Porto Velho (RO) sábado, 30 de maio de 2020
×
Gente de Opinião

Política

Ibama reinicia fiscalização de madeireiras em RONDÔNIA


Agência O Globo MANAUS - O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) retomou nesta segunda-feira as vistorias nas 43 madeireiras de Vista Alegre do Abunã, em Porto Velho, Rondônia. O trabalho, iniciado no último dia 7 com dez fiscais, fora interrompido na semana passada por protestos de madeireiros e moradores. Eles bloquearam a rodovia BR-364 e ameaçaram incendiar o escritório local do órgão. - As ações em Vista Alegre do Abunã não pararam, só foram redirecionadas por uma questão de segurança dos fiscais. Nesse meio tempo, nós paralisamos a inspeção industrial e vistoriamos áreas desmatadas - informou à Radiobrás o chefe de fiscalização do Ibama no Amazonas, Adilson Cordeiro. - Reforçamos nossa equipe, que passou de dez para 23 pessoas. Pelo menos 80% delas têm porte de arma funcional. Além disso, já solicitei apoio do Exército e da Polícia Federal. A BR-364 vai de Limeira, em São Paulo, a Rodrigues Alves, no Acre - passando pelos estados de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Rondônia. A rodovia ficou bloqueada durante três dias, até a última terça-feira. Os moradores exigiam a saída dos fiscais do Ibama e um prazo para que as madeireiras da região fizessem a declaração de estoque necessária para a emissão do Documento de Origem Florestal (DOF). O DOF é o novo sistema de controle do transporte de madeira, totalmente informatizado. Ele substituiu a Autorização para Transporte de Produtos Florestais (ATPF), uma guia impressa pela Casa da Moeda e preenchida manualmente. - O DOF começou a valer no dia 1º de setembro, já com um prazo de 30 dias para as madeireiras se cadastrarem e fazerem a declaração de estoque - lembrou Cordeiro. As vistorias em Vista Alegre do Abunã fazem parte da Operação Acauã, de combate ao desmatamento no sul do Amazonas. Nos primeiros 50 dias, a operação identificou 4 mil hectares de floresta destruída ilegalmente - o equivalente a quatro mil campos de futebol. As multas somam R$ 11 milhões. Esse é o quinto ano consecutivo em que o Ibama realiza operações ostensivas no sul do Amazonas - região fronteiriça com Mato Grosso e Rondônia, a mais crítica do estado. As ações seguem até novembro, quando recomeçam as chuvas mais intensas na região. Acauã é uma ave de rapina - uma alusão às imagens de satélite, já que os gaviões enxergam suas presas das alturas e conseguem descer ao local preciso da captura.

Mais Sobre Política

Deputado Exalta Servidores do TJ/RO e Critica Omissão da Diretoria do Sinjur

Deputado Exalta Servidores do TJ/RO e Critica Omissão da Diretoria do Sinjur

A última semana foi de intensa articulação na Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia, onde vários Sindicatos compareceram em busca de apoio pa

Adelino Follador volta à cobrar da Seduc a distribuição da merenda escolar para as famílias

Adelino Follador volta à cobrar da Seduc a distribuição da merenda escolar para as famílias

O deputado Adelino Follador (DEM) voltou a cobrar, na terça-feira (26), da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), que disponibilize imediatamente o

Deputado Dr. Neidson pede mais apoio para o setor de saúde do município de Guajará-Mirim

Deputado Dr. Neidson pede mais apoio para o setor de saúde do município de Guajará-Mirim

O deputado Dr. Neidson (PMN), na sessão ordinária desta terça-feira (26), disse que Governo do Estado assumiu a saúde em Guajará-mirim, mas a situ

Deputado Anderson Pereira apresenta projeto para acrescentar tempo de aposentadoria dos servidores da saúde e segurança pública

Deputado Anderson Pereira apresenta projeto para acrescentar tempo de aposentadoria dos servidores da saúde e segurança pública

Devido ao momento caótico que o mundo enfrenta, principalmente servidores das áreas de saúde e segurança pública, ligados diretamente no combate e