de pessoal nos polos regionais, será uma prioridade para

O deputado Furia quis saber qual a atividade exercida antes pelo sabatinado, que respondeu informando que era vice-presidente da Fhemeron, onde é médico de carreira da Fhemeron, há 24 anos.

"Então o senhor conhece a realidade, falta de campanhas de incentivo à doação. O senhor vai melhorar ou vai dar continuidade ao que vem sendo feito, que como sabemos, não tem contribuído muito para a melhoria", questionou.

Em resposta, o sabatinado disse que "o orçamento era de mais de R$ 40 milhões, há dois anos. Hoje, o orçamento foi reduzido para pouco mais de R$ 30 milhões. Não se faz nada, além de pagar a folha de salário e poucas ações".

Adailton Furia questionou se os convênios e os projetos que estão paralisados, serão retomados e se ele terá autonomia gerencial na Fhemeron, recebendo como resposta que tudo o que estiver ao alcance, será feito.

O deputado Jair Montes disse que a doação de sangue é um ato que salva vidas, mas precisa ser fortalecida a Fhemeron, para que essa ação continue surtindo o efeito esperado.

"Com a estrutura e o orçamento que tem hoje, a Fhemeron tem condições de fazer o trabalho adequado? Ou vai seguir em dificuldades?", questionou Montes.

O deputado José Lebrão (MDB), presente no plenário, cumprimentou a todos e desejou sucesso nessa nova empreitada, importante e essencial, ao presidente da Fhemeron.

Adelino Follador (DEM) disse que em Ariquemes sempre falta médico e a estrutura é precária. "Precisa ser uma autarquia de fato, para que consiga fazer mais e melhor", destacou. Já Chiquinho da Emater (PSB) pediu mais atenção para os pequenos municípios.

Ao final, o sabatinado declarou que "conto com o apoio dos deputados estaduais, para fazermos a reestruturação física, fortalecendo a Hemorrede, promovermos uma reforma administrativa e avançarmos na melhoria do atendimento, com uma maior autonomia de gestão".

O relatório do deputado Jair Montes, favorável, foi lido e aprovado pelos presentes, sendo encaminhado ao plenário, para apreciação. 

Mais Sobre Política

Comissão de Finanças da Assembleia Legislativa distribui projetos e aprova pareceres

Comissão de Finanças da Assembleia Legislativa distribui projetos e aprova pareceres

A Comissão de Finanças, Economia, Tributação, Orçamento e Organização Administrativa (CFETOOA) se reuniu na manhã desta terça-feira (30), no plenarinh

Pesca Esportiva em Rondônia tem liberação após pedido do deputado Ezequiel Neiva

Pesca Esportiva em Rondônia tem liberação após pedido do deputado Ezequiel Neiva

O governador Marcos Rocha atendeu solicitação do deputado Ezequiel Neiva (PTB), para a liberação da pesca esportiva em Rondônia, atividade que estava

Vereadora Cristiane Lopes verifica demandas da Vila DNIT e cobra providências

Vereadora Cristiane Lopes verifica demandas da Vila DNIT e cobra providências

Tomando todos os cuidados com o distanciamento social, a vereadora Cristiane Lopes (PP) esteve na Vila do DNIT, localizada após a ponte sobre Rio