Porto Velho (RO) quinta-feira, 17 de junho de 2021
×
Gente de Opinião

Política

Haroldo defende emprego para os jovens


Preocupado com a crescente massa de jovens que chegam ao mercado de trabalho e não encontram espaço, por falta de experiência ou por carência de qualificação, o deputado estadual Haroldo Santos (PP), que tenta a reeleição, está defendendo uma proposta de inclusão dessa faixa etária, através de projeto de lei de sua autoria.

"A nossa intenção é discutir na Assembléia um projeto de lei que estipule que as empresas que recebam incentivos fiscais do governo, deverão em contrapartida destinar um percentual de suas vagas para os jovens sem experiência profissional", explicou o deputado. Haroldo informou que o percentual de vagas para o primeiro emprego, deveria ser de 10% de toda a mão-de-obra. "A empresa que não cumprisse essa norma, seria penalizada com a suspensão dos benefícios fiscais", adiantou.

O parlamentar comentou a dificuldade de os jovens conseguirem ingressar no mercado de trabalho. "É cobrada experiência a quem nunca teve uma oportunidade. Isso é injusto. Acredito que é dever do Estado se posicionar contra essa discriminação, com leis e projetos de inclusão", observou.

Haroldo Santos defende ainda que sejam criadas escolas técnicas e apoiadas iniciativas de qualificação dos jovens. "A Escola do Legislativo, mantida pela Assembléia, é um ótimo exemplo que pode ser copiado e ampliado para todas as regiões de Rondônia, oferecendo qualificação e permitindo que as pessoas tenham mais chances de emprego", finalizou.

Mais Sobre Política

Presidente Alex Redano participa de encontro do setor de eventos com o chefe da Casa Civil do Governo

Presidente Alex Redano participa de encontro do setor de eventos com o chefe da Casa Civil do Governo

Um dos setores mais afetados com a pandemia do coronavírus é o setor de eventos e entretenimento. Há mais de um ano parado, o segmento enfrenta inúm

Cacoal: durante assembleia dos servidores da Câmara de Vereadores, presidente concede recomposição salarial de 8.36%

Cacoal: durante assembleia dos servidores da Câmara de Vereadores, presidente concede recomposição salarial de 8.36%

O presidente da Câmara, João Paulo Pichek (Republicanos), disse que desde abril estava dialogando com o Sindicato dos servidores públicos de Cacoal